Q

Previsão do tempo

16° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 23° C
16° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 23° C
16° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 25° C

Rotura no emissário submarino da Foz do Arelho origina descarga de esgotos junto à praia

11 de Junho, 2014
Uma fissura no emissário submarino da Foz do Arelho está a provocar a descarga de esgotos com tratamento secundário próximo da praia, mas a empresa Águas do Oeste prevê iniciar a reparação esta semana. A fissura no Exutor Submarino da Foz do Arelho, que transporta águas residuais com tratamento secundário, foi detetada "através de inspeção vídeo" realizada no dia 5 de junho, revela a agência Lusa. Em condições normais de funcionamento, o exutor deveria transportar a água residual tratada numa extensão de 2,3 quilómetros até à sua descarga no mar, onde a salinidade destrói os micro-organismos que resistem ao tratamento secundário.

A rotura no emissário faz, no entanto, com que as águas residuais entrem no mar a uma distância pouco superior a uma centena de metros de distância da praia à qual foi atribuída a Bandeira Azul e onde o início da época balnear está agendado para o dia 15 de junho.

Segundo a Águas do Oeste, em causa estão águas residuais com tratamento secundário efetuado nas ETAR (estações de tratamento) da Charneca, de Carregal e de Óbidos (geridas pela Águas do Oeste), e nas das Caldas da Rainha e da Foz do Arelho (geridas pelos serviços municipalizados daquele concelho).

No conjunto, aquelas ETAR servem os concelhos das Caldas da Rainha, Óbidos e parte dos concelhos do Bombarral e do Cadaval.

À agência Lusa, a concessionária assegura que “os níveis de cumprimento e conformidade legal das infraestruturas da Águas do Oeste e dos efluentes tratados que são descarregados no exutor são monitorizados de acordo com os parâmetros legais e apresentam uma conformidade de 100%”.

Ainda assim, “como medida adicional de segurança, até que a reparação do exutor esteja concluída, a empresa vai efetuar “uma monitorização da qualidade da água do mar na zona que confina com o areal”, informa a concessionária.

A Águas do Oeste garante, ainda, que todos os trabalhos relativos à monitorização da situação e à reparação do exutor submarino estão a ser articulados com as entidades competentes, nomeadamente com a Agência Portuguesa do Ambiente, o município das Caldas da Rainha e a Junta de Freguesia da Foz do Arelho.

A capitania de Peniche emitiu na passada terça-feira um aviso local à navegação, informando que entre os dias 11 e 25 de junho “está prevista a realização de trabalhos de mergulho no exutor submarino da Foz do Arelho”, pelo que “toda a navegação deve assegurar uma vigilância cuidada, mantendo o devido resguardo de segurança”.

Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Assaltou loja com faca

No passado dia 8, pelas três e meia da tarde, uma loja de produtos regionais no Bombarral foi assaltada por um indivíduo munido de uma faca.

faca

Tinta Ferreira despede-se fazendo balanço “francamente positivo”

A cerimónia de tomada de posse dos órgãos autárquicos nas Caldas da Rainha ficou ainda marcada pela intervenção aplaudida do presidente da Câmara cessante, Tinta Ferreira, que deixará funções executivas na autarquia depois de mais de 25 anos de exclusividade como adjunto do presidente, vereador, vice-presidente e nos últimos 8 anos como presidente.

tinta ferreira

Sardinha não vendida deitada para o chão

Dezenas de cabazes de sardinha foram descarregadas para o chão, no porto de pesca de Peniche, no passado dia 6, depois de não terem sido vendidas em lota.

sardinha