Q

Previsão do tempo

23° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 18° C
23° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 19° C
23° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 20° C

Parque Urbano das Águas Santas: Um grito de cidadania

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Enquanto munícipe, sinto-me na obrigação de denunciar a triste situação em que se encontra o parque urbano das Águas Santas. Este espaço, que deveria ser um refúgio de paz e lazer para todos, está entregue ao abandono e ao descuido. O parque foi construído com financiamento da União Europeia como parte da resposta à pandemia de Covid-19, o que torna a situação ainda mais revoltante. Quero expressar a minha indignação perante as autoridades responsáveis e chamar a atenção para a necessidade urgente de ações efetivas.

Enquanto munícipe, sinto-me na obrigação de denunciar a triste situação em que se encontra o parque urbano das Águas Santas. Este espaço, que deveria ser um refúgio de paz e lazer para todos, está entregue ao abandono e ao descuido. O parque foi construído com financiamento da União Europeia como parte da resposta à pandemia de Covid-19, o que torna a situação ainda mais revoltante. Quero expressar a minha indignação perante as autoridades responsáveis e chamar a atenção para a necessidade urgente de ações efetivas.

Como frequentadora assídua deste parque, é desolador testemunhar o total abandono das autoridades responsáveis pela sua manutenção. A vegetação precisa de ser cortada, as ervas crescem sem qualquer controlo, dificultando o acesso aos caminhos e até mesmo ocultando eventuais problemas de segurança. É inadmissível que um projeto tão promissor se transforme num espaço tão ignorado, às portas da cidade.

A ausência de consciencialização dos frequentadores também contribui para a presença de dejetos de animais por todo o parque. Além disso, o lixo espalhado e não recolhido torna o ambiente insalubre e propício à proliferação de doenças. Como cidadã, sinto-me constrangida em trazer a minha família para um lugar que deveria ser limpo e seguro.

A existência de um local apropriado para os animais não é suficiente; é frequente ver fezes de cão espalhadas nas áreas destinadas ao lazer, expondo as pessoas a riscos de contaminação e transmissão de doenças.

Como cidadã e contribuinte, não posso ficar calada diante da desoladora realidade deste parque. É urgente que a autarquia e a junta de freguesia assumam o seu papel e  tomem medidas efetivas para reverter esta situação, investindo em manutenção, conscientização da população e segurança. Só assim poderemos resgatar a essência deste parque e garantir que ele cumpra o seu papel, proporcionando lazer e bem-estar para todos os cidadãos. Como cidadãos conscientes, devemos exigir um espaço digno e seguro para desfrutarmos de um ambiente saudável e de vida ao ar livre.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Crime contra o património de todos denuncia incapacidade de gestão da cousa pública

Mais um incêndio deflagrou no edifício dos pavilhões do Parque D. Carlos I, nas Caldas da Rainha. O edifício emblemático do apogeu da arquitetura de Berquó do século XIX, que nunca foi terminado, resiste perante a ameaça de abandono total e de insistência de vandalismo, na cara das entidades que o gerem e ninguém parece realmente se importar.

mariana calaca baptista

Otimismo: um modo de vida!

Todo o mundo enfrenta obstáculos e dificuldades, mas quando tentamos focar no lado bom das coisas, conseguimos ter mais clareza para resolver os nossos problemas. Pensar positivo não é ignorar os obstáculos e os problemas, é encarar as dificuldades de uma forma mais produtiva, conscientes de que situações negativas são passageiras e não duram para sempre.

miguel