Q

Previsão do tempo

7° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
7° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
7° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 14° C

Padre anda de jipe a benzer paroquianos em Óbidos

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Um padre está a percorrer as quatro paróquias que dirige no concelho de Óbidos para levar a bênção e palavras de conforto aos fiéis, que em tempo de pandemia não podem ir à missa, transportando o Santíssimo Sacramento em cima de um jipe descapotável cedido por um particular e dando a bênção a quem o espera à porta ou janela de casa.
Passagem pelo centro da Amoreira

O padre Marco Leotta pretende chegar a todos os paroquianos, sobretudo os idosos, impedidos, neste período de pandemia, de assistir às celebrações comunitárias, que deixaram de haver por causa da Covid-19.

No passado sábado percorreu as ruas da freguesia de Amoreira, para a bênção com o Santíssimo Sacramento aos habitantes. “Este ato não tem nada de supersticioso. É um momento de oração no qual Nosso Senhor se faz próximo de nós e também uma forma de chegar a tantas pessoas, sobretudo, idosas, muitas delas vivendo sozinhas, privadas, neste período, de assistir às celebrações”, declarou o pároco.

Ao longo do percurso pelas casas de mais de mil habitantes o padre foi acompanhado por viaturas dos bombeiros voluntários de Óbidos, da Proteção Civil e da Junta de Freguesia da Amoreira.

O responsável pelas paróquias de Nossa Senhora de Aboboriz (Amoreira), do Sagrado Coração de Maria (Olho Marinho), de São Sebastião (Sobral da Lagoa) e de Nossa Senhora da Piedade (Vau) tem realizado missas pelo Facebook, mas admitiu que os idosos não tenham acesso, daí, respeitando as normas de segurança, evitando formar ajuntamentos de pessoas, dar a bênção a quem está à janela, no quintal ou à porta de casa. Os fiéis ficaram comovidos e motivados. Alguns deles embelezaram os espaços onde estavam com ramos, flores, imagens, colchas e toalhas penduradas nas janelas ou varandins.

Maria da Conceição confessou sentir “falta de ir à missa”, apontando que era “um momento aproveitado para sair de casa”. “É bom para a aldeia e para os velhotes que estão fechados em casa”, declarou Deolinda Penteado. “Gostei muito, senti-me emocionada. Sou católica. Dantes ia sempre à missa todos os domingos”, indicou Emília Carvalho. “Emociono-me sempre que passam imagens religiosas, quer em maio ou na altura das festas da padroeira”, contou Rosa Horta.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Museu Nacional Resistência e Liberdade arranca em fevereiro

Tem início em fevereiro a empreitada com vista à instalação do Museu Nacional Resistência e Liberdade na Fortaleza de Peniche, devendo a mesma estar concluída no primeiro trimestre de 2023, de modo a que possa ser inaugurado a 25 de abril de 2023, um ano antes das comemorações do 50º aniversário da Revolução dos Cravos.

museu

Fraude de vinte milhões de euros com IVA de venda de carros

Um esquema fraudulento relacionado com o comércio de automóveis que visava contornar a legislação europeia e nacional de forma a não entregar, aos Estados respetivos, o IVA que devia ser arrecadado com essas transações, foi desmantelado pela Polícia Judiciária, que deteve dois suspeitos, na sequência de mandados de detenção emitidos pela Secção de Caldas da Rainha do Departamento de Investigação e Ação Penal de Leiria.

carros

Cercina reforça respostas sociais

A Cercina – Cooperativa de Ensino, Reabilitação, Capacitação e Inclusão da Nazaré, reunida em assembleia geral no dia 29 de dezembro, aprovou por unanimidade o Plano de Atividades e Orçamento para 2022.