Q

Previsão do tempo

10° C
  • Tuesday 11° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
10° C
  • Tuesday 11° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 13° C
10° C
  • Tuesday 11° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 13° C

Deputados querem direção efetiva no centro distrital da Segurança Social

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Os deputados do PSD do círculo de Leiria questionaram a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social sobre a razão de há já dois meses o centro distrital da Segurança Social de Leiria ter passado a ter diretoras em suplência em vez de ser preenchido o cargo com uma nomeação efetiva.

Segundo a interpelação, feita sob a coordenação do deputado das Caldas da Rainha, Hugo Oliveira, “Leiria é um distrito com uma população de cerca de meio milhão de habitantes e que à semelhança da do resto do país está envelhecida, a que se somam diversos problemas sociais nas várias camadas etárias. O centro distrital da Segurança Social de Leiria que tem a sua área de jurisdição nos 16 concelhos do distrito, é uma instituição de extrema importância e de particular relevância, ainda mais no contexto em que vivemos, quer de pandemia, quer de estado de emergência”.

“No nosso distrito também existem centenas de IPSS, muitas são lares e alguns já foram afetados pela Covid-19 e Segurança Social assume aqui uma vital importância”, vincam os deputados.

“A anterior diretora terminou a sua comissão de serviço e deixou de ser diretora desta instituição no final de fevereiro deste ano, ainda antes de no nosso pais ter sido detetado o primeiro caso de Covid-19. Posteriormente, foi nomeada uma nova diretora em suplência, que desempenhou essas funções durante o mês de março e em 1 de abril reformou-se. De seguida foi nomeada uma nova diretora em suplência”, relatam.

Os social-democratas mostram-se preocupados por, num curto espaço de tempo, o centro ter tido três diretoras, “o que pode causar alguma instabilidade nesta instituição num momento crucial como este”, não percebendo o motivo pelo qual não foi nomeado para Leiria um diretor efetivo ou aberto concurso para o cargo.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Mais eucaliptos nas Caldas

Uma portaria publicada no Diário da República no dia 5 de janeiro aumenta o limite máximo da plantação de eucaliptos em diversos concelhos do país, incluindo Caldas da Rainha, que passa de 5702 para 6272 hectares.

eucaliptos

Museu Nacional Resistência e Liberdade arranca em fevereiro

Tem início em fevereiro a empreitada com vista à instalação do Museu Nacional Resistência e Liberdade na Fortaleza de Peniche, devendo a mesma estar concluída no primeiro trimestre de 2023, de modo a que possa ser inaugurado a 25 de abril de 2023, um ano antes das comemorações do 50º aniversário da Revolução dos Cravos.

museu

Cercina reforça respostas sociais

A Cercina – Cooperativa de Ensino, Reabilitação, Capacitação e Inclusão da Nazaré, reunida em assembleia geral no dia 29 de dezembro, aprovou por unanimidade o Plano de Atividades e Orçamento para 2022.