Q

Previsão do tempo

23° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 23° C
23° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 23° C
24° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C

Início do novo ano escutista em Óbidos

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Agrupamento 753 de Óbidos do Corpo Nacional de Escutas iniciou o Ano Escutista 2011/2012 com o tema «Escuta de Verdade» nos dias 8 e 9 de Outubro. A celebração eucarística dominical, presidida pelo padre Ivo Santos, na igreja paroquial de S. Pedro, em Óbidos, assinalou o arranque solene das actividades. Apoiado na liturgia, o […]
Início do novo ano escutista em Óbidos

O Agrupamento 753 de Óbidos do Corpo Nacional de Escutas iniciou o Ano Escutista 2011/2012 com o tema «Escuta de Verdade» nos dias 8 e 9 de Outubro. A celebração eucarística dominical, presidida pelo padre Ivo Santos, na igreja paroquial de S. Pedro, em Óbidos, assinalou o arranque solene das actividades. Apoiado na liturgia, o assistente adjunto do agrupamento de Óbidos, na sua homilia, dirigiu-se aos elementos mais novos referindo que “Jesus convida-nos para vários banquetes, estar nos escuteiros, obedecer aos chefes, fazer tudo aquilo que Jesus e Baden Powell nos diz, deixa-nos muito felizes”. “Ele faz este convite a todos, dá liberdade de escolha a cada um, mas nós aceitámos o Seu convite e estamos aqui hoje, é importante que cada vez que Jesus nos chame, dizermos sempre que sim”, apelou o novo presbítero Ivo Santos. O sacerdote recordou a sua viagem em missão a África que fez o ano passado, a uma povoação perto de Angola, para transmitir que apesar das circunstâncias de pobreza, havia anos em que existia abundância de colheitas e noutros anos a escassez de alimento, devido às condições climatéricas, no entanto, a população sabia sobreviver sem passar fome, agradecendo a Deus o pão de cada dia. “Nós que somos escuteiros temos de aprender a trabalhar com poucos recursos, mas também com muito material, e na nossa vida às vezes sentimos mais dificuldades, aprendemos a viver assim mas também com muitas coisas”, salientou o padre Ivo, acrescentando que “é importante saber agradecer a Deus por aquilo que Ele nos dá, mesmo que seja menos do que aquilo que gostaríamos de ter”. O Chefe de Agrupamento, Carlos Nunes, definiu os objetivos para o novo ano escutista que se inicia em Óbidos, destacando a progressão individual de cada elemento, no seu crescimento como homem e como escuteiro. “Com o ‘aprender fazendo’ levá-los a serem agentes do seu auto-conhecimento e a desenvolverem as capacidades e competências, numa palavra – fazer escutismo”, realçou o dirigente. Para levar a cabo este propósito, o agrupamento já tem um espaço para montar um ‘campo escola’ onde as secções possam ter disponíveis em permanência madeiras para construção, entre outros materiais necessários à vida em campo. A direcção pretende realizar também actividades com outros agrupamentos, partilhando assim experiências e conhecendo outras realidades. Para a chefia deste agrupamento, a formação “será sempre um objectivo presente, não só a dos elementos, mas também a dos adultos, temos já prevista a participação no Encontro de Guias do Núcleo do Oeste, referente às diversas secções, vamos enviar um candidato a dirigente a CIP (Curso de Iniciação Pedagógica), e para este triénio, apostar também na formação de nível II para alguns Dirigentes”. O Agrupamento 753 de Óbidos pretende concretizar algumas parcerias com entidades locais, como Bombeiros, GNR, Câmara e Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos. “Os Bombeiros vão ser nossos parceiros na formação, estamos a trabalhar com a Câmara Municipal num protocolo para nos cederem um espaço para a nossa futura sede, e com a Escola estamos muito entusiasmados em participar no projecto «A Escola na Horta»”, afirmou o chefe Carlos Nunes. Carlos Nunes é, desde 3 de Setembro, o novo Chefe de Agrupamento dos Escuteiros 753, de Óbidos. O dirigente vive na Usseira, concelho de Óbidos, é casado e tem três filhos, os quais também estão inseridos neste movimento escutista. João Polónia

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Colecionador quer expor arte erótica nas Caldas

Uma exposição de arte erótica do colecionador Paulo Moura, um dos fundadores da Confraria do Príapo, associação criada nas Caldas da Rainha, que esteve patente, de 6 a 21 de julho, em Caria, pode vir a estar exposta nas Caldas, caso a autarquia assim o queira.

exposicaoerotica2

Caldenses fizeram viagem de ida e volta ao Reino Unido de mota

Um casal de caldenses, ambos com 48 anos, percorreu, em junho, 4.500 quilómetros de mota para conhecer o Reino Unido, com paragens na República da Irlanda, antes de seguir para a Irlanda do Norte, Escócia e Inglaterra.

viagemdublin1