Q

Previsão do tempo

14° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 13° C
14° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 13° C
14° C
  • Sunday 13° C
  • Monday 14° C
  • Tuesday 13° C

Realizador caldense com documentário sobre a censura na RTP2

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O canal de televisão RTP2 vai estrear no dia 22 de outubro, pelas 20h35, o mais recente documentário escrito e realizado pelo caldense Miguel Costa, intitulado “Lyon de Castro - maior que a censura”.
Documentário "Francisco Lyon de Castro - maior que a Censura"

O canal de televisão RTP2 vai estrear no dia 22 de outubro, pelas 20h35, o mais recente documentário escrito e realizado pelo caldense Miguel Costa, intitulado “Lyon de Castro – maior que a censura”.

Com a duração aproximada de 50 minutos, este filme foi um dos destaques da apresentação da nova grelha da RTP2, no passado dia 30, na Cordoaria Nacional em Lisboa.

O realizador e a sua equipa filmaram os interiores de ficção no grande auditório do Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha durante cerca de uma semana, tendo este espaço funcionado como estúdio de cinema.

O elenco integra diversos atores conhecidos do público caldense, tais como Fábio Costa, que interpreta o protagonista Francisco Lyon de Castro, Victor Santos, Nuno Machado e Marta Taveira. A equipa técnica e artística é composta por José Carlos Faria como diretor de arte, Sofia Bandeira Duarte como responsável pelo guarda-roupa e Rodrigo Menezes nos cabelos. António Falcão e Marisa Suzano formam o departamento de imagem. Guadalupe Carvalho é a assistente de realização, Ruca Costa o operador de som e Miguel Molares o maquinista de dolly.

Na figuração especial também aparecem várias caras conhecidas do panorama caldense, tais como Henrique Fialho, Jaime Costa, Daniel Pinto, Manuel Bandeira Duarte, Nuno Bandeira Duarte, José de Bettencourt, Nilo Traesel, Maristela Traesel, Manuel Gil, Francisco Manso, Josefine Winkler, Isabel Candeias e Gabriel Conceição. A voz da narração é a de Paulo Pires. 

“Francisco Lyon de Castro – maior que a Censura” é um documentário que retrata uma personalidade fascinante do século XX português, cuja vida foi dedicada à liberdade de expressão e à democratização da leitura. Através do combate à censura do Estado Novo e da edição de obras literárias a baixo custo, como é o caso dos designados “livros de bolso”, Lyon de Castro foi figura de referência na publicação de textos proibidos, tendo privado com intelectuais importantes da sua época, como Jorge Amado.

A sua biografia está marcada por momentos de grande luta e sofrimento, mas também de resistência, como os diversos anos de prisão política, ou as contrariedades financeiras resultantes da repressão e perseguição constantemente instauradas contra a sua atividade profissional. Serviu de inspiração para Fernando Namora na escrita do romance “Os Clandestinos”. 

Intercalando ficção com testemunhos individuais, o filme conta com o enquadramento histórico e político da vida de Lyon de Castro, desde os anos de 1920 até 1974, efetuado pelo historiador João Madeira, especialista em História de Portugal no Século XX. Apresenta também depoimentos de Tito Lyon de Castro, Nuno Lyon de Castro, Eduardo Lyon de Castro, Rita Rato, José Jorge Letria e Catarina Vaz Pinto. Este é um trabalho revestido do maior interesse, pois através da vida de Francisco Lyon de Castro, é revelado o clima político que se vivia em Portugal no período da ditadura. 

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Reabilitação urbana em A-dos-Francos

Uma sessão de esclarecimento sobre o levantamento das áreas de reabilitação urbana em A-dos-Francos, nas Caldas da Rainha, vai ser realizada no dia 26 de janeiro, pelas 21h, na sede na Junta de Freguesia.

rea

Colisões rodoviárias provocam dois mortos

Uma mulher de 76 anos morreu e dois homens, de 35 e 80 anos, sofreram ferimentos graves, tendo sido transportados para o hospital de Leiria, na sequência de uma colisão entre dois carros, na EN242, entre Nazaré e Pataias, junto ao cruzamento de Fanhais, na tarde...

pataias

Faleceu autarca “enérgico e voluntarioso” da Serra do Bouro

Faleceu nesta sexta-feira, aos 64 anos, Joaquim Claro Horta, que foi presidente da antiga Junta de Freguesia da Serra do Bouro e que desempenhava atualmente as funções de vogal da União de Freguesias de Santo Onofre e Serra do Bouro.

joaquim 1