Q

Previsão do tempo

18° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 19° C
18° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 19° C
19° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 20° C

Repavimentação de vias atrasada

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A obra de repavimentação de vias na Serra do Bouro, Nadadouro e Foz do Arelho sofreu um atraso, a pedido do empreiteiro, que viu a Câmara Municipal das Caldas da Rainha conceder-lhe uma prorrogação graciosa de 60 dias, fixando o término do prazo de execução a 31 de janeiro.
Foi concedida uma prorrogação da empreitada

A autarquia afirma que “parece haver condições para que, pelo menos na área da Serra do Bouro”, a empresa Cimalha, Construções da Batalha, S. A. “conclua os trabalhos dentro do prazo”.

O prazo de execução da empreitada foi contratualmente fixado em 300 dias, mas foi questionado pelo munícipe Pedro Garcia Rosado, que denunciou que as obras, no valor de 304 mil euros, “estão paradas desde novembro”.

“Encontram-se executados e faturados 202 mil euros”, de acordo com a Câmara, que descreveu que “o pagamento dos trabalhos da empreitada é feito mensalmente em função de cada uma das espécies de trabalhos efetivamente executados e medidos”, pelo que “o empreiteiro não recebeu o que não executou”.

Pedro Rosado interrogou também quais foram os critérios considerados para, depois da interrupção da obra, ter sido contratada a mesma empresa para executar o alargamento da Avenida João Fragoso, nas Caldas da Rainha, por 219 mil euros. A Câmara sustentou ter havido concurso público com o critério de adjudicação do mais baixo preço, como é habitual, “por se considerar ser o mais objetivo e transparente”.

O munícipe referiu ainda que “numa rua já há plantas a crescerem pelo alcatrão, o que revela a sua pouca espessura”, tendo a Câmara respondido que “as espessuras adotadas são aquelas que melhor relação apresentam entre custo e eficácia”, argumentando também que “o aparecimento de vegetação, especialmente junto das bermas, em pavimentos betuminosos recentes de uma só camada é um fenómeno relativamente frequente e por regra não preocupante”, uma vez que “o trânsito a que a via irá ficar submetida encarregar-se-á de impedir a vegetação de crescer”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Innovation Makers finalista dos Prémios Heróis Pme

A Yunit Consulting, consultora portuguesa que tem como missão “fazer grandes as PME”, divulgou as empresas finalistas da 6ª edição dos Prémios Heróis PME, eleitas por votação do público.

Janela Digital distinguida

Pelo segundo ano consecutivo, a empresa Janela Digital, sediada no Parque Tecnológico de Óbidos e dedicada a soluções tecnológicas para o mercado imobiliário, foi distinguida na categoria de comunicação com o Estatuto Inovadora COTEC 2024.

Evento solidário com o Brasil

O evento solidário Arraiá Brasil, em prol das vítimas de inundações de Rio Grande do Sul, vai ter lugar no dia 6 de julho, às 18h00, na associação Areco, no Coto.

arraial