Q

Previsão do tempo

16° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 25° C
17° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 26° C
17° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 27° C
  • Monday 28° C
BE - Bloco de Esquerda

Carlos Ubaldo: “Não é aceitável o comboio fazer deslocações mais lentas do que os autocarros”

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Carlos Ubaldo, de 57 anos, professor na Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, nas Caldas da Rainha, é o nº 3 na lista do BE no distrito de Leiria, encabeçada por Ricardo Vicente. Defende a criação de rede pública rodoviária em articulação com todas as estações de comboio da Linha do Oeste.
Carlos Ubaldo

BE – Bloco de Esquerda

Carlos Ubaldo, de 57 anos, professor na Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, nas Caldas da Rainha, é o nº 3 na lista do BE no distrito de Leiria, encabeçada por Ricardo Vicente. Defende a criação de rede pública rodoviária em articulação com todas as estações de comboio da Linha do Oeste.

Questões

1- Quais são as grandes apostas que o seu partido terá a iniciativa de propor para o distrito?

2-Que problemas identificam como prioritários solucionar no distrito e como é possível resolvê-los?

3- Qual a sua opinião relativamente aos investimentos anunciados para requalificar a ferrovia do Oeste?

4- O novo Hospital do Oeste está em cima da mesa. É a obra que vai responder às exigências no capítulo da saúde no sul do distrito? Onde deve ficar localizado?

5-Como classifica a atuação dos atuais deputados eleitos nos últimas legislativas pelo círculo eleitoral de Leiria?

6-Porque é que o eleitor deve votar no seu partido e não em outro? Qual é a diferença?

7-Considera que o seu partido tem possibilidades de eleger deputados? O que seria um bom para resultado para o partido nas próximas eleições?

Respostas

1- No distrito de Leiria é preciso expandir as infraestruturas hospitalares e dos centros de saúde. Ao nível da política agro-florestal, é preciso que a produção de bens e serviços garanta dignidade a quem trabalha e vive da floresta e da agricultura, pois só assim se pode travar o abandono e garantir melhor gestão e ordenamento. Ao nível da descarbonização da economia, propomos a aposta nas comunidades energéticas, um programa de construção e requalificação do parque habitacional a preços controlados e a criação de rede pública rodoviária em articulação com todas as estações de comboio da Linha do Oeste.

2- A prevenção de incêndios e a descarbonização da economia. O reforço do Serviço Nacional de Saúde (SNS). A preservação de recursos hídricos através da fiscalização e tratamento de resíduos. Travar o êxodo rural das áreas mais distantes do litoral, promovendo a criação de emprego e repondo serviços públicos que foram extintos ou muito diminuídos (saúde, educação, correios e outros).

3- Não é aceitável que os trabalhos que estão planeados até Caldas da Rainha coloquem o comboio a fazer deslocações mais lentas do que os autocarros. Havia financiamento previsto num programa que devia ter terminado em 2020, com requalificação total da linha.

4- Os dois centros hospitalares do distrito estão subdimensionados face à totalidade dos utentes e há muitas infraestruturas degradadas. No Oeste a construção de um novo hospital é imprescindível e os consecutivos governos têm atrasado esta resposta. O novo hospital deve ser num local com acesso rápido à autoestrada e à Linha do Oeste e que garanta tempos de deslocação o mais reduzidos possível para a totalidade dos concelhos.

5- O trabalho de deputado é muito exigente e nem sempre é visível para a opinião pública. Não comento por isso a prestação dos deputados dos restantes partidos. O deputado do Bloco marcou presença assídua no distrito e procurou construir soluções para muitos problemas na sua atividade parlamentar.

6- O BE apresenta-se com um programa para responder às principais dificuldades do país, do reforço do SNS à melhoria da distribuição de riqueza. Com valorização do trabalho, criação de emprego e com sentido de urgência na resposta às alterações climáticas. Quem não quer uma maioria absoluta do PS, nem um bloco central, quem não quer um deputado de extrema direita no distrito de Leiria, então vote no Bloco.

7- O Bloco já tem um deputado eleito. Queremos manter um deputado e aumentar a nossa votação.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Problemas da saúde transmitidos em audiência com secretária de estado  

A secretária de estado da saúde, Maria de Fátima Fonseca, transmitiu nesta sexta-feira ao presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, Vitor Marques, que estão a ser tomadas várias medidas para reforçar a capacidade de recrutamento de médicos, um dos principais problemas que afetam o setor da saúde na região e no país.

secretaria

Marcha do Orgulho com mais de 300 participantes

Realizou-se nas Caldas da Rainha, no passado domingo, uma marcha em defesa da comunidade lésbica, gay, bissexual, transgénero e outras orientações de género, com mais de três centenas de manifestantes a rejeitarem serem discriminados e a reclamarem por condições que permitam assumir as suas escolhas perante a sociedade.

marcha1

Palestra sobre as transformações da família

“A família também evolui! Os diversos apoios às Famílias”, foi como se designou a palestra de sensibilização que decorreu no passado dia 23 na Biblioteca Municipal das Caldas da Rainha. O evento, moderado pela vereadora da Ação Social na Câmara das Caldas, Conceição Henriques, teve como oradoras convidadas a socióloga e investigadora Engrácia Leandro e a representante da Segurança Social do Centro Distrital de Leiria, Fátima Oliveira.

familia 1