Q

Previsão do tempo

26° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 22° C
27° C
  • Friday 29° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 23° C
29° C
  • Friday 32° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 24° C

Rotaract angariou mais de mil euros para equipar ambulância

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Rotaract Club Caldas da Rainha angariou 1122 euros num jantar e leilão solidário que decorreu no restaurante Paraíso do Coto para ajudar a equipar uma ambulância da Cruz Vermelha Portuguesa - Centro Humanitário Litoral Oeste Norte (CHLON).

O Rotaract Club Caldas da Rainha angariou 1122 euros num jantar e leilão solidário que decorreu no restaurante Paraíso do Coto para ajudar a equipar uma ambulância da Cruz Vermelha Portuguesa – Centro Humanitário Litoral Oeste Norte (CHLON).

A iniciativa contou com o apoio dos clubes rotários das Caldas, Bombarral e Alcobaça. A leilão estiveram vários objetos e vales-oferta para usufruir nomeadamente de serviços. A verba angariada foi entregue na passada segunda-feira na sede do CHLON.

Segundo Mariana Canas, presidente do Rotaract Club das Caldas, a iniciativa surgiu na Feira dos Frutos em 2019 quando Carlos Cravide, diretor do CHLON pediu ajuda para equipar uma ambulância da Cruz Vermelha Portuguesa. Depois aconteceu a pandemia e os eventos tiveram de ser adiados.

A primeira iniciativa foi o jantar e leilão solidário, mas a presidente do Rotaract Club pretende organizar mais eventos para ajudar a “equipar a ambulância da Cruz Vermelha Portuguesa da zona Oeste, necessária para que possa prestar apoio aos doentes”. A próxima atividade será no Parque D. Carlos I, com jogos para os mais jovens.

Carlos Cravide disse que a angariação superou as expetativas. “O leilão foi muito bem sucedido”, salientou, acrescentando que “o jantar foi enquadrado num restaurante e as pessoas que estavam à volta acabaram por participar no leilão, criando uma envolvência e dinâmica diferente”.

De acordo com Carlos Cravide, todo o equipamento para a viatura tem o custo de 14 mil euros. Neste momento a ambulância tem só o aspirador de sucção e com esta verba vão adquirir uma cadeira de resgate e uma maca vulgarmente conhecida por “pluma”, fundamental para o correto levantamento de vítimas com suspeita de trauma da coluna. É também necessário um desfibrilhador, que custa mais de dois mil euros. Segundo este responsável, estão à espera de uma verba da sede nacional da Cruz Vermelha Portuguesa porque fazem transportes de teleassistência e transportes de equipamentos.

O diretor do CHLON recordou que com a pandemia ficaram com uma pior situação financeira. Esperam recuperar este ano com a retoma dos eventos em geral e desportivos, para os quais costumam ser chamados para a prestação de apoio médico-sanitário.

O responsável pretende que a ambulância que está a ser equipada sirva de “retaguarda dos bombeiros das Caldas”. “Pretendemos no futuro, quando a viatura esteja toda equipada e quando tivermos a possibilidade financeira de ter uma equipa permanente, que seja uma reserva ao INEM”, explicou.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3

Aluna caldense “Embaixadora UC à Frente” 

A caldense Beatriz Lopes, estudante do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra, recebeu o prémio “UC à Frente”, atribuído pela Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

premio 1

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2