Q

Previsão do tempo

24° C
  • Tuesday 25° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 19° C
24° C
  • Tuesday 25° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 19° C
24° C
  • Tuesday 27° C
  • Wednesday 24° C
  • Thursday 20° C

Candidato do CDS quer legalizar pavilhões de aviário de perus

15 de Março, 2017
Carlos Pinto Machado, candidato do CDS-PP à presidência da Câmara Municipal de Óbidos, no âmbito das ações de pré campanha realizou na passada quarta-feira uma visita às instalações do aviário da Avarela e o seu matadouro, na sequência da polémica gerada com a questão das moscas no concelho de Óbidos.
O candidato com o administrador do aviário

Recebido pelo administrador José Tibúrcio Sobreiro, Pinto Machado aproveitou para conhecer o aviário de perus e o respetivo matadouro.

“Tomei conhecimento de que existiam cinco pavilhões que não se encontram devidamente legalizados e que a sua não utilização poderá reduzir em cerca de 50% a capacidade produtiva da exploração. Esta situação poderá vir a colocar em risco a sustentabilidade do investimento, pondo em risco uma percentagem significativa dos postos de trabalho existentes, que são cerca de uma centena”, referiu o candidato.

“É preocupante que existam cerca de cem postos de trabalho em risco”, manifestou.

Quanto à questão das moscas, “pude aferir que praticamente não existem, penso que fruto dos cuidados higiénicos implementados pelos responsáveis do aviário”

“É com estranheza que se constata que existe clara intenção na imputação de culpas relativamente à “praga” de moscas que por vezes assola o concelho, apontando estes aviários como o principal foco das mesmas. Os mentores desta falsa tese, no qual se inclui a Câmara Municipal, esquecem-se de que estamos num concelho rural e que a maior parte das vezes não se tem o devido cuidado com a manipulação dos estrumes nas terras de cultivo”, sustentou.

“Quanto ao matadouro, constatei que o mesmo está equipado com maquinaria moderna e que está em plena laboração, e que constitui uma unidade produtiva de excelência para o concelho de Óbidos”, assegurou Pinto Machado.

O candidato questionou se “perante a manutenção de postos de trabalho numa empresa do concelho que até é cumpridora das suas obrigações, perante a perspetiva de contribuir para a sustentabilidade de um investimento num setor que não produz o suficiente para o consumo interno, não se deveria declarar o interesse público municipal e ajudar a legalizar os cinco pavilhões que estão por legalizar nesta empresa?”.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Rita Santos em 1º lugar em patinagem livre

Realizou-se nos dias 9 e 10 de outubro o Torneio de Patinagem Artística, MIX – Great promovido pela Associação de Patinagem de Leiria, onde a Sociedade de Instrução e Recreio “Os Pimpões” participou com as atletas Joana Oliveira, Beatriz Neto, Beatriz Garcia e Rita Santos.

Pimpões Triatlo no Aquatlo Jovem da Amadora

O Aquatlo Jovem da Amadora, prova que contou para o campeonato regional da modalidade, disputou-se na piscina da Reboleira e avenidas envolventes ao estádio da Amadora, no passado dia 5, tendo contado com a participação da equipa dos Pimpões Triatlo, das Caldas da Rainha.

amadora