Q

Previsão do tempo

15° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 13° C
  • Saturday 14° C
16° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 13° C
  • Saturday 14° C
16° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 14° C

Mais 5 óbitos e mais 489 casos ativos na região Oeste na última semana

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Os dados divulgados até à madrugada de 8 de fevereiro davam conta que no total, desde o início da pandemia, foram registados 870 óbitos (mais 5 em relação à semana passada) na região Oeste associados à Covid-19.

Os dados divulgados até à madrugada de 8 de fevereiro davam conta que no total, desde o início da pandemia, foram registados 870 óbitos (mais 5 em relação à semana passada) na região Oeste associados à Covid-19.

O concelho de Torres Vedras era onde se verificava o maior número de falecimentos, que se mantinham em 207.

O concelho das Caldas da Rainha era o segundo com mais mortes (165, não atualizou), seguindo-se Alcobaça 93 (mais 2), Alenquer 88 (mais 1), Arruda dos Vinhos 63 (manteve), Peniche 59 (manteve), Óbidos 49 (manteve), Lourinhã 41 (não atualizou), Nazaré 34 (mais 2), Bombarral 25 (manteve), Sobral de Monte Agraço 25 (não atualizou) e Cadaval 22 (manteve).

Em relação aos casos ativos na Região Oeste, havia 13078 (mais 489) na soma de dez dos doze concelhos. Alenquer e Nazaré não divulgaram.

Em Torres Vedras havia 4867 casos ativos (mais 387), em Alcobaça 2407 (mais 189), Caldas da Rainha 1836 (não atualizou), Lourinhã 1002 (não atualizou), Peniche 1001 (menos 23), Sobral de Monte Agraço 480 (não atualizou), Arruda dos Vinhos 425 (mais 99), Cadaval 410 (mais 12), Óbidos 387 (menos 13) e Bombarral 263 (menos 162).

Os últimos dados, relativos a 4 de fevereiro, revelavam que a taxa de incidência a 14 dias por 100 mil habitantes subiu de 4503 para 535 nas Caldas da Rainha, acima do limite admissível (mais de 240 casos).

Todos os concelhos do Oeste estavam em risco extremamente elevado: Nazaré com 7671 (mais 1213), Alenquer com 6986 (mais 825), Alcobaça com 6952 (mais 877), Torres Vedras com 5998 (mais 326), Sobral de Monte Agraço com 5953 (menos 508), Arruda dos Vinhos com 5921 (mais 1192), Lourinhã com 5752 (mais 688), Bombarral com 5661 (mais 828), Óbidos com 5066 (mais 874), Peniche com 4868 (mais 513) e Cadaval com 4361 (menos 102). Rio Maior, concelho vizinho das Caldas da Rainha, mas pertencente ao distrito de Santarém, estava com 6013 (mais 907).

Total de casos confirmados: Torres Vedras – 21182 (mais 1909); Alcobaça – 13331 (mais 1732); Alenquer – 13030 (mais 1116); Peniche – 6357 (mais 638); Lourinhã – 4777 (não atualizou); Nazaré – 3982 (mais 442); Arruda dos Vinhos – 3648 (mais 579); Sobral de Monte Agraço – 2763 (não atualizou); Bombarral – 2603 (mais 263); Óbidos – 2376 (mais 279); Cadaval – 2207 (mais 126); Caldas da Rainha não divulgou.

Total de casos recuperados: Torres Vedras – 16108 (mais 1522); Alcobaça 10831 (mais 1541); Peniche – 5297 (mais 661); Lourinhã – 3734 (não atualizou); Arruda dos Vinhos – 3160 (mais 480); Bombarral – 2315 (mais 425); Sobral de Monte Agraço – 2258 (não atualizou); Óbidos – 1940 (mais 292); Cadaval – 1775 (mais 94); Caldas da Rainha, Alenquer e Nazaré não divulgaram.

Ao nível das freguesias, no concelho de Peniche existiam 454 casos (mais 3) na cidade, 349 (mais 1) em Atouguia da Baleia, 145 (menos 2) em Ferrel e 50 em Serra D’El-Rei (menos 25). Em quarentena/sob vigilância estavam 1327 (menos 61) pessoas.

Em Alcobaça, os casos ativos estão distribuídos por freguesia da seguinte forma (apenas foram reveladas as freguesias com mais de 3 casos): U. F. de Alcobaça e Vestiaria – 435 (mais 92), Benedita – 395 (menos 33), Aljubarrota – 305 (mais 36), U. F. de Pataias e Martingança – 219 (mais 15), Turquel 189 (mais 8), Évora de Alcobaça – 175 (mais 4), Alfeizerão – 173 (menos 6), Cela – 120 (mais 39), U. F. de Coz, Alpedriz e Montes – 98 (mais 16), Maiorga – 89 (mais 13), São Martinho do Porto – 85 (menos 6), Vimeiro – 69 (menos 3) e Bárrio – 55 (mais 14).

Em Torres Vedras existiam 4706 (mais 257) contactos sob vigilância ativa das autoridades de saúde.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Refugiados de África dormiram uma noite em receção de hotel

Um grupo de 31 cidadãos oriundos de vários países africanos e requerentes de proteção temporária internacional viveu na semana passada nas Caldas da Rainha momentos angustiantes, ao ponto de ter dormido uma noite na receção de um hotel, devido à falta de respostas da Agência para a Integração, Migrações e Asilo (AIMA), que desde o dia 29 de outubro de 2023 assegura as funções administrativas relacionadas com migrantes e asilo que eram missão do extinto Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

refugiados1