Q

Previsão do tempo

15° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 26° C
15° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 27° C
16° C
  • Wednesday 24° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 30° C

“Mural dos afetos” dá as boas-vindas a quem chega à cidade

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A imagem de uma mãe abraçada à filha embeleza a fachada de um edifício na Rua General Amílcar Mota, na entrada sul da cidade. Trata-se de um mural de arte urbana, da autoria de Daniel Eime, que identifica Caldas da Rainha como uma cidade que há uma dezena de anos faz parte do Movimento Cidade dos Afetos.
Imagem de um adulto a abraçar uma criança representa uma “cidade de afetos”

A imagem de uma mãe abraçada à filha embeleza a fachada de um edifício na Rua General Amílcar Mota, na entrada sul da cidade. Trata-se de um mural de arte urbana, da autoria de Daniel Eime, que identifica Caldas da Rainha como uma cidade que há uma dezena de anos faz parte do Movimento Cidade dos Afetos.

O Movimento Cidade dos Afetos surgiu em 2014, tendo como fundadores os coordenadores das Unidades de Saúde Pública Arnaldo Sampaio e Zé Povinho, respetivamente Mário Durval e Jorge Nunes, e os presidentes das Câmaras Municipais do Barreiro e das Caldas da Rainha, na altura Carlos Humberto e Tinta Ferreira.

A iniciativa descreve-se como um “movimento mobilizador de toda a comunidade para o desenvolvimento de atividades que apliquem a componente afetiva, de modo a promover o bem-estar e os estilos de vida saudáveis, essenciais à felicidade de todos”.

Atualmente são já duas dezenas as localidades aderentes ao Movimento Cidade dos Afetos. Para assinalar que Caldas da Rainha está na génese da iniciativa foi pintado um mural na entrada sul da cidade.

Devido à localização “pode funcionar bem como cartaz de boas vindas”, reconhece o artista Daniel Eime, autor da obra, encomendada pela Câmara. Nascido em 1986 nas Caldas da Rainha e radicado no Porto, é licenciado em cenografia e tem uma grande experiência, com murais pintados em vários países. Nas Caldas da Rainha é responsável pela pintura do rosto de uma criança no Centro da Juventude, de um homem no edifício de uma barbearia e de uma idosa nos Silos.

Nome destacado no panorama da arte urbana, recorre a stencils e pincéis e desenvolve a sua obra em torno de rostos e composições abstratas.

O mural agora produzido vai “de alguma forma dar as boas vindas tanto aos caldenses como aos visitantes que chegam às Caldas da Rainha e transmitirá que é uma cidade que sabe acolher”, afirma.

“Trabalhei sobre o tema dos afetos e expus de forma gráfica o que pode simbolizar os afetos, neste caso fui ao meu momento mais presente, com dois filhos, e achei que o afeto podia ser transmitido desta forma, com uma mãe e uma filha”, relata. O mural tem a cor vermelha em maior destaque, por “estar associada ao amor, e leva as pessoas a outro tipo de sensações e vai dar calor à zona”.

A parede anteriormente branca ganhou vida com a intervenção em stencil. O projeto foi apresentado no II Encontro do Movimento Cidade dos Afetos, a 16 de fevereiro deste ano, no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha.

Os afetos estiveram em foco no primeiro trimestre de 2024, através de várias iniciativas dinamizadas pelo Município de Caldas da Rainha em conjunto com diversos parceiros locais. Foram várias as atividades organizadas junto da comunidade, com o intuito de promover uma cultura de solidariedade e empatia. Desde a distribuição de cartas de afeto até à criação de uma árvore simbólica dos afetos nos Paços do Concelho, passando pela personalização das refeições escolares como “almoço dos afetos”, cada ação foi concebida com o propósito de inspirar positividade e promover o bem-estar.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Candidata da Iniciativa Liberal em piquenique no Parque D. Carlos I

Ana Martins, candidata da Iniciativa Liberal (IL) às eleições europeias, participou num piquenique no Parque D. Carlos I, nas Caldas da Rainha, onde manifestou que o país “podia ter feito muito mais com os fundos europeus que recebeu”.

Iniciativa Liberal 1

Composição de dança ganhou o 1º prémio do “Toma Lá Talento”

Martim Codinha, aluno no Colégio Rainha D. Leonor, conquistou o 1º lugar na final concelhia do concurso "Toma Lá Talento” com uma composição de dança.
O 2º lugar foi para Martim Marques, da Escola Secundária Rafael Bordalo, no domínio da guitarra.
A 3ª classificação foi para a dupla Marie e Anne, também da Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, com cântico e guitarra.

talento 1