Q

Previsão do tempo

22° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 24° C
21° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 24° C
22° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 26° C

Consolidação da Industria Conserveira

Carlos Barroso

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O secretário de estado do mar, veio a Peniche anunciar que está em curso uma reformulação da doca pesca dos portos nacionais e que o de Peniche será dos mais importantes do país, até porque houve um acordo entre o governo autarquia e administração do porto para a fixação de uma empresa conserveira.
o secretario de estado do mar esteve em Peniche/foto Carlos Barroso

“O investimento da doca pesca faz parte do plano de expansão da infraestrutura. Estamos a planear novas realidades, porque estamos a olhar para o sistema de portos nacionais e ver aquilo que temos de por em pratica por forma a valorizar ainda mais aqueles que são os nossos portos significativos e que contribuem para a economia do mar”, disse Manuel Pinto Abreu. Para Peniche, ainda não há um plano, mas este “é dos portos de pesca nacionais que mais potencial tem. Será um alvo previdencial de ações, porque tem um conjunto de infraestruturas como os ENP que dão apoio a uma atividade que a torna e valoriza qualquer iniciativa que aqui seja feita”, disse o governante. Uma das apostas para esses ativos é a fixação da maior empresa conserveira do país em Peniche, o que representa para o Governo um bom parceiro. “Havia uma estrutura da doca pesca que era necessário recuperar e como não havia disponível de um investimento para essa obra, mas havia uma grande vontade de uma grande empresa que pretendia expandir-se. Essa multinacional, é a maior do concelho e importa reter. Não se deixou que ela se deslocasse daqui e antes pelo contrário. Aproveitou-se uma infraestrutura que conjunge vontades, obrigando-a a crescer e fixar-se aqui. Ainda não estão assinados os documentos, mas estamos a chegar a bom porto para fixação definitiva de uma empresa fundamental para este porto”. Em suma a parceria, resume-se a uma infraestrutura que é do Estado, o terreno da câmara com cedência, a vontade do gabinete do secretário de Estado e a própria empresa para resolver a situação que se prolongava-se muito rapidamente. “Temos de olhar para todos os locais do país e aqueles que tiverem maior potencial serão aqueles que são objeto das ações. Peniche tem grande potencial, não só pelo porto em si, mas por todas as possibilidades que pode escoar, não só por mar como também por terra. Peniche tem todas as condições que a tornam um alvo apetecível. Numa ação de maior valorização ainda será importante para a região”, frisou o secretário de estado do mar. Também António José Correia, presidente da câmara municipal de Peniche esta parceria é um culminar de um trabalho em prol do mar que começa a ter frutos. “Na óptica municipal, o mar para Peniche tem recebido a atenção de todos e Peniche vai continuar a ser mais mar e com mais empregabilidade e com uma empregabilidade menos precária. Dentro de dias teremos também, para se proceder um novo acordo, associando estaleiros, embarcações, pescado, transformação de pescado, que é a consolidação da industria conserveira com a maior empresa do concelho de Peniche, com 800 trabalhadores, em conjunto com a câmara, a doca pesca a secretaria de estado, encontramos uma solução de modo que o porto saia mais enriquecido com as descargas da matéria prima aqui, com a população com mais emprego e também a operacionalidade da doca pesca e do entreposto frigorífico da doca pesca. Aprovamos agora o interesse público para construir uma unidade autónoma de gás aqui no concelho, para que dessa via haja um aumento da competitividade das empresas. 2012 será um ano muito importante para a afirmação do quadro de Peniche, naquilo que é o claustre do mar”, explicou. O plano para a doca pesca está por concluir uma vez que está em curso a restruturação do IPTM, com a constituição da direção geral dos recursos marítimos e da doca pesca. “Espero que este processo esteja concluído no final do ano. Estamos a olhar e a planear e nstério está a ser acompanhado com espectativa pela secretaria de estado do mar. “Vejo com bons olhos a exploração de gás natural ao largo de Peniche. As atividades no mar devem ser conscientes usando aquilo que há de melhor e preservar o ecossistema. Não tenho limitações nenhumas enquanto tiver o conhecimento perfeito de quais são os prejuízos que pode causar. Desde que as atividades seja feitas com o cuidado necessário para que não haja prejuízo em termos ambientais e sociais e sejam atividades de grande valor económico, deveremos desenvolve-las porque só assim conseguimos a sustentabilidade”, disse.

Carlos Barroso

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Obras arrancam em setembro no Centro de Saúde de Óbidos

Foi assinado no dia 10 de agosto, no Centro de Saúde de Óbidos, o auto de consignação da requalificação da unidade de saúde. Trata-se de um investimento de 473.991,83€ (acrescido do valor do IVA) e com um prazo de construção de dez meses. A cerimónia contou com a presença do executivo municipal de Óbidos, do diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte, João Gomes, e de João Soares, gerente da Sunever Engenharia, Lda, empresa que vai realizar a obra.

centro

Nadadouro com nove dias de animação

De 29 de julho a 6 de agosto realizou-se no Nadadouro, nas Caldas da Rainha, a festa em honra de Nossa Senhora do Bom Sucesso, habitualmente uma das iniciativas mais concorridas fora da sede do concelho.

animacao

Lavadouro embelezado

A Junta de Freguesia do Nadadouro requalificou o lavadouro, construído em 1980, e transformou-o num verdadeiro tributo às lavadeiras da localidade.

lavadouro