Q

Previsão do tempo

20° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 23° C
16° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
16° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 28° C
  • Sunday 25° C

Família de assassinado nas Caldas pede ajuda para funeral no Brasil

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A família do homem que no passado dia 31 morreu esfaqueado no Bairro dos Arneiros, nas Caldas da Rainha, está a realizar uma angariação de fundos para reunir sete mil euros para trasladar o corpo para Mantenópolis, no estado brasileiro de Espírito Santo, de onde era natural a vítima, de 39 anos.
Irmã da vítima, com a foto de Devair Ventura

“Estamos a pedir a colaboração de todos os que queiram disponibilizar o valor que puderem para enviarmos o corpo para o Brasil, de onde ele veio para Portugal há quinze anos e onde está a maioria da família, inclusive a mãe, que gostava de se despedir dele”, disse Sinesio António, cunhado de Devair Ventura, que foi atingido na zona do tórax com vários golpes de arma branca.

Os donativos podem ser feitos através da plataforma Gofundme.com, pesquisando o nome Devair, ou através do NIB 003300004554778996605 ou IBAN PTt50003300004554778996605, em nome do cunhado.

O brasileiro foi morto na sequência de uma discussão ocorrida na sua residência, onde se encontrava com dois amigos a comer e a beber. O motivo do desentendimento terá sido um alegado furto de dinheiro, num momento de distração, de que a vítima lhes imputava a responsabilidade, segundo contou um morador na mesma casa.

“Eu ouvi a conversa. Quando começaram a falar muito alto, cheguei à porta e pedi que tivessem calma”, relatou José Pereira.

A discussão acalmou, mas mais tarde a desavença agravou-se. O principal suspeito “meteu a mão na garganta do Devair e pegou numa faquita. Eu peguei-lhe na mão e segurei para ele soltar a faca”, descreveu José Pereira.

Uma vez mais os ânimos serenaram e não aparentando haver motivo de preocupação o morador foi dormir. Só acordaria no dia seguinte com a PJ a bater-lhe à porta do quarto. Foi quando soube que Devair tinha sido esfaqueado.

A PJ anunciou para já a detenção de um homem de 49 anos, de nacionalidade portuguesa, que, tal como a vítima, era madeireiro de profissão.

A arma do crime terá sido encontrada num quintal próximo.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Suspeito de esfaqueamento detido pela Judiciária

Um homem de 24 anos que tentou matar outro com uma faca, no ano passado em Rio Maior, foi detido no dia 24 de maio pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária em Ferrel, no concelho de Peniche.

pj

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2