Q

Previsão do tempo

18° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 26° C
18° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 27° C
19° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C

João Almeida prepara-se para prova de fundo no Mundial de Estrada

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
João Almeida não alinhou no contrarrelógio, no passado dia 18, no Campeonato do Mundo de Estrada, na Austrália, tendo a seleção nacional sido apenas representada por Nelson Oliveira, que foi oitavo classificado.
O caldense foi afetado por problemas de saúde mas espera recuperar

João Almeida não alinhou no contrarrelógio, no passado dia 18, no Campeonato do Mundo de Estrada, na Austrália, tendo a seleção nacional sido apenas representada por Nelson Oliveira, que foi oitavo classificado.

Tendo apresentado problemas gastrointestinais e febre à chegada à Austrália, foi decidido pelo médico da seleção, Filipe Lima Quintas, em conjunto com o corredor caldense e o selecionador nacional, que seria mais prudente a ausência do ciclista de A-dos-Francos do contrarrelógio para que possa apresentar-se na melhor condição na prova de fundo do próximo domingo.

Assim, o ciclista bairradino Nelson Oliveira, maior especialista português em contrarrelógio da última década, conseguiu o quinto top 10 da carreira em Campeonatos do Mundo da disciplina de esforço individual na categoria de elite, ao ser oitavo classificado numa prova de 34,2 quilómetros disputada em Wollongong, com triunfo do norueguês Tobias Foss.

António Morgado no top 20 em juniores

Na noite de segunda para terça-feira, Portugal voltou a competir no Mundial de Wollongong, no contrarrelógio individual de juniores. A seleção nacional esteve representada na prova de 28,8 quilómetros pelo caldense António Morgado e por Gonçalo Tavares, terminando ambos entre os vinte primeiros. O vencedor foi o britânico Joshua Tarling.

Gonçalo Tavares ficou em 19.º e António Morgado foi 20.º. “Sabemos que o contrarrelógio não é ainda o forte do António e do Gonçalo, que terão de trabalhar esta especialidade. Em percursos mais duros conseguem defender-se melhor. Mas em percursos como estes, em que a cadência é um fator preponderante, acabam por ceder mais tempo para os primeiros. O vento foi outro elemento determinante, porque foi crescendo de intensidade. O nosso resultado acaba por enquadrar-se dentro do que é normal”, manifestou o selecionador nacional, José Poeira.

Os juniores voltam a competir ao final da noite de quinta-feira, na prova de fundo. Portugal estará representado na corrida de 135,6 quilómetros por António Morgado, Daniel Lima, Gonçalo Tavares, José Bicho e Tiago Nunes. A prova, com transmissão em direto na Eurosport, começa às 23h15 de quinta-feira.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Colisão mortal na estrada da Foz

Um homem de 58 anos morreu na Foz do Arelho, na tarde do passado domingo, após a colisão da mota em que seguia e um carro, na nova variante, antes da rotunda junto à antiga Green Hill.

acidente0

Inaugurado novo campo de basquetebol 3×3

O projeto 3×3 BasketArt continua a chegar a todos os pontos do país e Caldas da Rainha recebeu mais um campo focado na vertente mais urbana da modalidade, instalado no Parque Sol Nascente, na Travessa Pinto Miranda, na União das Freguesias de Caldas da Rainha, Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório.

basket

Caldas ajuda Bombeiros

O Caldas Sport Clube entregou aos Bombeiros das Caldas da Rainha um cheque no valor de 2.334 euros, referente à receita total de bilhética do jogo entre a equipa caldense e o Oliveira de Hospital.

ajuda