Q

Previsão do tempo

17° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 20° C
17° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 20° C
17° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 21° C

Criar o “bairro dos empreendedores”

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A prática do poder político não pode ser apenas o exercício da gestão do quotidiano. Esta é fácil, basta, apenas ir seguindo os ventos da opinião pública, navegando em regime de cabotagem, sempre à beira da margem, sem perder terra de vista. Mas esta gestão, muitas vezes com frutos no curto prazo, não permite a mudança ou o avançar para novos patamares de desenvolvimento.

A prática do poder político não pode ser apenas o exercício da gestão do quotidiano. Esta é fácil, basta, apenas ir seguindo os ventos da opinião pública, navegando em regime de cabotagem, sempre à beira da margem, sem perder terra de vista. Mas esta gestão, muitas vezes com frutos no curto prazo, não permite a mudança ou o avançar para novos patamares de desenvolvimento.

No longo prazo, a mera gestão do quotidiano determina a estagnação, a paralisia da sociedade e da comunidade. Ao político, que pretende vestir/sentir a pele de verdadeiro político, deve procurar ir mais além, influenciar, modificar, abrir novos horizontes, navegando para o distante, ainda que sob perigos, riscos, aceitando muitas vezes o fogo cerrado da artilharia de comentadores e oposição.

O novo executivo camarário de Caldas da Rainha assume a pele de tripulação de navegadores de costa à vista ou de navegadores intrépidos de mares abertos? Ainda é cedo para uma resposta. Mas cá estaremos para percecionar a qualidade dos marinheiros que temos ao leme dos nossos destinos.

A área económica é um exemplo de temática importante para esta qualificação. Parece-me óbvio que, não obstante a importância do turismo e do setor dos serviços, em especial o comércio, Caldas da Rainha, necessita de alguma diversificação do seu tecido económico/empresarial. Não compete à Câmara Municipal criar empresas. Mas compete-lhe criar, fomentar as condições para o desenvolvimento das mesmas.

O primeiro passo deve passar por uma diplomacia económica assertiva no esforço de captação de novas empresas para o concelho. Mas também pela melhoria das infraestruturas existentes. Entendo que já não faz sentido continuarmos a ter uma “zona industrial” (conceito dos anos 80), mas sim um parque empresarial. É claro que não basta mudar o nome. Precisamos de mais espaços para empresas, eventualmente um regime género condomínio, para novas empresas, melhor sinalética, melhor imagem, entre outros elementos. E políticas ativas para o empreendedorismo.

Temos jovens criadores na ESAD.CR, somos uma zona com uma localização excelente para start-ups. Porque não fazer de Caldas em parceria com o Politécnico de Leiria – o polo do empreendedorismo do IPL? Porque não o município criar o “bairro dos empreendedores”, disponibilizando em regime de incubação espaços para start-ups?

O Bairro azul é hoje uma zona como muitos espaços encerrados. Torres Vedras, com o Lab Center, transformou um centro comercial abandonado em zona central num espaço de formação e empreendedorismo. Porque não fazer do Bairro Azul ou outra zona da cidade, o nosso centro de empreendedorismo? É claro que é mais fácil projetar rotundas, fazer festas ou festarolas, que no curto prazo dão maiores benefícios eleitorais. Mas queremos ser políticos à seria ou políticos de passagem?

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Não adoeça neste verão, ok?

O presidente da República de Portugal fez este patético apelo aos portugueses: “Vamos todos tentar não adoecer neste Verão”, numa assunção de que o Serviço Nacional de Saúde está um caos, consequência da incompetência ou falta de vontade de resolver os problemas, ou ainda, pelo conluio do Governo com o setor privado da saúde.

Água das Caldas

A investigação cuidada traz-nos sempre boas-novas e inúmeras curiosidades. Recentemente, em renomado arquivo brasileiro, encontrei uma singular informação acerca da água termal de Caldas da Rainha, substância muito desejada, nos idos do século XIX, em terras de Vera Cruz.

O problema do SNS é na sua essência económico

Por estes dias todos estamos preocupados com a saúde do Sistema Nacional de Saúde (SNS). E cheios de razão para essa preocupação. Todos os dias assistimos a problemas em hospitais, centros de saúde deste nosso Portugal. É uma evidência que algo de errado se passa.