Q

Previsão do tempo

12° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 18° C
12° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 18° C
12° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 18° C

Hostel 4nomads aposta nos alugueres mensais

Mariana Martinho
6 de Julho, 2020
O Hostel 4nomads, localizado no centro das Caldas da Rainha, também já reabriu após ter estado temporariamente encerrado devido à pandemia do novo coronavírus. Reajustou todo o espaço e alterou os quartos, que eram partilhados, para quartos privados, deixando assim de existirem dormitórios, pelo menos por enquanto, e ainda implementou “um plano de mensalistas”.
O Hostel 4nomads, localizado no centro das Caldas da Rainha, já reabriu

O alojamento, que foi inaugurado em pleno Estado de Emergência, viu-se obrigado a “suspender a atividade” durante dois meses. “Quando decidi abrir o hostel, nunca pensei que tinha de o fechar logo devido à pandemia e à falta de reservas, o que acabou por afetar drasticamente os primeiros meses do 4nomads”, sublinhou o proprietário do espaço, Eduardo Molina.

“A ideia inicial era que o investimento tivesse um retorno financeiro a curto prazo”, explicou o responsável, que rapidamente se apercebeu que teria de mudar de estratégia de trabalho. Eduardo Molina aproveitou “a pausa” para investir na divulgação do hostel nas plataformas de hospedagem, e modificar as instalações, de modo, a “receber os clientes com qualidade e comodidade nas férias de verão”.

Com uma aposta no check-in online, e depois de “uma intensiva desinfeção total das infraestruturas” e implementação de “medidas excecionais” de higiene e segurança, o 4nomads reabriu portas no início de junho, com uma reserva para um casal de hóspedes argentinos, o que também “nos possibilitou uma pequena receita durante esta fase”.

Além dos seis quartos, que passaram a ser privados, todas as áreas comuns, como cozinha completa e casa de banho passaram a ter gel desinfetante e a sere, higienizadas duas vezes ao dia.

Neste momento, o 4nomads já tem algumas reservas, mas “não o suficiente para manter vivo o hostel com despesas básicas durante o período de inverno”, por isso Eduardo Molina defendeu que “deveria haver um maior apoio por parte do Estado aos pequenos negócios”.

Face à situação, decidiu adaptar o negócio à nova realidade, apostando assim no setor low cost, que tem como objetivo captar a atenção de um público mais jovem que busca opções de turismo e lazer mais baratas. “Neste cenário, Caldas da Rainha enquadra-se perfeitamente nos requisitos, pois é uma cidade bem estruturada com opções de museus, parques, restaurantes, cinema e lazer para todas as idades, e próxima de várias praias”, frisou o responsável do hostel.

Igualmente criou um “plano para mensalistas”, direcionado para pessoas que precisam de opções mais baratas de arrendamento. “É claro que não vou ganhar aquilo que deveria receber nos três meses de verão, mas sempre será uma receita”, sublinhou o responsável, que neste momento tem três quartos alugados no âmbito deste programa.

Este espaço, “que tem um pouco de cada pessoa e lugares que conheci em minhas viagens”, também apostou num programa de parcerias nas áreas de restauração, turismo, cultura e lazer, e em descontos.

Apesar da situação, Eduardo Molina continua achar que “o hostel foi um bom investimento”.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Pizza Hut abre na entrada sul da cidade

Abriu nesta terça-feira o 99º Pizza Hut em Portugal e o primeiro nas Caldas da Rainha, criando 25 postos de trabalho neste restaurante especializado em pizzas e massas cujo estabelecimento original surgiu nos Estados Unidos da América.

pizza hut1

Caldas venceu dérbi do Oeste

À sexta jornada, o Caldas Sport Clube impôs a primeira derrota ao Torreense, líder da Série B da Liga 3, com 13 pontos, vencendo no passado domingo, por 2-0. Somou o seu terceiro triunfo na competição, registando agora 10 pontos.

caldas1 1