Q

Previsão do tempo

9° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 13° C
9° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 13° C
9° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 13° C

Atrasos nas obras da Linha do Oeste preocupam comissão

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Comissão de Defesa da Linha do Oeste manifestou preocupação com o atraso no início das obras de requalificação do troço entre Torres Vedras e Caldas da Rainha, assim como no fabrico de novo material circulante, num encontro realizado na passada segunda-feira junto à estação de comboios da cidade termal.

cidade termal.

“Estamos preocupados porque as obras do troço entre Torres Vedras e Caldas da Rainha estão significativamente atrasadas, com várias prorrogações do prazo do concurso, sem que tenhamos qualquer explicação das razões desse atraso ou da evolução do concurso”, afirmou à agência Lusa Rui Raposo, porta-voz da comissão. “Corremos o risco de a requalificação integral da linha não estar pronta no segundo trimestre de 2023”, advertiu.

Fonte oficial da Infraestruturas de Portugal, empresa responsável pública pelo lançamento do concurso, esclareceu à Lusa que “decorre a fase de análise das propostas entregues a concurso e de elaboração do relatório preliminar”, prévias à adjudicação da empreitada, para a qual ainda não há qualquer data definida. Sobre as prorrogações de prazo, explicou que foram solicitadas pelos potenciais concorrentes que adquiriram o caderno de encargos para apresentarem propostas a concurso.

O porta-voz da Comissão de Defesa da Linha do Oeste alertou também para os eventuais atrasos no fabrico de material circulante, que “não deve estar pronto antes de 2024”, o que implicaria a instalação na linha de “material eléctrico que a CP reconhece que está desgastado”. “Vamos continuar a ter transbordos entre comboios eléctricos e a diesel, o que aumenta o tempo de deslocação”, perspetivou, acrescentando que “quem perde são os utentes e o transporte ferroviário, que vai continuar a não ser competitivo com o transporte rodoviário”.

A Comissão de Defesa da Linha do Oeste pediu ainda “uma política de preços que incentive o uso do comboio”, interligações aos transportes rodoviários de passageiros nos centros urbanos e ligação à Linha do Norte.

O projeto de modernização da Linha do Oeste (Sintra/Figueira da Foz) está dividido em duas empreitadas, sendo a primeira a de eletrificação e modernização do troço entre Mira Sintra-Meleças (Sintra) e Torres Vedras (61,7 milhões de euros), cujas obras já começaram, e a segunda de modernização e eletrificação do troço entre Torres Vedras e Caldas da Rainha (40 milhões de euros), para a qual já foi lançado concurso público.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Mais eucaliptos nas Caldas

Uma portaria publicada no Diário da República no dia 5 de janeiro aumenta o limite máximo da plantação de eucaliptos em diversos concelhos do país, incluindo Caldas da Rainha, que passa de 5702 para 6272 hectares.

eucaliptos

Museu Nacional Resistência e Liberdade arranca em fevereiro

Tem início em fevereiro a empreitada com vista à instalação do Museu Nacional Resistência e Liberdade na Fortaleza de Peniche, devendo a mesma estar concluída no primeiro trimestre de 2023, de modo a que possa ser inaugurado a 25 de abril de 2023, um ano antes das comemorações do 50º aniversário da Revolução dos Cravos.

museu

Cercina reforça respostas sociais

A Cercina – Cooperativa de Ensino, Reabilitação, Capacitação e Inclusão da Nazaré, reunida em assembleia geral no dia 29 de dezembro, aprovou por unanimidade o Plano de Atividades e Orçamento para 2022.