Q

Previsão do tempo

11° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 17° C
11° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 17° C
10° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 17° C

Óbidos em onze dias de folia cultural

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Entre 15 e 25 de outubro o FOLIO - Festival Literário Internacional de Óbidos contará com 459 criadores, 154 sessões literárias, 56 ilustradores, 37 conferências, 36 espetáculos e 14 exposições. O FOLIO Autores, a FOLIA, o FOLIO Educa, o FOLIO Ilustra e o FOLIO Paralelo são as componentes deste evento, que, segundo o presidente da Câmara, Humberto Marques, “é um grande passo que impulsionará Óbidos e toda a região”. “Pensámos este evento com uma ambição e ousadia tão grandes como a confiança que os decisores do Mais Centro, do Turismo do Centro, da Secretaria de Estado da Cultura e até do Ministério da Cultura Brasileiro depositaram em nós, ao assumir, connosco, esta vontade de criar o melhor festival literário de sempre”, refere o autarca, para quem a iniciativa vinca o posicionamento estratégico da Óbidos Vila Literária. Ana Abrunhosa, presidente da comissão de coordenação e desenvolvimento regional do Centro, sublinha que o FOLIO é “um extraordinário conjunto de eventos numa iniciativa que retrata o espírito empreendedor de Óbidos”.
Elefante Salomão, mascote do FOLIO

“O Turismo Cultural é um dos segmentos que tem apresentado um significativo crescimento no mercado do turismo, assumindo-se como uma indústria apelativa para as cidades e regiões”, faz notar Pedro Machado, presidente da Entidade Regional Turismo do Centro, que considera que projetos como o Óbidos Vila Literária e o FOLIO “são basilares na estruturação do produto “Turismo Cultural” na região Centro”.

José Agualusa, curador do FOLIO Autores, descreve que “queremos que Óbidos seja um local de encontro, não apenas em outubro, mas durante todo o ano, de escritores, de alunos, de professores, de editores, de estudiosos, de livreiros, de todos aqueles para quem a palavra e a literatura são a sua profissão, a sua inspiração, a sua vida”.

“Mais de uma centena de autores, nacionais e internacionais marcam presença em Óbidos para debates, mesas-redondas e entrevistas. É uma grande festa da literatura, do livro e das ideias, muito focado na língua portuguesa e na lusofonia, em particular no Brasil, mas sem esquecer o resto do mundo”, indica.

Anabela Ribeiro, curadora da FOLIA, em parceria com Nuno Silva, explica que “folia é um substantivo que quer dizer folgança ruidosa, pândega”.

“O programa inclui música, teatro, cinema, exposições, aulas, maratonas de leitura, muitas sessões de conversa fiada. Os artistas celebram o triângulo Portugal-África-Brasil. No que é que isto dá? Em António Zambujo e Mayra Andrade a cantar Caetano Veloso, Cristina Branco com o Trio de Mário Laginha a cantar Chico Buarque. Uma exposição de André Carrilho e Pedro Loureiro com retratos de escritores. Moreno Veloso e Tomás Cunha Ferreira a fazer um eixo Rio-Lisboa. Diogo Infante a interpretar a “Ode Marítima” e Fernando Pessoa. Kalaf e o músico angolano Toty Sa’Med numa viagem pela poesia angolana dos anos 60 e 70 (entre a poesia e as canções revolucionárias). Abel Barros Batista a ensinar Machado de Assis, Carlos Mendes de Sousa a ensinar Clarice Lispector. Gregorio Duvivier, não no registo Porta dos Fundos, mas num espetáculo de stand up poetry”, pormenoriza.

Teresa Calçada e Maria José Vitorino, curadoras do FOLIO Educa, consideram tratar-se de uma “ambiciosa programação que mostra que a leitura e a literatura estão sempre envolvidas com todas as outras áreas da vida, da sociedade”. O programa organiza-se por temas como “Música e Literatura”, “Matemática e Literatura”, “Artes Cénicas e Literatura”, “Filosofia e Literatura”, entre outros. Contando com parcerias nacionais de relevo, tais como a da Rede de Bibliotecas Escolares, e convidados nacionais e internacionais de referência, o FOLIO Educa inclui um Seminário Internacional de dois dias, formação de professores e professores bibliotecários, dezenas de oficinas de mediação de leitura, tertúlias temáticas e workshops improváveis.

