Q

Previsão do tempo

16° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 21° C
17° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 21° C
17° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 22° C

68 novos médicos fazem internato no Centro Hospitalar do Oeste

26 de Janeiro, 2016
O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) acolheu 68 médicos internos, que escolheram as Unidades de Caldas da Rainha e de Torres Vedras para iniciarem a sua atividade profissional. Em 2015 tinham entrado 63 médicos internos.
Médicos escolheram as Unidades de Caldas da Rainha e de Torres Vedras para iniciarem a sua atividade

Os médicos internos foram recebidos numa sessão de boas vindas, no passado dia 4, na Unidade de Caldas da Rainha, pelo presidente do Conselho de Administração do CHO, Carlos Sá, pela diretora clínica do CHO, Isabel Carvalho, pelo diretor do Internato Médico do CHO, Joaquim Urbano, pelo Diretor do Internato Médico do ACES Oeste Norte, Licínio Fialho, pelo representante da Ordem dos Médicos, Manuel Seixas, e por alguns diretores de serviço das especialidades do CHO.

O internato médico realiza-se após a licenciatura em Medicina e corresponde a um processo único de formação médica especializada, teórica e prática, tendo como objetivo habilitar o médico ao exercício tecnicamente diferenciado na respetiva área profissional de especialização. No primeiro ano, designado por Ano Comum, os médicos passam, durante nove meses, pelos Serviços Hospitalares de Medicina Interna, Pediatria, Cirurgia Geral e mais duas especialidades opcionais. Os restantes três meses são dedicados à especialidade de Medicina Geral e Familiar e à Saúde Pública, nos Centros de Saúde do ACES Oeste Norte e ACES Oeste Sul.

Dos 68 médicos internos, 62 do Ano Comum e seis iniciaram a sua Formação Específica nas especialidades de Ortopedia e Medicina Interna.

Atualmente o CHO tem internos de Formação Específica nas especialidades de Ortopedia, Medicina Interna, Cirurgia Geral, Pediatria, e Pneumologia.

Utentes denunciam falta de médicos

O Movimento de Utentes dos Serviços Públicos denuncia a falta de médicos nos concelhos do Bombarral, Peniche, Marinha Grande, Leiria, Pombal, Porto Mós, Alvaiázere e Pedrógão Grande e no Hospital das Caldas da Rainha. “A situação agrava-se porque há médicos em idade de reforma, e a população em alguns concelhos é maioritariamente idosa e a precisar de cuidados de saúde”, refere o movimento.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Detido na Foz do Arelho por tráfico de droga

Um homem de 27 anos foi detido na Foz do Arelho na passada quarta-feira por tráfico de estupefacientes. No decorrer de uma ação de patrulhamento da GNR das Caldas da Rainha, com o reforço dos postos de São Martinho do Porto e do Bombarral, os militares depararam-se...

246347459 2428007130663237 4279653524251237677 n

Dupla fez roubo em supermercado e foi apanhada a assaltar restaurante

Dois jovens foram imobilizados por clientes quando tentavam assaltar um restaurante em Casais do Baleal, no concelho de Peniche, na noite de passada quinta-feira, depois de terem levado 290 euros de um supermercado na Foz do Arelho, sob ameaça de arma de fogo. Presentes a tribunal, foram deixados em liberdade com apresentações semanais às autoridades policiais, enquanto decorre o processo judicial.

assalto