Q

Previsão do tempo

16° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 25° C
17° C
  • Wednesday 24° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C
17° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 29° C

Quais são os desejos para a região Oeste em 2017?

Mariana Martinho/Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Atirados os foguetes, terminada a festa na noite do réveillon, é altura de programar o ano que chega, colocando para trás das costas o que terminou.

O início do novo ano é um momento importante para refletir sobre o que se deseja melhorar. É altura em que muitas pessoas fazem promessas e pedidos, aos quais não faltam os pensamentos positivos de um ano melhor e mais feliz.

O JORNAL DAS CALDAS foi para a rua para saber quais são os desejos e perspetivas de algumas pessoas para a região em 2017.

António Lourenço Joaquim, de Alcobaça

“2017 é ano de eleições autárquicas e irão decorrer várias obras da responsabilidade do poder local, por isso terá algumas novidades como é normal em períodos eleitorais. Sou natural de Vimeiro de Alcobaça e já ouvi falar que está prevista a instalação de uma biblioteca no Vimeiro, que é uma iniciativa da junta de freguesia. Esta iniciativa é de louvar, espero que tenha sucesso,o que depende da forma como a população local a frequentar e utilizar.

Quando andamos por aqui nas nossas voltinhas aparecem sempre algumas ideias, quando passo por Alfeizerão em direção a São Martinho, lembro-me sempre que seria útil uma via pedonal ou ciclovia junto à estrada que liga estas duas vilas do concelho. No futuro pode ser que os presidentes das juntas de freguesia também pensem nisso e o presidente da câmara de Alcobaça dê uma ajuda”

Maria Jesus Siopa, de Alcobaça

“Mais um ano se encerra e um novo ciclo se inicia. Desejo muita saúde e felicidade para todos para o ano 2017. Para a região espero que haja mais emprego e que a qualidade de vida melhore. Desejo também que haja mais visitantes e turistas no Oeste e que a região cresça em termo de turismo.

Para o mundo, espero que o ano novo seja melhor que 2016, e que o terrorismo termine”

Manuel António Oliveira, de Caldas da Rainha

“O que desejo para a região Oeste é que esta se torne mais visível para nós que vivemos nela e para os que não vivem, que o concelho e a cidade de Caldas da Rainha consigam fixar as pessoas que cá vêm visitar e que pretendam viver no concelho. Também que a Câmara Municipal, juntas de freguesia e todas as associações comerciais, industriais, recreativas, culturais, desportivas, cívicas, entre outras, ajudem a espalhar o nome do concelho e da região, tornando-os mais atrativos para a população.

Mas, acima de tudo, desejo felicidade e um bom ano para todos”

Maria Eugénia Mendes, de Caldas da Rainha

“Em primeiro lugar desejo muita saúde para todos porque sem ela não conseguimos nada.

Para o país desejo menos corrupção e que os nossos governantes saibam de uma vez por todas governar o país. Para as Caldas e região espero que haja mais emprego para que os meus filhos possam voltar de França. Foram para lá por causa de trabalho e das melhores condições e ordenado. Lamento que esta região não tenha trabalho com estabilidade para os jovens que são obrigados a sair do país”

Alexandra Oliveira Martins, do Bombarral

“Acho que deveria haver um melhor aproveitamento do que existe no concelho e na região. Considero que deveria haver uma maior promoção e conhecimento daquilo que temos, nomeadamente património e riquezas naturais e que trazem turistas ao Bombarral e que muitas vezes acabam por não passar na vila.

A nível de comércio penso que deveria haver um incremento maior àqueles que resistem e continuam com a porta aberta e que se esforçam diariamente para ter os produtos para a população local. Por vezes parece que estamos um pouco fora da rota ou que somos esquecidos. Acho que tem que a ver comuma aposta maior na promoção do nosso comércio com mais atividades e dinâmica para trazer o público à localidade.

