Q

Previsão do tempo

16° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 21° C
17° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 21° C
17° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 22° C

“Conversas à Janela” para combater isolamento social

Mariana Martinho
13 de Abril, 2020
Ir à janela para conversar e estar presente é a proposta de duas jovens da área da comunicação social, Patrícia Cardoso e Carina Ferreira, que estão praticamente há um mês em isolamento social, na Foz do Arelho. A iniciativa “Conversas à Janela”, que já arrancou há duas semanas, propõe conversar todos os dias, por telemóvel ou a partir da janela, tomando as devidas precauções, de modo a combater a solidão dos mais velhos, em tempos de Covid-19. Além disso oferecem ainda ajuda para fazer as compras ou ir à farmácia.
As duas amigas estão em teletrabalho há um mês na Foz do Arelho

A jornalista freelancer, Patrícia Cardoso, que mora na Foz do Arelho, juntamente com a amiga Carina Ferreira, que trabalha na área do marketing manager da agência Reuters e que assim que surgiu esta crise decidiu vir para Portugal, tiveram a ideia de ajudar quem esteja a sentir-se mais sozinho, em tempos de Covid-19.

“Ligámos para a Câmara Municipal e Junta de Freguesia e colocámo-nos à disposição para ajudar, tanto presencial como financeiramente, mas não obtivemos feedback”, explicou Patrícia Cardoso, adiantando que “foi aí que começámos a discutir esta ideia e se fazia sentido ir para a frente”.

As duas raparigas, de 32 anos, começaram por distribuir panfletos pela vila, anunciando que quem quiser conversar “tem apenas de ligar o 913 161 309”.

A iniciativa “Conversas à Janela” funciona presencialmente na zona da Foz do Arelho e Caldas da Rainha, mas quem estiver mais longe o contacto poderá ser feito todos os dias telefonicamente. “Decidimos que, já que demos o telefone, não precisamos estar condicionadas pela geografia e qualquer pessoa pode ligar para conversar um pouco”, referiu a jornalista freelancer, adiantando que as “Conversas à Janela” destinam-se a todas as idades.

Além das chamadas telefónicas, Carina e Patrícia também estão disponíveis, se for preciso, em ajudar com alguma ida ao supermercado ou à farmácia.

Neste momento, a proposta não tem recebido muitos contactos, mas porque “ as pessoas têm as suas rotinas, o seu campo, os animais, e apesar de terem de ficar em casa, não lhes muda assim tanto a sua rotina”. “Acreditamos que a solidão ataca mais nas cidades, em que o ritmo frenético deixou de existir e o vazio apoderou-se do dia a dia”, sublinhou Patrícia Cardoso. Contudo, as “Conversas à Janela” já receberam uma chamada “do outro lado do mundo”, mais propriamente de Toronto, no Canadá.

De acordo com a jovem, foi “uma história que nos tocou particularmente, pois uma senhora portuguesa que viu a iniciativa nas redes sociais decidiu ligar. Emocionada, contou que conhecia a Foz do Arelho e que ia a divulgar as “Conversas à Janela””. “Pensámos que até nos poderiam ligar de Lisboa, nunca do Canadá”, contou Patrícia Cardoso, que apesar de estar em teletrabalho, como Carina Ferreira, refere que “tudo se conjuga quando queremos, sobretudo em tempos estranhos como este”.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Detido na Foz do Arelho por tráfico de droga

Um homem de 27 anos foi detido na Foz do Arelho na passada quarta-feira por tráfico de estupefacientes. No decorrer de uma ação de patrulhamento da GNR das Caldas da Rainha, com o reforço dos postos de São Martinho do Porto e do Bombarral, os militares depararam-se...

246347459 2428007130663237 4279653524251237677 n

Dupla fez roubo em supermercado e foi apanhada a assaltar restaurante

Dois jovens foram imobilizados por clientes quando tentavam assaltar um restaurante em Casais do Baleal, no concelho de Peniche, na noite de passada quinta-feira, depois de terem levado 290 euros de um supermercado na Foz do Arelho, sob ameaça de arma de fogo. Presentes a tribunal, foram deixados em liberdade com apresentações semanais às autoridades policiais, enquanto decorre o processo judicial.

assalto