Q

Previsão do tempo

21° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 24° C
21° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 24° C
21° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 26° C

Eva é imagem de campanha de recolha de manuais escolares

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
No sentido de tentar dar resposta às dificuldades sentidas por algumas famílias na aquisição dos manuais escolares representantes de várias instituições e alguns estabelecimentos do Comércio Tradicional das Caldas da Rainha juntaram-se em prol de uma campanha solidária de recolha de livros. Em simultâneo haverá em algumas lojas da cidade uma recolha de fundos para a aquisição de material para a disciplina de Educação Visual e Tecnológica das escolas do 2º e 3º ciclo das Caldas.
A boneca Eva é a mascote da campanha solidária

A boneca Eva, criada por Paula Mendes, da Boutique das Artes, será a mascote deste projeto, sob a designação “Eva – Campanha Solidária”, que vai decorrer entre 7 de agosto e 2 de setembro com o objetivo de apoiar as famílias mais carenciadas do concelho das Caldas da Rainha.

O projeto foi apresentado no dia 31 de julho em conferência de imprensa na Câmara Municipal das Caldas, pelos representantes das entidades envolvidas: O vereador Tinta Ferreira, João Frade, presidente da Associação Comercial dos Concelhos das Caldas da Rainha e Óbidos (ACCCRO), a empresária Paula Mendes, António Marques, diretor da Expoeste, José Pimpão, presidente do novo agrupamento Raul Proença, e Aida Horta, responsável pela Biblioteca Municipal das Caldas.

Segundo João Frade, numa ideia de Paula Mendes e Sandra Lacerda, surgiu a possibilidade de se avançar com uma campanha de recolha de manuais escolares que poderão ser entregues em alguns espaços comerciais da cidade e que serão depois distribuídos nos dias 6 e 7 de setembro no Centro Comercial Vivaci. “É uma forma de podermos ajudar as famílias com mais dificuldades envolvendo o estabelecimento comercial de Paula Mendes mas também envolvendo de uma forma geral o comércio”, disse o presidente da ACCCRO. Este responsável apela aos encarregados de educação que tenham livros escolares de outros anos e que estejam em boas condições possam fazer o depósito numa das lojas aderentes, nesta primeira fase que são Boutique das Artes – Rua Raul Proença, 56 A; Papelaria Vogal – Av. 1º maio, 8 e Almeida & Santos – Rua Miguel Bombarda, Lj 12.

Todos os manuais que não venham a ser distribuídos serão entregues na Biblioteca Municipal, que também tem a decorrer uma campanha de recolha de livros intitulada “Dar e Partilhar”.

João Frade revelou que em simultâneo decorrerá uma recolha de fundos em moldes para a aquisição de material para as aulas de educação visual. Este material será distribuído pelas escolas aos alunos mais carenciados. Para esta recolha será colocado nas lojas aderentes uma caixa onde a população poderá colocar o seu donativo.

Para dinamizar esta campanha, a mascote Eva passeará aos sábados no centro da cidade com o objetivo de sensibilizar as crianças e a população a aderirem ao projeto solidário.

Para Paula Mendes é nestas alturas de muitas dificuldades que temos de ser “solidários e animar a população caldense”. Esta responsável referiu ainda que esta campanha solidária com a imagem da boneca “Eva” servirá também para o arranque do Artshow 2012 que irá decorrer nos dias 6 e 7 de outubro na Expoeste. “O Artshow não tem fins lucrativos. Pretendemos divulgar a arte e levá-la para a rua, dando a oportunidade aos artistas de trabalharem ao vivo”, sublinhou a empresária.

António Marques falou do sucesso do Artshow, que iniciou o ano passado com a presença de 60 artistas e que já tem para esta edição a confirmação de mais de 200 artistas no campo da pintura, escultura e cerâmica. “Isto vai-se fazer de uma forma muito engraçada, com um open space na Expoeste onde com a colaboração de algumas empresas caldenses vamos colocar à exposição de cada artista uma frente com 18 metros quadrados para poderem expor os seus trabalhos”, explicou o diretor da Expoeste, acrescentando que a iniciativa “vai animar a cidade e provar que com algum esforço nomeadamente da Paula Mendes é possível fazer coisas de interesse mesmo com as dificuldades económicas que existem”.

Solidário com o projeto o presidente do agrupamento Raul Proença, disse que a Escola está disponível para colaborar nomeadamente na identificação dos alunos mais necessitados no que refere à entrega do material na área de educação visual e tecnológica. Referiu ainda que a recolha de livros escolares não só ajuda quem mais necessita como é uma forma de combater o desperdício, reutilizando os manuais em benefício do ambiente.

O vereador Tinta Ferreira elogiou o projeto nomeadamente numa altura “de grandes dificuldades para muitos encarregados de educação que perderam os seus empregos”.

“Dar e Partilhar” na Biblioteca Municipal

A bibliotecária Aida Horta associou-se à iniciativa revelando que arrancaram em 2011 o projeto “Dar e Partilhar” que se baseia na recolha e entrega de manuais escolares. Em virtude do sucesso que tiveram o ano passado, iniciaram uma nova edição deste projeto em maio.

Segundo Aida Horta, desde o dia 1 de junho que estão a receber diariamente manuais escolares, exclusivamente a partir do ano 2008. Os livros podem ser entregues na Biblioteca Municipal e no posto de leitura da Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Pópulo. Após a triagem dos manuais, são inseridos numa base de dados intitulada “Dar e Partilhar” que se encontra desde o mês de junho, online no site da Câmara Municipal, podendo ser consultada para verificação da existência e disponibilidade dos manuais de que necessitem. Esta consulta também pode realizar-se presencialmente na biblioteca.

A bibliotecária revelou que na campanha de recolha de livros o ano passado foram reaproveitados 259 manuais escolares (junho a novembro). Este ano já receberam 451 livros, já foram entregues 181 manuais e atualmente a base de dados tem 188 títulos de livros escolares.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Obras arrancam em setembro no Centro de Saúde de Óbidos

Foi assinado no dia 10 de agosto, no Centro de Saúde de Óbidos, o auto de consignação da requalificação da unidade de saúde. Trata-se de um investimento de 473.991,83€ (acrescido do valor do IVA) e com um prazo de construção de dez meses. A cerimónia contou com a presença do executivo municipal de Óbidos, do diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte, João Gomes, e de João Soares, gerente da Sunever Engenharia, Lda, empresa que vai realizar a obra.

centro

Nadadouro com nove dias de animação

De 29 de julho a 6 de agosto realizou-se no Nadadouro, nas Caldas da Rainha, a festa em honra de Nossa Senhora do Bom Sucesso, habitualmente uma das iniciativas mais concorridas fora da sede do concelho.

animacao

Lavadouro embelezado

A Junta de Freguesia do Nadadouro requalificou o lavadouro, construído em 1980, e transformou-o num verdadeiro tributo às lavadeiras da localidade.

lavadouro