Q

Previsão do tempo

18° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 22° C
18° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 23° C
18° C
  • Monday 24° C
  • Tuesday 24° C
  • Wednesday 25° C

Dalí crente praticante?

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Ouvem-se, por vezes, histórias divertidas que, embora empolgadas ou mesmo imaginadas merecem ser contadas. Porém, o episódio de hoje tem bases para ser credível. A conhecida catedral da Sagrada Família, em Barcelona foi alvo de perseguições tais que correu o risco de ser demolida. Diziam os seus inimigos que não se justificavam gastos tão grandes […]

Ouvem-se, por vezes, histórias divertidas que, embora empolgadas ou mesmo imaginadas merecem ser contadas. Porém, o episódio de hoje tem bases para ser credível. A conhecida catedral da Sagrada Família, em Barcelona foi alvo de perseguições tais que correu o risco de ser demolida. Diziam os seus inimigos que não se justificavam gastos tão grandes que, mais uma vez, a Igreja dava mostras de enorme fausto quando havia ainda pobres. Como é costume, outras vozes se levantaram a favor da continuação da construção da basílica, filha da arte criativa e “do bolso” do grande arquitecto Gaudí. Uma das vozes mais notáveis foi a de Dalí que insultava os “demolidores” de uma das mais belas obras de arte do séc. XX. A sua posição contribuiu muito para salvar o templo que, como se sabe, continua a ser levantado, seguindo agora os desenhos do escultor japonês Etsuro Sotoo, grande admirador e discípulo de Gaudí. A atitude de Salvador Dalí deu origem a uma pergunta mediática: seria o pintor crente praticante? A resposta foi directa: “Não sou crente, mas sou praticante.” A frase de Dalí, troçando do lugar-comum: “sou crente não praticante”, dá que pensar. Numa primeira audição (ou leitura, neste caso), soa a afirmação tão falsa como a outra, mas parece-nos que Dalí é mais coerente porque é praticante de algo em que acredita: a beleza, a arte que reconheceu na obra de Gaudí. No entanto, define-se como não crente, pois entendeu na pergunta o sentido imposto pelo jornalista: se era crente católico. Assim, conseguiu dizer muitas coisas numa simples frase: mostrou a falta de coerência entre crer e não praticar porque a acção não segue a razão. Mostrou sentido de humor e arte no uso das palavras, trocando a sua posição e mudando-lhe o sentido. E ainda mostrou a sua prática agindo de acordo com o que pensava e sentia (como artista) sem medo de cair mal no ambiente da época por defender uma igreja que ele reconhecia como Arte.. Se, como disse o Santo Padre com razão, existe algum veneno no seio da Igreja, também há antídotos eficazes fora dela. Dalí teve valor ao defender a beleza. E a Beleza recompensou-o porque também o defendeu. O artista morreu como crente católico. Bento XVI deixou-nos um conselho de artista e de pai no final da sua comunicação ao mundo da cultura:”Fazei coisas belas, mas sobretudo fazei das vossas vidas lugares de beleza.” Será que Salvador Dalí estava presente e o ouviu? Isabel Vasco Costa

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Filipe Rebelo revalida título de tricampeão regional +35

Filipe Rebelo, do Clube de Ténis das Caldas da Rainha, revalidou o título de tricampeão regional alcançado em 2023, ao vencer as provas de singulares, pares masculinos e pares mistos, no escalão +35, no campeonato regional de veteranos disputado no Clube Escola de Ténis e Padel de Leiria.

filipe

Mercado Medieval aposta na animação

Mais de 40 grupos de música medieval, teatro imersivo, animação histórica, palestras e muita gastronomia marcam uma nova edição do Mercado Medieval de Óbidos, que este ano, com o tema “Entre Rosas e Espinhos”, arranca no dia 18 de julho, decorrendo ao longo de dez dias.

Mercado