Q

Previsão do tempo

18° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 27° C
  • Tuesday 25° C
18° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 28° C
  • Tuesday 25° C
18° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 30° C
  • Tuesday 27° C

PS perde vereador e três deputados municipais

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Na sede do Partido Socialista a noite foi de derrota, tendo perdido um dos dois vereadores, como também viu reduzido para metade os membros na Assembleia Municipal e terminado a liderança da União de Freguesias de Tornada e Salir do Porto.
Luís Patacho a acompanhar os resultados eleitorais

Na sede do Partido Socialista a noite foi de derrota, tendo perdido um dos dois vereadores, como também viu reduzido para metade os membros na Assembleia Municipal e terminado a liderança da União de Freguesias de Tornada e Salir do Porto.

Duas horas e meia após o fecho das urnas, e com alguns resultados oficialmente apurados, o ambiente vivido na sede do PS era de desânimo, apesar de ser a terceira força mais votada no concelho, com 11,14 % (2474 votos). Os socialistas caldenses não conseguiram acompanhar a tendência nacional e ganhar as autárquicas. Para o candidato Luís Patacho, “a mensagem do partido nas Caldas da Rainha falhou, apesar de continuar a achar que tínhamos o melhor projeto para o concelho”.

O socialista também disse que “entendíamos ser a alternativa com mais condições para exercer o poder na Câmara Municipal, que não nos foi entregue, mas a democracia é mesmo isto”, por isso “aceito os resultados”.

Embora com menos votos do que há quatro anos e três deputados municipais, ficando apenas com Jaime Neto, Pedro Seixas e Vânia Almeida, o PS poderá ser o “fiel da balança” no próprio elenco camarário, uma vez que o seu único vereador eleito pode fazer a diferença, pois quer o Vamos Mudar quer o PSD têm o mesmo número de elementos na câmara, três. Questionado sobre essa situação, Luís Patacho não quis adiantar nada, visto que “não conversámos sobre isso”.

Já em relação à Assembleia Municipal, onde o PSD irá ter uma maioria absoluta, o candidato socialista disse que “esta será uma situação nova, em que precisamos pensar bem para que haja condições de governabilidade na Câmara Municipal, portanto, é um xadrez mais complexo, em que quem ganhou a Câmara não tem a maioria absoluta, e também não a tem na Assembleia Municipal, o que vai implicar diálogo e concertações”.

Apesar de tudo, o socialista congratulou o cabeça de lista do movimento Vamos Mudar, Vitor Marques, que “venceu de uma forma categórica e protagonizou a mudança que os caldenses lhe confiaram”. Destacou também que “finalmente se fez democracia nas Caldas da Rainha, que estava cristalizada há 36 anos e desse ponto de vista estou contente, pois foi possível encontrar aqui uma alternância, que se escapava há tantos anos”.

Neste caso, “as pessoas entenderam que alternância devia de ser entregue a Vitor Marques”, apontou Luís Patacho, que aproveitou o momento para demostrar a sua satisfação pelo facto de “se abrir aqui um novo ciclo de mais diálogo e concertação em que todos têm voz e que seguramente será ouvida de outra forma”. Nesse sentido, “os caldenses decidiram depositar a confiança em Vitor Marques e desejo-lhe um ótimo mandato, para o bem das Caldas da Rainha”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Jorge Castro lança livro na Biblioteca

Organizado pela Comunidade de Leitores e Cinéfilos das Caldas da Rainha, realiza-se no dia 15 de outubro, pelas 14h30, na Biblioteca Municipal das Caldas da Rainha, o lançamento, na região Oeste, do 18.º livro de Jorge Castro, "Isto, agora são outros 70...", um retrato de Portugal com cerca de 200 fotografias comentadas, do período de 1970 a 1974.

jorge

PSP faz operação de prevenção criminal no centro da cidade das Caldas

Uma operação especial de prevenção criminal sobre grupos de risco que habitualmente frequentam artérias e estabelecimentos de bebidas no centro da cidade de Caldas da Rainha, nomeadamente na Praça 5 de Outubro e no Largo da Rainha, entre outras zonas, foi desenvolvida pela PSP na noite da passada sexta-feira e madrugada de sábado.

psp

Despiste mortal na estrada entre a Foz e Caldas

Um homem de 63 anos morreu na sequência do despiste do carro que conduzia, ao final da manhã da passada quinta-feira na variante entre a Foz do Arelho e as Caldas da Rainha, na zona da freguesia do Nadadouro, após uma curva.

despiste 1