O FOLIO Ilustra, que tem como curadora Mafalda Milhões, acontece em torno da PIM! – Mostra de Palavras, Ilustração e Movimentos de Leitura. Esta mostra internacional de ilustração conta com a presença dos mais prestigiados criadores portugueses e brasileiros na área da literatura infantojuvenil, com uma coleção ímpar de ilustrações originais de livros editados.

“É homenageado o trabalho de Maria Keil que serve como lugar-raiz para uma viagem pela obra de mais de meia centena de ilustradores que nos convida a ler a cor, a textura, as linhas, as formas, as palavras. Portugal redescobre o Brasil pela ilustração como forma de expressão de técnicas e identidades artísticas”, aponta Mafalda Milhões. Destacam-se as presenças dos recém-premiados Afonso Cruz (Prémio Nacional de Ilustração 2014) e do brasileiro Roger Mello (Prémio Hans Christian Andersen 2014). Com o apoio da Embaixada do Brasil em Portugal e da Viarco Portugal, acolhem-se os leitores de todos os tamanhos no espaço da Galeria novaOgiva (vila de Óbidos) e da Livraria de O Bichinho de Conto (Casais Brancos-Óbidos)”.

FOLIO Paralelo é o espaço das iniciativas locais e da programação autónoma das editoras, dos parceiros, e dos apoiantes FOLIO: lançamentos e apresentação de livros ou de sessões de autógrafos, de conversas, de exposições, de mostras. Estão agendadas 4 conversas da atualidade e 80 sessões literárias com mais de 100 autores e apresentadores.

Representações teatrais, artes performativas, música e exposições completam as propostas FOLIO Paralelo que vão decorrer na Tenda dos Editores, nas Livrarias de Óbidos-Vila Literária, em espaços municipais, hotéis e restaurantes, ou em casas particulares. José Pinho é o coordenador.

O programa é extenso. Vários nomes famosos vão passar por Óbidos, como por exemplo, Marcelo Rebelo de Sousa, Pacheco Pereira, Francisco José Viegas, José Luís Peixoto, Mia Couto, Clara Ferreira Alves, Ricardo Araújo Pereira, para além dos músicos referidos e outros como António Victorino de Almeida e Gisela João, as atrizes Maria Rueff e Maria João Luís, e uma vasta lista de nomes ligados à cultura.

Francisco Gomes

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

La Vie prepara chegada do natal

No âmbito da campanha de natal que decorrerá até dia 23 de dezembro, o La Vie Caldas da Rainha tem um vasto programapreparado. No dia 8 de dezembro pelas 15h00, o Pai Natal vai chegar ao La Vie com o Grupo Motard São Rafael. Traz consigo váriosamigos, entre eles o...

Gaeiras reúne setenta artistas e mil presépios

De 8 a 25 de dezembro vai decorrer, no Convento de São Miguel, nas Gaeiras, a 15a Grande Exposição de Presépios. Duranteestes dias, de quinta a domingo, entre as 14 e as 19 horas, poderão ser vistos cerca de mil presépios de 70 artistas de váriospontos do país....

Venda de presépios com fins solidários

No âmbito do tema aglutinador do Projeto Educativo do Agrupamento de Escolas D. João II “Ser solidário”, e de forma a desenvolver nos alunos o espírito de solidariedade, a interajuda e a cooperação, a reflexão sobre valores e a sensibilidade de olhar para os outros respeitando-os e poder contribuir para melhorar a comunidade, surgiu o projeto “Ser Solidário é DÊ.MAIS”, a envolver as turmas B e F, do 5.ºano de escolaridade, da Escola Básica D. João II das Caldas da Rainha

venda