Q

Previsão do tempo

15° C
  • Friday 17° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 15° C
15° C
  • Friday 17° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 16° C
15° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 16° C

Maior exposição de construções em Lego da Península Ibérica está de volta

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A maior exposição de construções em Lego da Península Ibérica está de volta, de 28 de outubro a 5 de novembro, ao salão de exposições da Expoeste, em Caldas da Rainha. Esta terceira edição do “Caldas Fan Event”, que ocupará mais de nove mil metros quadrados e que espera atrair “cerca de 30 mil visitantes”, contará com a réplica do templo Sagrada Família, e ainda várias construções temáticas como ninjas, figuras de "Star Wars" ou uma mesa de “Lego vintage”.
Entidades envolvidas na organização do Caldas Fan Event (foto Pedro Almeida)

A maior exposição de construções em Lego da Península Ibérica está de volta, de 28 de outubro a 5 de novembro, ao salão de exposições da Expoeste, em Caldas da Rainha. Esta terceira edição do “Caldas Fan Event”, que ocupará mais de nove mil metros quadrados e que espera atrair “cerca de 30 mil visitantes”, contará com a réplica do templo Sagrada Família, e ainda várias construções temáticas como ninjas, figuras de “Star Wars” ou uma mesa de “Lego vintage”.

Este evento, que é organizado mais uma vez em parceria pela Câmara Municipal das Caldas da Rainha, Expoeste, ADN – Agência de Comunicação Global e pelo Mundo dos Tijolos, “pretende colocar a cidade das Caldas da Rainha na rota dos amantes deste brinquedo como a “Capital das Construções em Lego”, explicou Dina Santos, da organização, na apresentação da iniciativa, no passado dia 1, nos Paços do Concelho.

Esta edição, que “pretende levar o nome da cidade mais além”, já conta com “mais de duas dezenas de construtores inscritos”, número que “poderá aumentar face à manifestação de interesse de amantes de Lego em mostrarem as suas construções”.

De acordo com a responsável, “os construtores que participam no nosso Caldas Fan Event são simplesmente pessoas que gostam de Lego, ou seja, amantes deste brinquedo, que se disponibilizam para mostrar a sua coleção particular”.

Os colecionadores participantes são de vários pontos do país, mas também do estrangeiro. É o caso Jurgen Bramigk, construtor que já participou na última edição do evento em 2019, com uma réplica da Catedral de Colónia, com mais de dois metros de comprimento, e que voltará este ano a integrar a mostra com uma réplica do templo Sagrada Família, em Barcelona.

A peça, que “será o grande destaque da edição”, tem três metros de altura, por três de largura e três de profundidade, sendo um projeto que “está a ser construído há dois anos”, em Colónia, na Alemanha, de onde será transportada “em caixas de madeira construídas pelo seu autor “, divulgou a organização.

A par desta “mega construção”, que contém centenas de milhares de peças Lego, poderão ser apreciadas “outras peças de coleções particulares”, como megacidades, cenários, monumentos, esculturas e ainda várias construções temáticas como ninjas, figuras de “Star Wars” ou uma mesa de “Lego vintage”.

Além disso “haverá construções que participaram na última edição e que foram melhoradas ao longo dos últimos quatro anos”, explicou Francisco Martins, do Mundo dos Tijolos, dando como exemplo a estação de comboios de um construtor da zona do norte do país, que “foi uma das peças mais elogiadas em 2019 e que passou dos seis para os dez metros de comprimento”. 

O certame, vocacionado para famílias, irá contar “com espaços onde as mesmas possam permanecer mais tempo”, como uma zona de convívio para os adultos e uma zona para crianças, com insufláveis, e ainda uma “playzone com centenas de peças disponíveis para criação de construções” e a realização de concursos para os participantes.

Simultaneamente haverá workshops e um espaço de animação, dinamizado pelas forças de segurança, com atividades no exterior do recinto. Tudo isto são atividades através das quais o Caldas Fan Event pretende atrair “o maior número de pessoas ao evento”, sublinhou Dina Santos, esperando que à semelhança das edições anteriores, em 2015 e 2019, o certame atinja os cerca de 30 mil visitantes.

O evento “não é só dedicado à Lego, mas também a outras vertentes que são importantes”, explicou João Carlos Costa, parceiro da organização, dando como exemplo o desenvolvimento de projetos como “a criação da primeira sala no mundo onde as crianças possam, ao longo de todo o ano, fazer construções Lego gratuitamente”.

O presidente da Câmara Municipal, Vitor Marques, considerou que “este é um evento que tem uma dimensão relevante, com uma participação de público e construtores bastante significativo”. Agradeceu o facto de terem escolhido a cidade para a realização da iniciativa, pois “revemo-nos num certame desta natureza, que trará visitantes ao nosso concelho”.

O Caldas Fan Event não tem qualquer apoio da marca Lego, sendo inteiramente pago por parceiros, que suportam as deslocações, alojamento e refeições dos construtores e equipas de montagem das construções, que começam a ser feitas uma semana antes da abertura da exposição. Para além das atividades na Expoeste, o evento irá promover a pintura de um graffiti na Praça 5 de Outubro, onde serão retratadas as peças da “Rota Bordaliana”, construídas em Lego e que integraram a exposição de 2019, incluindo a mensagem “Caldas da Rainha – Capital das Construções em LEGO”.

O certame, que decorrerá entre as 9h00 e as 20h00, de segunda a quinta, e sábado das 10h00 às 22h00. Os bilhetes custam três euros, havendo entrada grátis para crianças até aos quatro anos.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Festival de Tunas foi um sucesso

A Vitistuna (Tuna Mista da Escola Superior Agrária de Coimbra) foi considerado o melhor grupo que participou na 1ª edição do Festival de Tunas Mistas, que decorreu no passado fim-de-semana nas Caldas da Rainha.

festivaldetunas2

“Sala de Processos” para os alunos criarem o que quiserem

Desde o início deste ano letivo que o Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro conta com uma artista residente, Amábile Maria, que está a desenvolver um projeto abrangente na área cultural para os alunos.
Uma das primeiras iniciativas foi a criação da “Sala de Processos”, onde qualquer aluno pode estar à vontade e criar o que quiser.

saladeprocessos