Q

Previsão do tempo

21° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 21° C
21° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 22° C
22° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 23° C

Novos circuitos pedonais no Cadaval

11 de Março, 2020
O Município do Cadaval assinou, na passada sexta-feira, dois contratos de empreitada, o primeiro para construção do Circuito Pedonal Cadaval/Alto do Bacalhau e o segundo para execução do Circuito Chão de Sapo/Casal Cabreiro/Casais de Montejunto. Também prestes a adjudicar está o Circuito Entrada Sul da Vila.
Há cerca de cinco anos foi executada a via pedonal Cadaval-Casal Cabreiro

A construção do Circuito Pedonal Cadaval/Alto do Bacalhau integra-se num projeto maior – o Circuito Vermelha/Cadaval. Por seu turno, o Circuito Pedonal Chão de Sapo/Casal Cabreiro/Casais de Montejunto enquadra-se no projetado Circuito Cercal/Cadaval. Neste último projeto de referir, ainda, o Circuito Pedonal Entrada Sul da Vila (em fase de formação do contrato). Os dois contratos respeitam às adjudicações efetuadas pela Câmara Municipal, respetivamente a “Nuno Roque Unipessoal, Lda.” (por cerca de 211 mil euros mais IVA) e a “Topbet – Trabalhos de obras públicas e pavimentos betuminosos, S.A.” (por cerca de 335 mil euros mais IVA). O prazo de execução, estipulado para cada uma das obras, é de 90 dias. A iniciarem após cumpridas as derradeiras formalidades, prevê-se que os trabalhos possam estar concluídos durante o verão. As obras enquadram-se no projeto “Mobilidade Urbana Sustentável – Cadaval, 1ª Fase”, com um custo total elegível para financiamento a rondar os 754 mil euros. O projeto conta com apoio financeiro (aprovado) da União Europeia a rondar os 641 mil euros, financiado pelo Programa Operacional Regional do Centro (Centro 2020).

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Mobiliário hospitalar renovado

Com o intuito de prestar melhores cuidados aos utentes e de proporcionar melhores condições aos profissionais, o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) adquiriu 40 camas elétricas e 130 mesas de cabeceira e leito, traduzindo-se num investimento de 106.177,04 euros.

mobiliario