Q

Previsão do tempo

8° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 13° C
8° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 13° C
8° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 9° C
  • Thursday 13° C

Exposição, música e poesia lusófonas na Biblioteca Municipal

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Na tarde do passado dia 4, na Biblioteca Municipal das Caldas da Rainha, teve lugar a inauguração da “Exposição Itinerante sobre Lusofonia, A Língua Portuguesa na sua Diversidade Cultural”, criada pelo Grupo de Coruche, “Um poema na vila”, coordenado por Ana Freitas, que está patente ao público e às escolas 8 de novembro. Esta exposição foi inaugurada pela responsável pela biblioteca, Aida Reis, em representação da Câmara Municipal das Caldas da Rainha. Seguiu-se um programa complementar de poesia e música lusófonas, organizado pela Comunidade de Leitores e Cinéfilos das Caldas da Rainha, sendo esta a 29.ª sessão cultural dinamizada por este grupo na Biblioteca Municipal.
Visita à exposição

O programa iniciou-se com a participação de dois jovens músicos, Tomás Borga e Margarida Oliveira, que tocaram temas populares portugueses. Seguiu-se a sessão de poesia, com intervenção da Comunidade de Leitores e Cinéfilos das Caldas da Rainha, que disse um poema de Vinícius de Moraes, cujo refrão foi repetido, com entusiasmo, pela assistência. O programa continuou com a participação do Grupo de Coruche, “Um poema na vila”, Ana Freitas, Alzira Carrilho, Cristina Comenda, Maria Ambrósio, Rosa Pais e Rosário de Freitas, que declamaram poemas seus e de outros grandes poetas portugueses. A sessão de poesia terminou com o poeta Jorge Castro, com poemas seus e um poema satírico hilariante, que entusiasmou a assistência.

Seguiu-se a intervenção do Coral Stella Maris, de Peniche, dirigido pelo maestro João Sebastião, que interpretou oito temas, com destaque especial para Trai, Trai (popular português), Balaio, do brasileiro Villa Lobos e dois temas “Zulus”, da União Sul Africana, onde residem cerca de 40 mil portugueses. A tarde cultural terminou com um número extra, cantado pelo Coral Stella Maris, o famoso “O Sole Mio” e, inesperadamente, com dois solos, do maestro tenor João Sebastião, que surpreendeu e empolgou a assistência.

Estiveram presentes cerca de 90 pessoas que manifestaram grande agrado pela exposição e pelo programa de poesia e música.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

PSP combate criminalidade em bares e ruas no centro das Caldas

Uma operação desenvolvida pela PSP das Caldas da Rainha na noite da passada sexta-feira e madrugada de sábado, tendo como alvo bares no centro da cidade e ruas nas proximidades, com o objetivo de “prevenir a criminalidade violenta e grave ou organizada e aumentar o sentimento de segurança na população”, originou a detenção de quatro homens, com idades entre 21 e 28 anos, pelos crimes de tráfico de droga, posse de arma proibida e condução em estado de embriaguez.

psp1

Lions formaliza entrega de verba de espetáculo solidário

O Lions Clube das Caldas da Rainha fez no passado dia 30 uma entrega formal ao Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) da verba apurada no concerto solidário com o maestro e pianista António Victorino d’Almeida e trio de Pedro Caldeira Cabral....

lions

Desfile equestre apresentou reis do carnaval das Caldas

Luís Ventura, de 47 anos, e Mariana Mortágua, de 22 anos, foram escolhidos para serem os reis do carnaval das Caldas da Rainha, encarnando as personagens Zé Povinho e Maria da Paciência, respetivamente, criações de Rafael Bordalo Pinheiro como caricaturas do povo português.

reis00