Q

Previsão do tempo

24° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 23° C
24° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 24° C
24° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 25° C

Opinião

As festas das aldeias e suas tradições

Com a chegada do verão começa a altura dos arraiais, das festas das aldeias, onde reina o tradicional bailarico e de seguida o dj a fazer o resto da magia.

Praças decadentes

As praças da fruta e do peixe, em Caldas da Rainha, estão em franca decadência. A maioria dos vendedores acredita, inclusive, que com a abertura da nova superfície comercial, no centro da cidade, será muito difícil continuarem a trabalhar.

Parlamento dos Jovens

Nos dias 9 e 10 de maio tive a oportunidade de participar no programa Parlamento dos Jovens, enquanto deputada efetiva do Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro, na Sessão Nacional na Assembleia da República.

olhar

A política e o conhecimento

As ideias são perigosas, e quem as tem é – inevitavelmente - um alvo a abater. Essa frase poderia ter sido pensada por um político, num momento reflexivo, enquanto jantava à custa do contribuinte. Não só essa, centenas delas. Todas as possíveis, que demonstrem o asco que a maioria dos políticos possui dos seres que pensam.

Como enfrentar a subida do custo de vida?

O aumento dos combustíveis terá um impacto significativo nos orçamentos das famílias portuguesas, agravado ainda com a subida do preço da eletricidade e dos bens alimentares. Quando o preço de matérias-primas básicas, como a eletricidade ou a gasolina, aumenta, o...

Amargurada Cultura

A Cultura, neste 2022, dispõe de um orçamento que continua a representar menos de 0,3% do Orçamento de Estado. Além desta catástrofe, que atrofia o desenvolvimento intelectual da população, uma boa parcela dos municípios que conheço contam com fragilíssimos vereadores na respetiva pasta. Tudo indica que são escolhidos a dedo pelo presidente da Câmara, não para alavancar o progresso do setor, mas apenas para “dar emprego a um amigo”.

Verão e os sunsets

O verão de 2022 está a chegar e já se sente o calor a espreitar, o sol a aparecer e a música a surgir naquela esplanada e espaço de eleição que tanto temos saudades. Os sunsets estão de volta, após quase dois anos sem eles, derivado à pandemia Covid-19 e já se começa a deparar com os cartazes de eventos variados de norte a sul. 

O colo dos avós

Feliz daquele que teve a oportunidade de sentar-se no colo dos avós. Em minha modesta opinião, acredito que a convivência com os pais dos nossos pais deixa no coração, na alma, e na mente, uma infinitude de generosidade, além de proteger-nos de ataques de depressão e ansiedade, podendo, inclusive, ajudar-nos a ter autoestima, discernimento emocional e melhor desempenho escolar.

calisto

As portas que abril abriu…

Olhar JSD Abril: mês de liberdade para o povo português, mês de repressão para outros povos, e será que somos livres na nossa plenitude quando na verdade um nosso vizinho se vê repreendido por um regime expansionista? E será que em pleno século XXI é aceitável que...

olhar

As cidades e o futuro

Todos os dias tento encontrar razões para acreditar que a classe política quer, realmente, o melhor para a sua urbe. Enquanto, em diversos países, notamos o crescimento vertiginoso de programas elaborados para o aperfeiçoamento da qualidade de vida das populações, aquilo que presencio no dia-a-dia é tão irrisório, desinteressante e desqualificado, que acaba por confirmar as inúmeras deficiências da categoria acima indicada.

calisto 2

A páscoa e a tradição festiva

A páscoa, época festiva em Portugal e muito vivida também no sector noturno de norte a sul, teve várias celebrações, com diversos estilos musicais.

Abelhas e Borboletas

Caminhando pelos campos que se apresentam diante de nós, apercebemo-nos, com temor, do silêncio que nos rodeia. Não vislumbramos, também, as centenas de espécies florícolas que nos cativaram na juventude.

calisto 1

Centro Eu Sou Digital

A DECO, parceira deste Programa de Capacitação Digital, tem centros ativos em todo o país, junto das suas estruturas regionais: DECO Minho, DECO Norte, DECO Centro, DECO Ribatejo e Oeste, DECO Alentejo e DECO Algarve.

deco

Trevas citadinas

É tarde. As ruas estão desertas, porém, há ruídos desagradáveis embalando o ambiente. Cicios vindos de lúgubres gargantas. Rumorinhos de insalubres agitações emocionais. Repentinamente uma ave estranha e anafada atravessa o ar, num voo rasante e desordeiro, como se pretendesse um fígado para alimento. Procurei o rochedo e não o vi. Prometheu não mora aqui.

calisto

Uma viagem pelos últimos 60 anos na história do sexo

O século XX foi o século da libertação – e liberdade sexual. Mas a história do sexo nos últimos 60 construiu-se progressivamente, com avanços e recuos, em diferentes velocidades, tendo em conta os diversos contextos culturais e circunstâncias históricas de cada país.

artigo sexo

Grandes superfícies

Segundo notícia veiculada pela imprensa, Caldas da Rainha poderá abrigar mais uma grande superfície. As perguntas que faço são simples e diretas, e deveriam ser respondidas pelo Diretor-geral das Atividades Económicas (DGAE), pela Câmara Municipal, e pelo presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) territorialmente competente: Esse concelho necessita de mais um empreendimento desse porte? Há massa crítica para tal? Lembraram-se de que essa medida pode enfraquecer – ainda mais – o comércio tradicional, especialmente o do centro da cidade? Acreditam mesmo em conquista de postos de trabalho com vínculos contratuais seguros?

Podemos ser melhores…

A vida na Terra é recente, tendo em conta os milhões de anos da sua formação. Após reencarnações sucessivas, saímos dos mundos primitivos e atingimos o estado actual de desenvolvimento intelectual e moral. Apesar de tudo de bom que já conquistámos, a vida pode ser melhor…

lucas

Museu do Hospital e das Caldas

Quando chegamos às Caldas da Rainha encontramos entradas sujas, descaraterizadas e sem nenhuma elegância arquitetónica. O mesmo ocorre com os monumentos do Parque Dom Carlos I, e os demais, dispersos pelo centro da cidade. Há, porém, um edifício que entristece qualquer apreciador de arte arquitetural: O do “Museu do Hospital e das Caldas”.

Pensar à Esquerda

A 16 de março de 1974, cerca de duzentos soldados do Regimento de Infantaria 5 (RI5), liderados pelo major Armando Santos, saíam do quartel das Caldas da Rainha rumo a Lisboa. O objetivo? Pôr fim ao regime que se iniciou em 1933, um ano após a chegada de Salazar à presidência do Conselho de Ministros.

js

Últimas