Q

Previsão do tempo

17° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 25° C
17° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 25° C
17° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 27° C
  • Monday 28° C

Reativar o setor do turismo através da educação e formação

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
É preciso reativar o setor do turismo! É tempo de ação e de aproveitar o esforço prospetivo e de pensamento estratégico desenvolvido na Estratégia Turismo 2027 (ET27).
Daniel Pinto Diretor da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste

É preciso reativar o setor do turismo! É tempo de ação e de aproveitar o esforço prospetivo e de pensamento estratégico desenvolvido na Estratégia Turismo 2027 (ET27).

O desenvolvimento económico, social e ambiental em todo o território, com a ambição de posicionar Portugal como um dos destinos turísticos mais competitivos e sustentáveis do mundo, só é possível com uma aposta clara, firme e decisiva nos caminhos da educação e da formação para o setor do turismo, valorizando as profissões e reconhecendo a existência de talento nas pessoas.

De entre os setores mais afetados pela pandemia de Covid-19, as atividades turísticas foram aquelas que sofreram impactos sem precedentes sendo, por isso, necessário reativar o Turismo e construir o futuro. A promoção de uma sociedade do conhecimento, com elevada qualificação de recursos humanos e inovação empresarial, é a chave do sucesso e o motor do desenvolvimento. Atrair, formar, qualificar, fidelizar! 

A sustentabilidade de um modelo de desenvolvimento turístico deve assentar em três níveis: económico, sociocultural e ambiental. Atente-se, por exemplo, a meta estabelecida na ET27 relativamente às qualificações e habilitações das pessoas que trabalham no turismo: duplicar o nível de habilitações do ensino secundário e pós-secundário de 30% para 60%. Volto a lembrar que o diagnóstico é claro: escassez de recursos humanos qualificados e necessidade de a formação atender mais às necessidades das empresas. É por tudo isto que considero que mais e melhor turismo passa, necessariamente, por mais e melhor formação profissional no setor.

A Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO), situada em Caldas da Rainha e Óbidos, integra a rede nacional de Escolas do Turismo de Portugal desde há 15 anos e afirma-se, desde a data da sua criação em 2006, como uma excelente opção ao nível da oferta formativa e, também, ao nível da sua organização global, tendo já atribuído certificação a cerca de 1.100 alunos desde o início da sua existência.

Com o objetivo de responder ativamente às necessidades expressas por alunos, profissionais e empresários, a oferta formativa da EHTO tem vindo a ser diversificada. Neste momento, oferece cursos de nível IV – dupla certificação profissional e académica para jovens com o 9.º ano concluído, de que são exemplo o curso de técnicas de cozinha/pastelaria, curso de técnicas de restaurante/bar e curso de técnicas de alojamento hoteleiro; mas também, cursos de nível V para quem tem o 12.º ano concluído: gestão de turismo, gestão de restauração e bebidas, gestão e produção de cozinha, gestão e produção de pastelaria.

Além destas opções, a escola apresenta uma oferta de cursos de formação contínua, alguns deles únicos a nível nacional, de que são exemplo o curso de padaria avançada, o curso de escanção – enologia e serviço de vinhos, o curso de turismo de saúde e bem-estar e o curso de turismo literário.

A nossa escola está empenhada em prosseguir a missão de dotar as empresas de hotelaria, restauração e turismo, independentes ou de cadeia, nacionais ou internacionais, com os melhores profissionais. De realçar que, para este propósito, é fundamental trabalhar com os melhores professores e formadores nas áreas técnicas e socio humanísticas e, também, com equipamentos e outros requisitos imperativos para uma formação técnica e profissional de qualidade, desenvolvendo metodologias pedagógicas criativas, mas também exigentes, procurando incutir o espírito de iniciativa, autonomia, grupo e inovação, fatores fundamentais para um correto desempenho profissional.

Quando olhamos o futuro, temos de perceber que o nosso melhor investimento está na educação e na formação.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Não adoeça neste verão, ok?

O presidente da República de Portugal fez este patético apelo aos portugueses: “Vamos todos tentar não adoecer neste Verão”, numa assunção de que o Serviço Nacional de Saúde está um caos, consequência da incompetência ou falta de vontade de resolver os problemas, ou ainda, pelo conluio do Governo com o setor privado da saúde.

Água das Caldas

A investigação cuidada traz-nos sempre boas-novas e inúmeras curiosidades. Recentemente, em renomado arquivo brasileiro, encontrei uma singular informação acerca da água termal de Caldas da Rainha, substância muito desejada, nos idos do século XIX, em terras de Vera Cruz.

O problema do SNS é na sua essência económico

Por estes dias todos estamos preocupados com a saúde do Sistema Nacional de Saúde (SNS). E cheios de razão para essa preocupação. Todos os dias assistimos a problemas em hospitais, centros de saúde deste nosso Portugal. É uma evidência que algo de errado se passa.