Q

Previsão do tempo

25° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 25° C
26° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C
25° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C

Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste promoveu abertura da semana francófona

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Semana da Francofonia que a cidade das Caldas da Rainha acolhe até dia 23 de março teve abertura na passada segunda-feira, com um espetáculo do Moulin Rouge e a recriação da Place du Tertre, um bairro boémio em Montmartre, Paris, dinamizado pelos alunos da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO).
Um verdadeiro espetáculo do Moulin Rouge na abertura da semana francófona na EHTO

Na recriação da praça em Paris os alunos aprenderam em francês a ir aorestaurante, fazerseupedidoe elogiar ou dar precisões sobre a ementa.

Houve ainda a declamação do poema“Il pleure dans mon coeur“, de Paul Verlaine,e a leitura do livro “Les enfantsde laliberté”, de Marc Levy, autor de língua francesa mais lido em todo o mundo.

A tarde foi abrilhantada pela atuação dos alunos do Conservatório de Música de Caldas da Rainha.

A plateia estava repleta de francófonosque vivem na região Oeste, além de alunos e professores da EHTO e a organizadora da Semana da Francofonia, Maria do Carmo Brandão, diretora da Alliance Française. Estiveram ainda presentes os parceiros da iniciativa, Daniel Pinto, diretor da EHTO, João Mateus, subdiretor da ESAD.CR, Maria João Veloso Oliveira, diretora do Conservatório das Caldas, e Jean Pierre Hougas, representante da União dos Franceses do Estrangeiro (UFE), diante de um evento marcante na cultura francesa.

Foi servido pelos alunos da Escola de Hotelaria um cocktail com iguarias francesas e champanhe Francês patrocinado pelo E. Leclerc das Caldas da Rainha.

O espetáculo do Moulin Rougee a recriação da Place du Tertre foram coordenados pelas professoras da língua francesa, Catarina Rodrigues e Carla Soares.

Maria do Carmo Brandão elogiou a sessão de abertura e destacou os parceiros que “têm-se revelado fundamentais para que possamos ter um conjunto diversificada de atividades, o que enriquece a semana da Francofonia nas Caldas”.

Para esta responsável, é através deste projeto que os valores “do trabalho em equipa e de diálogo entre as culturas serão celebrados por meio de diversas ações culturais”.

Daniel Pinto, diretor da EHTO, disse que a escola já é parceira desta iniciativa há seis anos, considerando que é “importante para motivar os alunos num contexto de educação não formal”. “Durante os últimos anos o mercado francês, nomeadamente na nossa região, tem vindo a crescer, portanto parece-me bem valorizar a língua francesa junto dos nossos alunos, para eles percebam que é um mundo de oportunidades de trabalho”.

O E. Leclerc das Caldas da Rainha tem ao longo dos anos colaborado com a semana francófona das Caldas.

Programa

No dia 21, pelas 10h30, irá decorrer um torneio de petanca no Parque D. Carlos I. Pelas 15h30 realiza-se um recital de poesia francesa no café concerto do CCC.

No dia 22, pelas 10h00, terá lugar um ateliê de pastelaria francesa na EHTO, pólo de Óbidos.

A apresentação do livro “Petit Pays” de Gaël Faye” sobre o Burundi e a comunidade de refugiados ruandeses terá lugar no dia 22, pelas 14h30, nas instalações da Alliance Française.

O Ateliê de Cerâmica (técnica de Raku) vai realizar-se também pelas 14h30, na ESAD.CR. Das 16h00 às 17h30, na ESAD.CR, decorrerá o Ateliê de Francês por professoras da Alliance Française.

O almoço temático de gastronomia francesa vai realizar-se no dia 23 na EHTO.

A sessão de cinema é depois do almoço temático, pelas 15h00, na ESAD.CR, com o filme “La cour de babel”, de Julie Bertuccelli.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Exposição “Desenhus du Brunus nu Citrus”

Durante os meses de agosto e setembro podem ser vistas nas paredes do Citrus Coffee, na Praça da Fruta, nas Caldas da Rainha, 16 obras, entre caricaturas, cartunes e ilustrações, da autoria do caldense Bruno Prates Ferreira.

bruno

Esculturas feitas de plástico alertam para a poluição das praias e oceanos

A Nazaré é um dos locais que recebem as esculturas da artista Soraia Domingos, feitas com plástico e resíduos não passíveis de serem reciclados, recolhidos na costa portuguesa pela Marinha Portuguesa, ao abrigo do projeto TransforMAR, do Lidl. Todo o restante material plástico, passível de ser reciclado, será convertido em t-shirts.

plastico