Q

Previsão do tempo

14° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 15° C
14° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 15° C
14° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 15° C

A procissão do Enterro de Jesus uma das mais emblemáticas da Semana Santa de Óbidos

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Milhares de pessoas participaram na Semana Santa de Óbidos, que decorreu entre os dias 14 e 21 de abril. O programa, à semelhança do que tem acontecido nos anos anteriores, juntou uma componente cultural e religiosa e dele fizeram parte concertos, exposições, procissões e cerimónias litúrgicas.
O corpo do Senhor no sepulcro

A Semana Santa é, por isso, o ponto alto do calendário litúrgico e cultural de Óbidos, sendo um acontecimento religioso importante para a comunidade local, assim como para os vários milhares de peregrinos e turistas que assistem às imponentes cerimónias.

Centenas de figurantes participaram nas celebrações, carregando os andores e recriando cenas dos últimos dias da vida de Cristo nas procissões.

Procissão dos Passos, acompanhou os vários momentos do caminho doloroso de Jesus, desde o Pretório de Pilatos até ao Calvário.

Na sexta-feira Santa, à hora da morte de Jesus, na Igreja de São Pedro recordou-se a sua derradeira entrega por amor onde Jesus oferece a sua vida inocente, pura e divina pela nossa salvação.

A procissão do enterro do Senhor, na noite de Sexta-feira Santa, é uma das mais emblemáticas da Semana Santa de Óbidos. Estava uma noite agradável, sem vento e foi à luz de archotes que os fiéis transportaram o corpo do Senhor até ao sepulcro. A cerimónia começou e terminou na Igreja da Misericórdia, percorrendo apenas um percurso intramuralhas.

Em declarações ao JORNAL DAS CALDAS, Ricardo Figueiredo, prior do Concelho de Óbidos, disse que a principal mensagem que pretendem passar com a organização da Semana Santa é “Jesus Cristo”. “As pessoas enternecerem-se por esta entrega de amor a Jesus”, salientou, o padre.

“Nós pensamos que para acreditar em Deus, temos que ter os argumentos racionais e fazer um esforço e percurso por acreditar, mas quando vimos Jesus que é Deus que se entrega por nós, isto toca o coração”, adiantou, o prior.

“Mais que os argumentos racionais é colocar as pessoas em contato com Jesus, que morre, igual a nós, e que nos promete uma vida interna com a sua ressurreição”, referiu.

Para o padre, Ricardo Figueiredo esta tradição em “torno da Semana Santa, é vivida aqui de uma forma muito profunda, com grande dignidade e com uma grande solidariedade e estamos a passar o Jesus Cristo como ele é vivido em Óbidos na fé que identifica e caracteriza o povo de Óbidos”.

O prior destacou a cerimónia do domingo de Páscoa onde é celebrada a missa da Ressurreição de Jesus. “É o dia mais importante para nós, cristãos, porque hoje foi aberta para nós a porta da esperança: Cristo sai vitorioso do sepulcro: venceu a morte, venceu o pecado, venceu o medo. Assim, nós, cristãos, não estamos condenados nem à morte, nem ao pecado, nem ao medo. Se temos fé, se confiamos em Jesus, sabemos que a última palavra na história é a de Deus”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Óbidos volta a ser “Município amigo do desporto”

O Município de Óbidos foi distinguido, pelo quinto ano consecutivo, com o galardão “Município Amigo do Desporto”, atribuído pela Cidade Social, na cerimónia que decorreu no dia 25 de novembro, na Mealhada, e que contou com a presença da vereadora Margarida Reis, com o pelouro do Desporto, Saúde e Bem-estar.

amigo

Bombeiros do Cadaval vencem 2.º Torneio “Comandante Saroca”

A equipa dos Bombeiros Voluntários (BV) do Cadaval sagrou-se campeã do Torneio de Futsal Inter-Bombeiros “Comandante Saroca”, que reuniu oito equipas compostas por elementos de várias corporações, nos dias 26 e 27 de novembro, no pavilhão Gimnodesportivo do Cadaval.

saroca

Acordo permite alargar horário de 18 creches

Acordos de financiamento assinados no passado dia 29 pelo Centro Distrital de Segurança Social de Leiria vão permitir alargar o horário de funcionamento das creches geridas por dezoito Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), sete do concelho das Caldas da Rainha, sete de Peniche, três de Óbidos e uma do Bombarral.

creche