Q

Previsão do tempo

16° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 25° C
17° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 26° C
17° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 27° C
  • Monday 28° C

Aniversário da Reserva Natural das Berlengas com visitas virtuais

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Na semana em que se comemorou o 38º aniversário da Reserva Natural das Berlengas (3 de setembro), foi lançada a App Life Berlengas, que convida a uma visita virtual a este arquipélago. A aplicação gratuita foi desenvolvida pelo projeto Life Berlengas. Coordenado pela Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), o projeto visa restaurar e proteger o ecossistema do arquipélago.
App Life Berlengas convida a uma visita virtual a este arquipélago

“Com esta App, qualquer pessoa pode ter as Berlengas no bolso”, diz Joana Andrade, coordenadora do projeto Life Berlengas e do Departamento de Conservação Marinha da SPEA. “E se for visitar a ilha, tem informação na App sobre o que lá pode encontrar, tanto em termos de infraestruturas e pontos de interesse, como em termos de aves, plantas, lagartixas, e até da própria história da ilha”, adianta.

A App convida a explorar as paisagens deslumbrantes desta ilha ao largo de Peniche, desde o esplendor das grutas ao nível do mar às imponentes falésias. Para além de fotografias e informação sobre as várias espécies que vivem e visitam as Berlengas, a App conta a história geológica da ilha e retrata os vários povos que nela assentaram âncora ao longo dos tempos, desde marinheiros romanos aos turistas do século XXI. Podem-se ainda ouvir os curiosos sons das aves marinhas que nidificam no arquipélago.

Para quem quiser passar da visita virtual à visita em pessoa, a App descreve o percurso dos trilhos que podem ser seguidos na ilha, e dá dicas para garantir que a visita não perturba o equilíbrio deste tesouro natural.

Reserva Mundial da Biosfera da Unesco, as Berlengas são um importante refúgio para as aves marinhas e para três espécies de plantas que apenas ali existem. Graças ao trabalho do Life Berlengas ao longo dos últimos cinco anos, a vegetação natural das Berlengas tem-se restabelecido, e aves ameaçadas encontram cada vez melhores condições no arquipélago.

“Esta App é uma forma de partilharmos com toda a gente as maravilhas deste arquipélago”, afirma Joana Andrade. “É partilhar uma paixão e uma vontade de a proteger”, adianta.

A App Life Berlengas pode ser utilizada em português ou inglês, e está disponível gratuitamente na Google Play Store e em www.berlengas.eu.

Este projeto visa conservar a biodiversidade do arquipélago das Berlengas. Coordenado pela SPEA, o projeto tem como parceiros o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), a Câmara Municipal de Peniche, a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, tendo ainda a Escola Superior de Tecnologia e do Mar de Peniche como observador. O projeto, que decorre de 2014 a 2019, é co financiado pelo Programa LIFE+ da União Europeia e pelo Fundo Ambiental.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Problemas da saúde transmitidos em audiência com secretária de estado  

A secretária de estado da saúde, Maria de Fátima Fonseca, transmitiu nesta sexta-feira ao presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, Vitor Marques, que estão a ser tomadas várias medidas para reforçar a capacidade de recrutamento de médicos, um dos principais problemas que afetam o setor da saúde na região e no país.

secretaria

Cinco ucranianos inauguram centro de residências artísticas

Um centro de residências artísticas situado na cidade de Alcobaça é dado a conhecer a partir desta sexta-feira, com a inauguração da exposição de um de cinco artistas ucranianos que se encontram alojados temporariamente no espaço, num projeto criado por uma equipa que inclui um elemento formado em artes plásticas na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha.

central1

Marcha do Orgulho com mais de 300 participantes

Realizou-se nas Caldas da Rainha, no passado domingo, uma marcha em defesa da comunidade lésbica, gay, bissexual, transgénero e outras orientações de género, com mais de três centenas de manifestantes a rejeitarem serem discriminados e a reclamarem por condições que permitam assumir as suas escolhas perante a sociedade.

marcha1