Q

Previsão do tempo

16° C
  • Monday 25° C
  • Tuesday 25° C
  • Wednesday 21° C
17° C
  • Monday 25° C
  • Tuesday 26° C
  • Wednesday 21° C
17° C
  • Monday 27° C
  • Tuesday 28° C
  • Wednesday 22° C

Olhar JSD

Camila Reis - Vogal da JSD Caldas da Rainha
24 de Junho, 2021
O mês que dá início ao verão, para muitos significa o final de um ano letivo trabalhador, que com ele traz a altura de tomar grandes decisões, enquanto para outros o stress de terem que estudar para os exames nacionais. O verão é sinónimo de férias, mas num ano tão difícil como foi o que vivemos, com muitos negócios a fechar, muitos esperavam a chegada do verão, para que a sua situação melhorasse.
Camila Reis - Vogal da JSD Caldas da Rainha

Devemos apoiar o que é nosso! Principalmente os pequenos negócios que acabam por ser os mais afetados pela pandemia. São várias as coisas que se pode fazer para os apoiar.

Queres comprar pão, carne, peixe ou fruta? São várias as padarias que existem pela cidade, assim como os talhos. Temos um magnífico mercado do peixe. Sabias que ao comprares, nem que seja uma pequena quantidade de peixe, estás ajudar vendedores e a dar motivos para continuarem a deslocar-se até à nossa cidade, além disso, tens a certeza que os produtos são nacionais e frescos.

À nossa linda e maravilhosa Praça da Fruta sei que são muitas as pessoas que não se conseguem lá deslocar por motivos de horário de trabalho, uma vez que só decorre de manhã. No entanto, uma vez que se realiza todos os dias da semana, é uma questão de organização pessoal, basta guardar um dia para deslocarem-se lá e fazerem as compras para a semana.

Pessoalmente, o dia que mais gosto de ir a praça é ao sábado, por ser uma espécie de “bem-vindos”, o sábado é o dia que tem mais movimento e o dia em que mais vendedores estão presentes. As cores, o cheiro, o sorriso dos vendedores, o barulho de fundo, os carros, tudo isso é único e inexplicável.

Agora devem estar a pensar mas se eu for a uma grande superfície (Continente, Pingo Doce, entre outras…) poupava tempo, não me tinha de preocupar com estacionamento e talvez ainda tivesse alguns descontos. Pois, até pode ser verdade mas algumas dessas grandes superfícies nem são portuguesas, os produtos são estrangeiros e ainda vão substituir pessoas por caixas rápidas. Caixas essas que podiam estar a dar emprego alguém que precise. Esse é um dos lados maus da tecnologia estar avançar tão rápido.

Tentar evitar comprar nessas grandes superfícies, é ajudar o mercado tradicional, mas se não tiver outra opção tente comprar produtos nacionais, vá a uma caixa normal, receba o trabalhador com um sorriso. Sim, eu sei que estamos de máscara mas mesmo estando com a máscara os olhos sorriem, no final agradeça e deseje um resto de um bom dia.

Atender ao público é uma tarefa bastante complicada e nem sempre as pessoas são compreensivas, algumas nem “um obrigado” dizem, por esse motivo, mesmo que esteja a passar o mau dia tente ser simpático, esse “sorriso nos olhos” pode melhorar muito o dia da pessoa que está atrás de um balcão!

A roupa e a tecnologia são das coisas que eu noto que as pessoas são mais influenciadas. No caso da tecnologia, algo que está avançar bastante rápido, as pessoas querem sempre mais e melhor. No caso dos telemóveis podem ter um relativamente bom e ainda pode durar uns 2/3 anos, mas se saiu um novo a pessoa vai querer esse. E isso nos jovens nota-se mais ainda.

No caso da roupa acho que é mais virado para as mulheres que podem não gostar do que está na moda, mas acabam automaticamente ir para o que está na moda. O verão é sinónimo de sair da nossa zona, são muitos os portugueses que preferem o estrangeiro mas este ano fique por Portugal. De norte a sul são vários os sítios incríveis que existem e estão por conhecer.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Deco Ribatejo e Oeste já é um centro Eusoudigital

A Deco (associação de defesa do consumidor) aceitou o convite do programa Eusoudigital e promove a capacitação dos consumidores da região Ribatejo e Oeste para a transição digital.

deco

VASP desrespeita decisão do tribunal e continua a cobrar taxas aos seus agentes

A Associação Nacional de Vendedores de Imprensa (ANVI) vem divulgar o desrespeito total da VASP - Distribuidora de Publicações, SA, ao cumprimento das ordens do tribunal, providência cautelar de 9 de julho de 2021 e despacho do dia 9 de setembro de 2021, que suspendeu a taxa diária de distribuição.