Q

Previsão do tempo

14° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 21° C
14° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 21° C
15° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 23° C

Testemunhas de Jeová ensinam a encarar o futuro

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
As Testemunhas de Jeová vão realizar um programa especial em todo o mundo, no fim de semana de 1 e 2 de abril, com otema: “Você pode encarar o futuro com confiança!”. Esta apresentação gratuita de 30 minutos será igualmente realizada no Salão do Reino das Testemunhas de Jeová em Caldas da Rainha, na Rua […]

As Testemunhas de Jeová vão realizar um programa especial em todo o mundo, no fim de semana de 1 e 2 de abril, com o
tema: “Você pode encarar o futuro com confiança!”.

Esta apresentação gratuita de 30 minutos será igualmente realizada no Salão do Reino das Testemunhas de Jeová em Caldas da Rainha, na Rua da Jouriça, no. 8 (r/c A/B), no Bairro da Ponte, em três sessões: às 15h e 18h no sábado, e às 10h no domingo.

A opção de videoconferência estará igualmente disponível através do site jw.org.
“Os desafios que enfrentamos podem parecer esmagadores, mas a Bíblia tem uma esperança poderosa para o futuro que
pode ajudar-nos mesmo agora”, disse Amílcar Pinto, porta-voz das Testemunhas de Jeová para a Região Centro.

Entretanto, o memorial da morte de Jesus Cristo poderá ser assistido na sala de eventos do Hotel Vila D’Óbidos, na Quinta de
Santo Antão, no dia 4 de abril, às 20h. A entrada é gratuita e não é necessário qualquer registo.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Caminhada angariou 3900 euros para Liga Portuguesa Contra o Cancro

A caminhada realizada a 19 de maio, nas Caldas da Rainha, no âmbito da iniciativa do Núcleo Regional do Sul da Liga Portuguesa Contra o Cancro “Corrida Pela Investigação”, angariou 3900 euros para bolsas de investigação científica na área da oncologia.

caminhadaLPC1

População unida num “abraço” para a reabertura da Escola do Coto

O fecho da Escola Primária do Coto no final do ano letivo 2022/2023 “por falta de condições de segurança”, que na altura surpreendeu os pais e alunos, levou no dia 15 de maio dezenas de pessoas a protestarem junto ao estabelecimento de ensino para exigirem o arranque das obras de requalificação e a sua reabertura o mais breve possível.

Escola 1