Q

Previsão do tempo

24° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 18° C
24° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 19° C
24° C
  • Sunday 26° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 20° C

Ordem do Trevo assinalou 12 anos com agradecimento aos voluntários e parceiros

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“Obrigado”, foi uma palavra muito repetida no 12º aniversário da associação Ordem do Trevo (OT), que comemorou a data da sua fundação com um jantar que decorreu no dia 23 de março no restaurante a Lareira, com mais de 100 participantes.
12º aniversário da associação Ordem do Trevo

Autarcas, representantes de empresas, escolas e instituições, voluntários, amigos e familiares marcaram presença no jantar. Prova que a OT se mantém viva e com motivação e vontade de contribuir para uma sociedade mais justa, melhor e mais solidária.

São doze anos de vida muito ativa numa associação que ajuda atualmente 70 famílias carenciadas das Caldas da Rainha (cerca de 350 pessoas).

Devido ao aumento de estrangeiros nas Caldas, a OT tem recebido mais pedidos de auxílio. “Têm vindo muitas pessoas, sobretudo imigrantes de Angola e do Brasil, pedir ajuda. Apesar de não conseguirmos aceitar mais inscrições, não deixamos de entregar o cabaz extraordinário a ninguém”, salientou o presidente da OT, José Viegas.

“A primeira palavra de gratidão é para os voluntários da OT, que sem eles isto não é possível”, disse o presidente da associação de solidariedade, acrescentando que uma estrutura deste género é “obra de muita gente e muito empenho”.

A segunda palavra de agradecimento foi “para os parceiros”, que segundo José Viegas, “são a roda que faz girar a OT”.

“São eles que nos acompanham, ajudam a fazer chegar os alimentos e fazem com que a nossas crianças possam praticar natação, ter acesso à saúde e apoio escolar”, referiu.

“Cada criança no início do ano escolar vai apetrechada com mochilas e todo o material necessário, combatendo assim o estigma social que poderia vir a ter”, salientou.

O responsável destacou o protocolo que assinaram com o Montepio Rainha Dona Leonor, que permite que crianças acompanhadas por esta associação de solidariedade social tenham acesso de forma gratuita a consultas e tratamentos em diversas especialidades, que incluem, entre outras, otorrinolaringologia, medicina dentária e pediatria.

No seu discurso, José Viegas disse ainda que depois de 12 anos a trabalhar em prol da sociedade caldense sem receber qualquer subsídio da Câmara considera que “é altura da comunidade e dos dirigentes políticos olharem para nós com outros olhos, pela ajuda discreta e eficaz que damos às pessoas que precisam até ao dia que já não necessitam”.

O vice-presidente do Município das Caldas, Joaquim Beato, referiu que é um orgulho comemorar os 12 anos de uma “associação que não é subsidiodependente e é acima de tudo solidária e estruturante com quem precisa”.

Realçou o facto de a OT “ter o cuidado de manter as pessoas que apoiam no anonimato”. “Quem precisa ou precisou não está aqui, mas estamos nós todos a agradecer uns aos outros para continuarmos esta luta e trabalho de exigência”, salientou.

O autarca garantiu que a “autarquia estará sempre com esta instituição”.

Agradeceu ainda a José Viegas pela forma como “tem conduzido a missão”.  

Homenageados

Como já é habitual foram homenageados os parceiros que ajudam a OT a apoiar as famílias, não só com alimentos, mas com a intervenção na área da saúde com vários protocolos e apoio ao estudo com centros de explicações e ainda a oferta de atividades desportivas.

Foram entregues 16 trevos e 6 prémios especiais.

A distinção do parceiro do ano foi para a ACCCRO – Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste que tem pautado a sua atuação com ajudas a esta causa.

ordem do trevo 2
A ACCCRO recebeu a distinção de parceiro do ano

O reconhecimento como parceiro foi para The Milky Angel’s e para o Montepio Rainha D. Leonor.

ordem do trevo 3
O reconhecimento como parceiro foi para The Milky Angel’s

José Serrenho recebeu a distinção de voluntário do ano e o prémio reconhecimento voluntário foi dado a Emília Sousa, que dedicou o prémio a todos os voluntários.

ordem do trevo 4
Reconhecimento à voluntária Emília Sousa

A vice-presidente da OT, Paula Botas, que pediu o afastamento do cargo por motivos pessoais, recebeu o prémio de reconhecimento e dedicação.

No final das distinções, a direção e voluntários homenagearam José Viegas pela sua dedicação.  

ordem do trevo 5
José Serrenho (voluntário do ano), José Viegas e Paula Botas foram reconhecidos
 

Foi uma noite emotiva que teve como animação os músicos Júlia Valentim e Fernando Lopes.

Foram cantados os parabéns a esta associação e fez-se um brinde ao futuro da OT, que vai ter em abril eleições para os novos órgãos sociais, passando de cinco para sete elementos. “Em 2024 haverá novas parcerias e novos projetos”, apontou José Viegas. 

Além da ajuda às famílias, a OT tem realizado com o JORNAL DAS CALDAS várias palestras sobre diversas temáticas importantes abertas à comunidade. “Prevenção e Promoção da Saúde” foi o tema da conferência que decorreu no ano passado no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha.

No dia 7 de abril, pelas 16h00, vai ter lugar no “La Vie” – Shopping Center das Caldas da Rainha – a apresentação do livro “a Cicatriz”, da jovem escritora Francisca Gama, que aborda o tema da violência doméstica.

No dia 21 de abril, o pavilhão da Expoeste, vai decorrer uma “Corrida ao Ovo” para as crianças que a OT apoia. A atividade é organizada por um grupo motard. O Centro de Educação Especial Rainha D. Leonor vai estar presente com alguns dos utentes.

A OT tem 21 voluntários e as inscrições estão abertas para quem tenha disponibilidade para ajudar quem mais precisa. Quem queira entregar alimentos não-perecíveis pode fazê-lo na Expoeste às quintas-feiras ou contactar a associação pelas redes sociais. 

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Estudantes visitam Paul de Tornada

A Associação PATO recebeu duas turmas da Escola Secundária Raul Proença, que realizaram um conjunto de atividades de voluntariado, explorando a Reserva Natural do Paul de Tornada numa visita guiada, contribuíram para o nascimento de um jardim sensorial e efetuaram ainda uma monitorização ambiental na Lagoa de Óbidos com o Projeto Coastwatch, recolhendo muito lixo marinho.

pato

Trio detido por tráfico de droga

O Núcleo de Investigação Criminal de Caldas da Rainha da GNR deteve três homens, com idades entre 25 e 35 anos, por tráfico de estupefacientes, nos concelhos do Bombarral e Caldas da Rainha.

trafico