Q

Previsão do tempo

20° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 22° C
20° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 23° C
20° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 24° C
  • Wednesday 25° C

Aguarelas expostas nas escadarias do The English Centre

Marlene Sousa
11 de Junho, 2014
Nas escadarias do The English Centre, no Centro Comercial D. Carlos I, até ao dia 28 de junho é possível ver a oitava edição da ARTZ, composta por trabalhos de quatro aguarelistas de Caldas da Rainha que trabalham e estudam em conjunto os segredos e técnicas sob a orientação do aguarelista António Bártolo.
Alcida Maria Morais, Maria Gonzaga, Carlos Ribeiro e Ana Luiza Frazão

Alcida Maria Morais, Marla Chaves, Maria Gonzaga e Ana Luíza Frazão e António Bártolo mostram em conjunto 25 trabalhos “retrospetivos dos seus interesses e tendências artísticas, todos unidos na paixão pela pintura”.

A exposição intitulada “PROVOCAndo a ARTE”, foi inaugurada no dia 30 de maio, tornando-se num acontecimento cultural que tem lugar desde 2006 e que passou a fazer parte da agenda cultural das Caldas da Rainha.

“É um grupo que se encontra nas Caldas para trabalhar e estudar, em conjunto, os segredos e técnicas da aguarela, sob a orientação do professor António Bártolo e dado a qualidade do trabalho deles desafiei-os a exporem no ARTZ que tem como objetivo promover os artistas da cidade ou da região”, disse Carlos Ribeiro, relações externas daquela escola.

As obras expostas foram escolhidas pelos artistas tendo em conta o espaço. A maioria dos temas das aguarelas é alusiva à cidade das Caldas, Lagoa de Óbidos, Foz do Arelho e à região. No último patamar, estão cinco obras da Igreja de Nossa Senhora do Pópulo. “A partir do mesmo local, cada um dos artistas pintou de acordo com o seu estilo e o seu sentimento”, referiu Carlos Ribeiro. Para este responsável existe nos trabalhos expostos “muito sentimento pessoal”.

Luíza Frazão já conhecia a ARTZ porque os seus filhos frequentavam o The English Centre e para ela “é uma iniciativa espetacular para promover a cultura e os artistas”. Trouxe ao evento cinco aguarelas, com paisagens da Foz do Arelho, das barracas características das praias desta zona e com paisagens da cidade das Caldas e da natureza.

Ao contrário dos anos anteriores em que a exposição ficava patente duas semanas, pela primeira vez a mostra vai estar aberta ao público durante três semanas. Dedicada aos seus alunos em particular, que tiveram direito a visitas guiadas, e aberta ao público em geral, a exposição pode ser vista de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 13h00 e das 14h00 às 19h00..

Marlene Sousa

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Deputados interrogam ministra sobre carências nas extensões de saúde

Os deputados do PSD na Assembleia da República Hugo Oliveira, Margarida Balseiro Lopes, Pedro Roque, Olga Silvestre e João Marques denunciaram “graves carências de funcionamento” das extensões de saúde de Santa Catarina, Rostos e A-dos-Francos, no concelho das Caldas da Rainha, tendo questionado a ministra da tutela sobre diversas situações.

deputados

Condução perigosa na A8 entre Tornada e Caldas

A zona da A8 entre Tornada e Caldas da Rainha está referenciada pelo Destacamento de Trânsito (DT) de Leiria da GNR como palco de condução perigosa, tendo levado à detenção de alguns condutores ao longo do último mês.

corridas