Q

Previsão do tempo

17° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 21° C
17° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 24° C
  • Tuesday 21° C
18° C
  • Sunday 26° C
  • Monday 26° C
  • Tuesday 23° C
Liga 3

Académica vence Caldas por 2-1 com reviravolta nos últimos minutos

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Dois golos sofridos nos minutos finais da partida fizeram o Caldas Sport Clube perder três pontos, ao ser derrotado fora frente à Académica, no passado domingo.

Académica vence Caldas por 2-1 com reviravolta nos últimos minutos

Liga 3

Dois golos sofridos nos minutos finais da partida fizeram o Caldas Sport Clube perder três pontos, ao ser derrotado fora frente à Académica, no passado domingo.

Aos 87 minutos os alvinegros estavam a ganhar por uma bola a zero, fruto do golo madrugador de João Silva, mas num ápice viram a vitória fugir, deixando um sabor amargo nesta deslocação a Coimbra.

O Caldas obteve a vantagem aos 19 minutos, com um longo passe de Leandro Borges e ter a receção perfeita de João Silva, que encheu o pé para bater o guarda-redes da Académica, bem longe da baliza, um golo de belo efeito, para ser lembrado esta época: João Silva foi eleito o “Homem do Jogo”.

Ainda antes do intervalo o Caldas podia ter ampliado a vantagem.

Na segunda parte, houve oportunidades de ambos os lados, mas só na reta final é que a Académica fez a reviravolta no marcador. Diogo Ribeiro igualou a partida aos 87 minutos e Perea passou o clube de Coimbra para a frente apenas um minuto depois, num contraataque após perda de bola dos alvinegros a meio-campo.

Este resultado deixou a Académica isolada na liderança da Série 4 da Manutenção/Descida da 2.ª Fase da Liga 3, com onze pontos, mais três do que o Caldas. Fontinhas é terceiro com quatro pontos e o Moncarapachense é quarto com três pontos. Jogaram-se duas jornadas e faltam quatro.

A Académica – que havia perdido os dois jogos da 1.ª fase do campeonato com o Caldas – prolonga a melhor série da época (quatro vitórias consecutivas), enquanto que o Caldas vai para dois meses sem ganhar, após quatro derrotas e o empate com o Moncarapachense.

Liga 3 – 2.ª Fase – Série 4 Manutenção/Descida

2.ª jornada

Estádio Cidade de Coimbra

Árbitro: João Casegas

Assistentes: Bruno Nascimento e João Costa

Quarto árbitro: Diogo Santos

Académica: Hidalgo; Diogo Costa, Grilo (Diogo Amaro “Tusso”. 72’), Perea, David Teles, Juary, Stitch (Ruca, 57’), Desmond (Diogo Ribeiro, 57’), David Brás  (Vasco Gomes, 57’), Hugo Seco (Vasco Paciência, 82’) e Rodrigo Guedes.

Suplentes não utilizados: Bernardo, Latón, Pepo e Di Cardoso.

Treinador: Tiago Moutinho

Disciplina: cartão amarelo a David Brás (2’), Perea (89’) e Vasco Paciência (90’+3).

Golos: Diogo Ribeiro (87’) e Perea (88’)

Caldas: Luís Lopes; Yordy Marcelo, André Sousa (Luís Marcelino, 41’), Thomas Militão (Cap.), Diogo Clemente, João Silva, Gonçalo Barreiras (Miguel Rebelo, 59’), João Rodrigues, André Perre (Nuno Januário, 78’), Leandro Borges e Lucas Vilela (Tuga, 78’).

Suplentes não utilizados: Wilson Soares, Luís Farinha, Marcelo Marquês, Paulo Inácio e Rafael Roque.

Treinador: José Vala

Disciplina: cartão amarelo a Thomas Militão (12’), André Perre (30’), Luís Marcelino (56’), Lucas Vilela (68’) e Diogo Clemente (90’+3).

Golos: João Silva (19’)

Comentário à jornada por Jorge Humberto:

Coimbra perdeu encanto na hora da despedida, quando a dois minutos do término da partida os conimbricenses dariam a volta a um resultado até aí favorável para o Caldas (0-1) Esta derrota (2-1) coloca a Académica na frente de uma tabela em que o Caldas é 2º, beneficiando do empate entre Fontinhas e Moncarapachense (0-0),  caso contrário veria um dos adversários a encurtarem perigosamente distâncias para o grupo alvinegro. 

Na série 3, surpresa em Alcochete com a vitória do Oliveira do Hospital sobre o Sporting B (1-2), quando se esperaria outro desempenho verde e branco sobre um adversário teoricamente mais fraco. O Vitória de Setúbal levou a melhor sobre o Real (1-0). Nesta série a luta é mais equilibrada e só o Real  parece com a participação mais comprometida. 

Na Fase de Subida, na série 1  à 2ª jornada  o equilíbrio parece pautar os concorrentes (Leiria, Braga B, Felgueiras e Alverca), mas talvez o Alverca possa a vir revelar maiores dificuldades. Destaque para a vitória do Braga B sobre a U. Leiria (1-0), que deixa o clube da cidade do Liz de sobreaviso rumo à 2ª Liga, que a não se concretizar será uma profunda desilusão, pois tem o melhor plantel deste grupo, mas é preciso melhor afinação. 

Nas contas da série 2, o Belenenses entrou a todo o gás: Dois jogos, duas vitórias, esta última sobre o Amora (3-0), grupo da Margem Sul que poderia ainda ter sofrido o quarto golo (penalti falhado nos últimos momentos do jogo).  Quanto ao Lank Vilaverdense, venceu o Sanjoanense (2-0), sendo que a luta parece para já entregue às equipas de Belém e de Vila Verde. 

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados