Q

Previsão do tempo

15° C
  • Wednesday 16° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 21° C
15° C
  • Wednesday 16° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 21° C
15° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 23° C


O requinte do Bolo Real da Bombondrice

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Bolo Real, já com marca registada, está de volta nesta quadra natalícia à loja da fábrica da Bombondrice.
David Viegas destaca os ingredientes e a confeção artesanal do Bolo Real

David e Margarida Viegas, proprietários da Bombondrice, herdaram a receita artesanal do bolo inspirado na Rainha D. Leonor. “Quem prova adora”, diz o responsável, revelando que o que distingue o bolo real são “os ingredientes e o requinte da própria rainha”.

A receita remota a 1994, quando Luís e Teresa Serrenho criaram a Bombondrice e usaram receitas tradicionais e familiares para confecionar os bolos, bombons, bolachas, compotas, a partir apenas de produtos naturais.

“Esta continua a ser a nossa filosofia e a receita original continua escrita num caderno”, relata David Viegas, referindo que é um “bolo de paladar apurado, um sabor frutado e adocicado entre o caramelizado da laranja e o aveludado dos frutos secos”. “O bolo não tem fruta cristalizada, mas sim confitada (ameixa, ginja e laranja) por nós 24 horas antes da confeção”, conta, revelando que “todo o processo é feito de raiz, desde a preparação do fermento fresco à antiga até à confeção da massa com uma forte componente artesanal”.

“O bolo é confecionado por etapas. Depois de preparada a massa, vai para dentro de uma estufa levedar cerca de três a quatro horas”, descreve o responsável, revelando que o bolo tem sempre entre 450 a 500 gramas de massa que depois de dividida e moldada  volta para a estufa. Depois da decoração com a fruta, nozes, amêndoas, entre outros, o bolo é pincelado com gema de ovo e no final com geleia de marmelo, produção da Bombondrice.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Caminhada angariou 3900 euros para Liga Portuguesa Contra o Cancro

A caminhada realizada a 19 de maio, nas Caldas da Rainha, no âmbito da iniciativa do Núcleo Regional do Sul da Liga Portuguesa Contra o Cancro “Corrida Pela Investigação”, angariou 3900 euros para bolsas de investigação científica na área da oncologia.

caminhadaLPC1

População unida num “abraço” para a reabertura da Escola do Coto

O fecho da Escola Primária do Coto no final do ano letivo 2022/2023 “por falta de condições de segurança”, que na altura surpreendeu os pais e alunos, levou no dia 15 de maio dezenas de pessoas a protestarem junto ao estabelecimento de ensino para exigirem o arranque das obras de requalificação e a sua reabertura o mais breve possível.

Escola 1