Q

Previsão do tempo

13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 15° C
13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 15° C
13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 15° C

Jerónimo de Sousa acredita que Heloísa Apolónia será eleita deputada

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, que esteve num jantar-comício com 230 militantes nas Caldas da Rainha, no passado dia 17, defendeu o reforço da CDU nas eleições legislativas, para abrir caminho à construção de uma “política alternativa”, alegando que se houver um retrocesso da votação à esquerda não serão o PCP ou “Os Verdes” a pagar as consequências, mas sim, “o povo”.
O mandatário distrital da CDU, Sérgio Leandro, Jerónimo de Sousa e Heloísa Apolónia jantaram no Restaurante Paraíso

O líder comunista, que jantou nessa noite no Restaurante Paraíso, no Coto, com a cabeça de lista da CDU, Heloísa Apolónia, admitiu a possibilidade de a candidata ser eleita, para reforçar a votação no distrito de Leiria, onde há 34 anos o partido não elege nenhum deputado. “Uma candidata que depois de completar sete legislaturas na Assembleia da República aceitou “uma tarefa tão exigente nesta batalha eleitoral”, referiu, salientando que Heloísa Apolónia “conhece a vida e está do lado dos trabalhadores e do povo deste distrito”.

O dirigente lembrou que foi o PCP quem “colocou fim ao plano dos cortes dos salários, que contribuiu para o aumento das pensões e do abono de família, a gratuitidade dos manuais escolares, a baixa do IVA da restauração, entre outros”.

O secretário-geral do PCP criticou o debate televisivo entre António Costa e Rui Rio, que segundo a televisão “era o debate decisivo” mas que afinal “não decidiu coisa nenhuma”.

Jerónimo de Sousa comentou a nova legislação laboral que “visa legalizar a precariedade no sentido de que uma empresa que tenha muitos trabalhadores com vínculo precário tem que pagar uma taxa”, mas de acordo com o líder comunista, “os patrões preferem pagar uma taxa e manter os trabalhadores com vínculo precário e menos direitos”.

Jerónimo de Sousa criticou ainda o diploma que altera o Código do Trabalho sem colocar em causa o aumento do período experimental de 90 para 180 dias. “Um jovem à procura do primeiro emprego ou um desempregado de longa duração tem sempre de recorrer ao período experimental de seis meses para todos os setores, pois pode ser afastado sem direito a nada se o patrão assim o entender”, frisou.

“Não basta simpatia, precisamos de mais votos”

Heloísa Apolónia disse que o jantar-comício nas Caldas da Rainha, com mais de duas centenas de pessoas “superou as expetativas”, um bom indício da possibilidade de concretização do objetivo de colocar uma voz “coerente e verdadeira” por Leiria na Assembleia da República.

“No dia 6 de outubro não basta a simpatia e o reconhecimento do trabalho que nós realizamos. Precisamos de mais votos na CDU para termos mais força”, salientou, revelando que a campanha eleitoral está a ser feita com uma grande proximidade “às pessoas e à realidade e com muito diálogo e de mão dada com o povo”.

A deputada do Partido Ecologista “Os Verdes” disse que as propostas foram construídas com aquilo de que de facto as pessoas precisam. Por exemplo, “há pouco tempo estivemos no Centro Hospitalar do Oeste e percebemos as carências concretas que existem neste distrito para dar resposta àquele que é o direito das pessoas à saúde”.

“Apercebemo-nos da falta de profissionais e de meios, e a CDU tem propostas concretas para a reorganização e para a melhoria da rede hospitalar no distrito de Leiria”, disse, acrescentando que propõem a construção de um novo Centro Hospitalar do Oeste. “Agora na campanha eleitoral outras forças políticas vêm cá propor esta velha proposta da CDU, mas a nossa, que já tem barbas, tem uma marca muito específica que é que não queremos a construção de um novo hospital que implique perda de valências noutros hospitais, como o de Peniche ou o das Caldas”, salientou a candidata por Leiria.

Na área dos transportes, recordou quanto penosa tem sido a “resposta da linha ferroviária do Oeste para muitos cidadãos, funcionando muitas vezes mais como um empecilho do que propriamente uma ajuda ao direito à mobilidade”.

“Nesta legislatura nós puxámos por investimento por esta linha ferroviária e já foi anunciada a modernização desta linha até às Caldas da Rainha. O que propomos é continuar a puxar até que seja feita a modernização e eletrificação total da linha do Oeste”, garantiu Heloísa Apolónia.

A cabeça-de-lista da CDU por Leiria defende um “Plano Integrado de Mobilidade que tenha como espinha dorsal a linha ferroviária do Oeste mas onde haja transporte para todos os concelhos do distrito”, porque só assim se consegue promover a “coesão territorial”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Seniores masculinos do Sporting das Caldas com dupla vitória

O Sporting Clube das Caldas (SCC) recebeu o Clube Kairós, dos Açores, em jogo atrasado da terceira jornada da segunda fase, série A2, do campeonato nacional, e venceu com alguma naturalidade a equipa açoriana, apesar de ter perdido o segundo set.

voleibol

Sérgio Leandro dirige Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar

Sérgio Leandro vai tomar posse como diretor da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM) nesta quarta-feira, pelas 15h00, em Peniche, sucedendo a Paulo Almeida. A cerimónia contará com a presença do ministro do mar, Ricardo Serrão Santos.

sergio