Q

Previsão do tempo

8° C
  • Saturday 8° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C
9° C
  • Saturday 9° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C
9° C
  • Saturday 9° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C

Casal suspeito de ter assassinado jovem de Peniche vai começar a ser julgado

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O casal suspeito de ter assassinado, queimado o corpo e enterrado os restos mortais de um jovem de 14 anos, natural de Peniche, vai começar a ser julgado no dia 7 de novembro em Chaves, onde o crime ocorreu. Tiago Manuel Conchacha Gonçalves estava institucionalizado desde 2011 na Escola de Artes e Ofícios Professor Nuno Rodrigues, que acolhe crianças e jovens em risco e que pertence à Santa Casa da Misericórdia de Chaves. Foi encontrado enterrado no quintal de uma vivenda naquela cidade transmontana.

O cadáver foi localizado no dia 4 de novembro de 2015 mas só no início deste ano é que se conseguiu proceder à identificação da vítima. O corpo foi descoberto de forma acidental pelo proprietário da casa, que mora em Espanha mas que regressou a esta residência, tendo sido a sua cadela a farejar o cadáver e a desenterrar um pé no quintal, debaixo de uma plantação de pimentos. Estava parcialmente queimado e daí a dificuldade para apurar a identidade de Tiago Conchacha, um dos cinco filhos de uma ajudante de cozinha num restaurante de Peniche.

A Polícia Judiciária, através da Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real, identificou e deteve um jovem, de 19 anos, e a sua amante, de 32 anos, que é casada, pela presumível autoria dos crimes de homicídio e ocultação de cadáver.

De acordo com a PJ, o crime ocorreu em finais do mês de outubro de 2015, “quando os suspeitos, mediante plano previamente estabelecido, agrediram violentamente a vítima até à morte”.

O casal depois queimou o corpo de Tiago Conchacha com gasolina na banheira da casa onde ocorreu o crime e que foi ocupada aproveitando a ausência do proprietário em Espanha.

“Posteriormente, com a colaboração de dois jovens do sexo masculino [sobrinho do detido] e feminino [filha da detida], de 15 e 12 anos, respetivamente, procederam à ocultação do cadáver”, adianta a PJ. Estes dois menores foram ouvidos nas instalações da PJ e foram alvo de processos tutelares educativos.

O casal suspeito está ainda indiciado por vários roubos “por esticão” e furto qualificado perpetrados nas cidades de Lamego, Peso da Régua, Vila Real e Chaves. O jovem agressor conhecia Tiago Conchacha porque viveu na mesma instituição que acolheu a vítima mortal.

O jovem de Peniche terá sido assassinado devido ao receio dos agressores de que poderiam ser denunciados pelos crimes que teriam cometido.

Sem ocupação laboral, estão em prisão preventiva a aguardar o julgamento. A mãe da vítima pede uma indemnização de 152 mil euros.

Francisco Gomes

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Procissão das chouriças

Decorreram entre 20 e 22 de janeiro, em Valado dos Frades, na Nazaré, as Festas em Honra de São Sebastião, tendo o ponto alto sido a procissão, em que participaram dezenas de grupos com os seus andores de oferendas e devoção religiosa, e o famoso leilão das...

chouricas

Óbidos no Congresso Nacional de Desporto

No passado dia 23 de janeiro realizou-se em Barcelos o Congresso Nacional de Municípios Amigos do Desporto, com a participação de 167 autarquias, entre as quais a de Óbidos, tendo sido partilhadas algumas práticas de programas desenvolvidos em diferentes...

congresso

7.ª Entrega de “Kits Recém-Nascido”

Decorreu no passado dia 16, no Auditório dos Paços do Concelho do Cadaval, a sétima entrega de Kits Recém-Nascido, no âmbito do projeto "Oeste +Grávida". A cerimônia contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, José Bernardo Nunes, e de Carla Serrenho...

kit