Q

Previsão do tempo

15° C
  • Wednesday 16° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 21° C
15° C
  • Wednesday 16° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 21° C
15° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 23° C

Urgência Pediátrica do Hospital das Caldas da Rainha continuará de portas abertas

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Urgência Pediátrica da unidade das Caldas da Rainha do Centro Hospitalar do Oeste vai permanecer de portas abertas durante as 24 horas e ao fim de semana, mas o mesmo não vai acontecer em Torres Vedras, que passará a funcionar entre as nove da manhã e as nove da noite, a partir de 1 […]
A Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde decidiu manter a Urgência Pediátrica

A Urgência Pediátrica da unidade das Caldas da Rainha do Centro Hospitalar do Oeste vai permanecer de portas abertas durante as 24 horas e ao fim de semana, mas o mesmo não vai acontecer em Torres Vedras, que passará a funcionar entre as nove da manhã e as nove da noite, a partir de 1 de abril, segundo anunciou a Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A Urgência Pediátrica da unidade das Caldas da Rainha do Centro Hospitalar do Oeste vai permanecer de portas abertas durante as 24 horas e ao fim de semana, mas o mesmo não vai acontecer em Torres Vedras, que passará a funcionar entre as nove da manhã e as nove da noite, a partir de 1 de abril, segundo anunciou a Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Numa tentativa de gerir recursos e necessidades e após reunião dos diretores de serviço de pediatria das catorze unidades da região de Lisboa e Vale do Tejo, a Administração Regional de Saúde e o INEM, ficou definido um plano de reestruturação das urgências pediátricas. Dez delas vão continuar a funcionar 24 horas sem interrupção: Centro Hospitalar do Médio Tejo – Unidade de Torres Novas; Centro Hospitalar do Oeste – Unidade de Caldas da Rainha; Hospital Distrital de Santarém; Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte – Hospital Santa Maria; Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central – Hospital D. Estefânia; Hospital Fernando da Fonseca (Amadora-Sintra); Hospital de Vila Franca de Xira; Hospital de Cascais; Hospital Garcia de Orta; Centro Hospitalar Barreiro Montijo.

O Centro Hospitalar de Setúbal mantém-se aberto as 24 horas, mas suspende a atividade ao fim de semana, das 21h de sexta-feira às 09h de segunda-feira, de quinze em quinze dias.

Das 9h às 21h funcionarão o Centro Hospitalar Lisboa Ocidental – Hospital S. Francisco Xavier, que acaba por manter o horário praticado há vários anos, com os médicos a integrar a escala noturna do Hospital D. Estefânia, o Hospital de Torres Vedras, que já não conseguia cumprir no período noturno os requisitos dos serviços de urgência de pediatria, e o Hospital Beatriz Ângelo, de Loures, que suspende atividade também durante o fim de semana.

Estes horários têm efeitos até ao final de junho e o objetivo é que este plano vá sendo avaliado. Os resultados deste plano estratégico serão monitorizados pela Direção Executiva do SNS, “de forma a avaliar a necessidade de alterações e definir a atuação nos restantes trimestres de 2023, em função da experiência do modelo, com perspetiva de potencial redução dos pontos de rede no verão e o aumento da disponibilidade no inverno, adaptando a oferta à procura de cuidados”.

O papel do INEM neste plano é “estar em regime de prontidão, disponibilizando os meios de emergência médica pré-hospitalar que possibilitem apoio de emergência e/ou encaminhamento de forma segura e adequada”.

A Direção Executiva sustenta que as instituições hospitalares devem articular com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, o INEM, o SNS24, o Portal do SNS e os Agrupamentos de Centros de Saúde da área de influência destes hospitais, a disponibilização de toda a informação à população sobre o funcionamento dos Serviços de Urgência de Pediatria.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Caminhada angariou 3900 euros para Liga Portuguesa Contra o Cancro

A caminhada realizada a 19 de maio, nas Caldas da Rainha, no âmbito da iniciativa do Núcleo Regional do Sul da Liga Portuguesa Contra o Cancro “Corrida Pela Investigação”, angariou 3900 euros para bolsas de investigação científica na área da oncologia.

caminhadaLPC1

População unida num “abraço” para a reabertura da Escola do Coto

O fecho da Escola Primária do Coto no final do ano letivo 2022/2023 “por falta de condições de segurança”, que na altura surpreendeu os pais e alunos, levou no dia 15 de maio dezenas de pessoas a protestarem junto ao estabelecimento de ensino para exigirem o arranque das obras de requalificação e a sua reabertura o mais breve possível.

Escola 1