Q

Previsão do tempo

18° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 25° C
  • Wednesday 21° C
18° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 26° C
  • Wednesday 22° C
18° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 27° C
  • Wednesday 23° C

Loja de estudante da ESAD.CR é sucesso de vendas online

Patrícia Leite
21 de Março, 2017
As lojas online têm vindo a ganhar cada vez mais adeptos de ano para ano, como é o caso da “Banal”. Este espaço online com o lema “todos se podem vestir bem sem gastar muito dinheiro”, foi criado por Sofia Duarte, estudante da ESAD.CR, que tem como objetivo “um dia ter uma loja física”.
Sofia Duarte, responsável pela “Banal”

A estudante do terceiro ano do curso “Design para Media Digitais” sempre teve gosto pela moda. A ideia de criar uma loja online surgiu devido a querer realizar uma viagem com o seu companheiro, criando ambos a loja. Depois disso começou a ganhar o “bichinho das vendas”, acabando por ficar só ela encarregue da loja.?Com mais de mil seguidores na sua conta do Instagram, a “Banal” funciona sobretudo nas páginas nas redes sociais, não tendo um site próprio ou uma loja física, isto porque a estudante verificou que as redes sociais têm muito maior visibilidade e acabam também por ter um contacto mais direto com o público.

Na “Banal” pode-se encontrar roupa nova vintage mais fora do vulgar. Tem também roupa em segunda mão que se encontra em bom estado e acessórios como capas de telemóvel, óculos de sol e muito mais.

Depois de quatro anos de existência da loja, Sofia Duarte afirma que a “procura é cada vez maior, as pessoas cada vez mais compram coisas via online”. Para a estudante, este tipo de negócio traz muitas vantagens, pois “permite divulgar os meus artigos para o mundo inteiro, tendo maior visibilidade e a publicidade é gratuita”.

Segundo a estudante, hoje em dia “as pessoas apostam em looks arrojados e fora do vulgar, querendo uma peça diferente e que não seja cara”. No entanto, admite que “muitas pessoas continuam a preferir ir a uma loja física onde possam entrar, mexer e experimentar a roupa pois é completamente diferente do que ver numa página da internet”.

A “Banal” é mais procurada pelos jovens, que apostam “em looks mais diferentes”. Cada cliente faz a sua encomenda através das redes sociais, que depois é enviada através de correio registado, para que “não haja problemas no envio, nem sinta qualquer desvantagem em ser uma loja online”.

A estudante também sublinhou que “gostaria de ter mais tempo para gerir as páginas nas redes sociais, pois acaba por se tornar complicado conciliar os estudos com a loja”. Relativamente ao futuro, Sofia Duarte afirmou que “gostaria de um dia alugar um espaço físico, onde pudesse dar a conhecer a minha roupa a mais faixas etárias, mas sempre mantendo a loja online”.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Deco Ribatejo e Oeste já é um centro Eusoudigital

A Deco (associação de defesa do consumidor) aceitou o convite do programa Eusoudigital e promove a capacitação dos consumidores da região Ribatejo e Oeste para a transição digital.

deco

VASP desrespeita decisão do tribunal e continua a cobrar taxas aos seus agentes

A Associação Nacional de Vendedores de Imprensa (ANVI) vem divulgar o desrespeito total da VASP - Distribuidora de Publicações, SA, ao cumprimento das ordens do tribunal, providência cautelar de 9 de julho de 2021 e despacho do dia 9 de setembro de 2021, que suspendeu a taxa diária de distribuição.