Desejo também uma melhoria dos transportes públicos, nomeadamente na linha do Oeste, que é uma forma de trazer mais visitantes à região. Desejo ainda a criação de ciclovias com mais segurança”

Amélia Simão, do Bombarral

“Gostava que houvesse mais atividades no Bombarral para dinamizar o comércio. A praça principal precisa de mais dinâmica e animação para atrair mais público. Gostei do mercado de Natal na praça, foi a primeira vez que teve lugar e acho que é uma iniciativa que deverá continuar. Além de não haver muitas vendas acho que é positivo porque marca a presença e faz a promoção dos produtos locais e regionais.

Desejo muita saúde e emprego a todos”

Lúcia Isabel, do Bombarral

“Acho que o comércio e empresas do Bombarral precisam de mais apoios e que a autarquia ajude a promover os produtos locais. Caso contrário nem todo o comércio e cafés consegue sobreviver.

É necessário a promoção e mais atividade para atrair mais público. Espero que em 2017 os impostos baixem”

Daniela Mota, de São Martinho do Porto

“Para o próximo ano, o meu desejo enquanto jovem e recém-licenciada seria conseguir uma oportunidade de trabalho na região, próximo de casa. Além disso desejava que a zona Oeste começasse a criar mais oportunidades de emprego, para que nós, jovens, nos conseguíssemos manter cá e não tivéssemos de sair para longe.

Acho que região podia evoluir cada vez mais a todos os níveis, mas principalmente a nível de empregabilidade”

Maria Clara Roque, de Caldas da Rainha

“Para o concelho de Caldas da Rainha, cidade onde nasci e onde vivo, desejo que 2017 seja um ano de avanços significativos, quer em termos de saúde, visto que temos um défice grande em opções no que diz respeito à assistência e cuidados, quer em termos de cidadania e de igualdade de oportunidades.

Desejo que a administração local se envolva nesta mudança, de modo a que possamos ter uma sociedade mais justa e mais decente para todos.

Ainda desejo paz, tolerância e prosperidade, quer para a Região Oeste, quer para todo o mundo”

João Lavareda, de Caldas da Rainha

“Para este novo ano desejo muita saúde e paz para todos os habitantes da região. A nível comercial, desejo que o comércio tradicional fique melhor em todos os aspetos, de forma atingir o sucesso do mesmo.

Também que exista mais apoio às lojas que estão situadas na rua do Montepio Rainha D. Leonor, como por exemplo, na época natalícia, com a colocação das iluminações de Natal, de modo a tornarem-se mais atrativas nesta época do ano”

Nelson Farinha, de Alfeizerão

“Com o novo ano tenho esperança que o turismo aumente na região, criando melhores condições, um maior número para o comércio tradicional e negócios locais, tornando-os mais dinâmicos para a população.

Além disso, espero que o apoio municipal quer nas atividades económicas quer lúdicas seja maior e mais ativo”

Ana Machado, de Caldas da Rainha

“Gostaria que em 2017 a cidade de Caldas da Rainha e esta região tivesse uma capacidade instalada que permitisse uma redução substancial da taxa de desemprego da população residente. Este facto iria permitir a reentrada no mercado de trabalho de muitas famílias que foram “apanhadas”, involuntariamente, nesta situação.

Gostaria que os empregadores tivessem capacidade para alargar as suas equipas, o que seria também um indício positivo de que a economia da região estaria no bom caminho.

Gostaria de continuar a sentir “a vida” e a animação na cidade de Caldas da Rainha, tal como aconteceu no verão com o retomar com sucesso da Feira dos Frutos e no último mês com toda a dinâmica alcançada durante a quadra natalícia”

Mariana Martinho/Marlene Sousa

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

PSP ajudada por agentes espanhóis

Dois polícias espanhóis que participaram num projeto de intercâmbio com Portugal entre 1 e 8 e agosto estiveram em serviço de patrulhamento e vigilância na Nazaré, Alcobaça e Caldas da Rainha.

psp

Acidente mata dois jovens

Um rapaz e uma rapariga, ambos de 18 anos, morreram no passado domingo na sequência do despiste do carro em que seguiam, cerca das sete e meia da manhã, no IC2, perto de Alcoentre. Outros dois jovens ficaram feridos, um dos quais com gravidade, uma rapariga que foi transportada para o hospital de Vila Franca de Xira.