Q

Previsão do tempo

8° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 13° C
9° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 13° C
8° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 13° C

Peça que reinterpreta Bordallo avaliada em 4500 euros

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Bordallo Pinheiro, fábrica de faianças das Caldas da Rainha, acaba de lançar a peça Dora, da coleção WWB - WorldWide Bordallianos, na sequência das coleções “7 Bordallianos de Portugal” e “20 BB - Bordallianos do Brasil”.
Dora, uma escultura do designer Humberto Campana

É precisamente do outro lado do Atlântico que surge Dora by Estudio Campana, uma escultura do designer Humberto Campana, inspirada numa notícia de 2019 sobre um urso polar encontrado a revirar lixo na Ucrânia.

Este retrato cruel das consequências da crise ambiental tem como base a intervenção artística que o designer realizou sobre o conjunto escultórico o “Lobo e o Grou”, de Raphael Bordallo Pinheiro, que numa situação semelhante à da notícia, se alimenta de restos inapropriados, como escova de dentes, embalagens de medicamentos e correntes.

“A mensagem desta peça é uma chamada de atenção para o desrespeito com a vida animal e a arrogância do mundo civilizado, que fecha os olhos ao impacto do seu comportamento irresponsável, ignorando que essa cadeia de destruição é circular e, inevitavelmente, vai afetar todo o planeta”, afirma Humberto Campana, que deu a esta escultura muito pessoal o nome do seu cão.

No valor de 4500 euros, é uma peça de edição numerada e limitada a 135 exemplares.

A coleção WWB – WorldWide Bordallianos é um projeto no qual nomes nacionais e internacionais ligados às áreas criativas das artes plásticas, do design e da moda são convidados da Bordallo Pinheiro a reinterpretarem “Bordallo”, à luz da sua própria arte e do seu próprio processo criativo. Às peças Figo, de Paula Rego; Banana Prata da Madeira, de Nini Andrade Silva, e a Quimera, de Alexandre Farto aka Vhils, junta-se, agora, Dora by Estudio Campana.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Vamos Mudar critica utilização da ampliação da Urgência do Hospital

O movimento cívico independente Vamos Mudar (VM), que lidera a Câmara Municipal das Caldas da Rainha, lamenta e desconhece as razões pelas quais as obras de ampliação do Serviço de Urgência do Hospital das Caldas “não estão a ser ainda amplamente aproveitadas”. O VM questiona se é por “falta de acabamentos, de equipamentos ou de recursos humanos”.

vm 2

Mercado de Santana foi palco do início de campanha do CDS com o líder

A campanha para as eleições legislativas começou para o CDS no concelho das Caldas da Rainha, mais propriamente no Mercado de Santana, em Alvorninha, no passado domingo, com a presença do líder do partido, Francisco Rodrigues dos Santos, acompanhado dos cabeças de lista por Leiria e Santarém, António Galvão Lucas e Pedro Melo, respetivamente, para além de outras figuras, como o candidato em nº4 por Leiria, Paulo Pessoa de Carvalho, que nas últimas autárquicas liderou a coligação na qual constava o CDS, que concorreu à Câmara das Caldas.

cds

Homenagem a Luís “Bicau”

A Oeste Rescue, associação de nadadores salvadores, prestou na tarde do passado sábado homenagem ao Luís Alberto, conhecido por “Bicau”, de 44 anos, que há dias foi encontrado morto nas imediações da Lagoa de Óbidos.

bicau