Q

Previsão do tempo

14° C
  • Sunday 14° C
  • Monday 12° C
  • Tuesday 13° C
14° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 12° C
  • Tuesday 13° C
14° C
  • Sunday 15° C
  • Monday 12° C
  • Tuesday 13° C
Escaparate

Fernando Patriarca Calisto

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O meu pai - e quem o conheceu pode comprovar o que aqui escrevo - possuiu uma superioridade absoluta na compreensão da essência humana - a natureza íntima de Deus - pois exprimia-se, no dia-a-dia, pelo coração.

Escaparate

O meu pai – e quem o conheceu pode comprovar o que aqui escrevo – possuiu uma superioridade absoluta na compreensão da essência humana – a natureza íntima de Deus – pois exprimia-se, no dia-a-dia, pelo coração.

Não encontrei mais nenhum outro homem que exalasse tanta bondade, tanta afabilidade, tanto carinho pela espécie humana.

Toda a sua vida foi um puro ato de amor, pois, foi soberanamente justo e bom.

Quem com ele privou percebeu a sua sabedoria, expressa nos atos e nos gestos contínuos de amor ao próximo. Uma sapiência que nos permite conhecer, sem jamais duvidar, o que é a justiça e a benevolência de Deus.

O meu pai não morreu, pois os seres humanos bons nunca desaparecem. Os seus espíritos permanecem como sustentáculos da terra. Enquanto homem era um puro, vindo a este planeta para insuflar de bem-querer os corações que dele se acercaram. Um ser que não possuía nenhuma influência da matéria, sendo, somente, amor filial. Possuidor de uma superioridade moral absoluta, despojava-se das máculas que lhe tentavam impingir, oferecendo constantemente, e com toda a simplicidade, a outra face, revestida de consolo, de felicidade, de clemência, de benquerença.

Foi um mensageiro, um ministro de Deus, que primou pela harmonia suprema, exprimindo-se numa santidade humanitária elevada e altruísta.

Quantas vezes ouvi chamarem-no de anjo. Nesse instante, reflexivo, olhava ternamente para o outro e dizia-lhe que era apenas uma pessoa que não queria o mal de ninguém. Modesto. Simples. Calmo. Leal. Excecional. Singular. Exalando ternura e simpatia por todos os poros.

Para mim, os verdadeiros anjos não possuem asas, trazem em si fraternidade e amor para ofertar às mancheias. Se meu pai foi um anjo? Que o diga quem com ele confraternizou. No meu caso, digo apenas que não conheci ninguém que fosse a encarnação mais autêntica da frase “Amai-vos uns aos outros”.

Sei de antemão que foi um espírito que percorreu os incontáveis e possíveis degraus da dimensão mais sublime, destituído de todas as nódoas da materialidade. Graças a isso, certamente, quem por ele rezar não terá de sofrer agruras, nem expiações, não estando, assim sendo, represado à reencarnação em corpos findáveis. Realizando-se, portanto, na vida eterna, irmanado ao âmago de Deus.

Muitos são os que se lembram de quanto auxiliou a quem necessitava, sem jamais exigir retorno, ou glória. Dedicando-se ao bem, viveu a plenitude do tempo sem reivindicar, somente a distribuir. Pela natureza da sua disposição moral, pela sua intuição acerca do que verdadeiramente deve conduzir o ser humano, creio que vive agora em luz, e permanentemente a repartir as flores da sua condescendência interior.

Quem conviveu com o meu pai sabe, perfeitamente bem que, junto a ele, a boa ordem sucedia à desordem. Tudo ao seu redor transformava-se em harmonia, equilíbrio e solidariedade. O que alterava, de imediato, o coração, a mente, e o espírito de quem o escutava. Retemperando-se, assim, a fonte da vida, tornando-a – como o seu bom espírito – muito mais celestial.

Tenho recebido inúmeras, infinitas, expressões de amor pelo meu pai. Manifestações de saudade e de muita ternura. Agradeço, penhoradamente, a todos os bons corações que assim se expressam.

Cada frase que ouço vem acompanhada de um pedido, uma tentativa de retribuir tudo o que dele receberam. Como filho, fico jubiloso, diante de tanta sinceridade, tanta demonstração de amor. Porém, o que lhes posso dizer?

Apenas isto: No seu túmulo, todas as flores serão poucas; todas as preces serão ínfimas; todas as lágrimas serão bênçãos. Ámen.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Parque Urbano das Águas Santas: Um grito de cidadania

Enquanto munícipe, sinto-me na obrigação de denunciar a triste situação em que se encontra o parque urbano das Águas Santas. Este espaço, que deveria ser um refúgio de paz e lazer para todos, está entregue ao abandono e ao descuido. O parque foi construído com financiamento da União Europeia como parte da resposta à pandemia de Covid-19, o que torna a situação ainda mais revoltante. Quero expressar a minha indignação perante as autoridades responsáveis e chamar a atenção para a necessidade urgente de ações efetivas.

Caça ao voto dos professores

O investimento de Portugal na Educação está 14% abaixo da média dos países da OCDE, potenciando desinteresse pela profissão e falta de professores.

francisco martins da silva