Q

Previsão do tempo

14° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 17° C
14° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 17° C
14° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 18° C

Caldas Rugby lidera isolado no final da 1ª volta

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ

Equipa caldense com vitória bonificada em Guimarães

Na 5ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão, Fase Final Cup, Guimarães RUFC e Caldas RC defrontaram-se, com os caldenses a vencerem por 34-10 e a lideraram isolados.

Apenas aos 17 minutos houve o primeiro toque de meta, pelo 2ª linha José Contreras, a descobrir espaço na última linha defensiva adversária. Carlos Prieto não foi feliz na transformação, falhando por pouco um pontapé difícil. Placard em 0-5.

Reagiram os visitados e, aos 22 minutos, aproveitaram um erro no solo e foram aos postes pelo médio de abertura Bruno Silva, exímio chutador, que reduziu para 3-5.

Aos 24 minutos o árbitro exibiu o amarelo ao capitão caldense, por entrada perigosa. Os 10 minutos no “banco” anteviam uma fase difícil para a equipa visitante.

Mas a resposta pelicana surgiu com o acelerar do jogo e as linhas atrasadas a criarem situações de superioridade. Aos 25 minutos uma destas jogadas foi travada em falta, mas jogando a vantagem Cristóvão Monteiro executou com precisão um pontapé de ressalto e passou o marcador para 3-8.

Aos 33 minutos, uma penalidade jogada rápida e entrada decidida do 1º centro Tiago “Samu” Santos a concretizar. Carlos Prieto transformou e 3-15 no marcador.

Aos 38 minutos mais uma penalidade jogada à touch, conquista eficaz no alinhamento, oval circulada rapidamente e o talonador Rafa Cavaco Silva a entrar para o toque de meta, sem oposição. Carlos Prieto acrescentou mais dois pontos. 3-22 no score.

Não pararam os Pelicanos e, na bola de jogo, corrida do 2º centro Tomás Jacinto, a partir do seu meio campo, pontapé a seguir e a oval captada para mais um ensaio. Carlos Prieto não logrou o pontapé de transformação, difícil. Resultado na 1ª parte: Guimarães RUFC – 3 Caldas RC – 27.

Aos 51 minutos uma penalidade jogada rápida, falha de placagem no centro da linha caldense e Oscar Teneria a concretizar entre os postes. Bruno Silva não falhou e 10-27 no marcador.

Acordou o Caldas e voltou a dominar nos 22 metros adversários. Aos 56 minutos numa jogada de várias fases à mão, a defesa vimaranense cedeu, e o capitão caldense chegou ao ensaio. Carlos Prieto não vacilou e estabeleceu o resultado final em 10-34. Vitória, com ponto bónus, sem contestação do Caldas RC. Tiago “Samu” Santos foi considerado o jogador mais influente deste encontro.

No final da primeira volta desta fase de apuramento para a final de atribuição do título, o Caldas RC lidera, isolado, com 18 pontos.

A próxima jornada disputa-se no dia 25 de março, pelas 12h, no Estádio Dr. José Luís de Melo Silveira Botelho, nas Caldas da Rainha. O Caldas RC receberá o RC Santarém.

O Caldas RC alinhou com Alexandre Vieira, André Filipe, Carlos Prieto, Cristóvão Monteiro, David Esteves, Diogo Silva, Diogo Vasconcelos, Duarte Jasmins, Filipe Gil, Filipe Nobre, Giorgi Turabelidze, Gonçalo Sampaio, José Contreras, Leonardo Ferreira, Luís Gaspar, Nicolau Turabelidze, Rafael Cavaco Silva, Rafael Marcos, Ricardo Correia, Ricardo Marques (capitão), Rui Santos, Tiago Santos (1E) e Tomás Jacinto.

Treinador: Patrício Lamboglia; Diretor de Equipa: António Ferreira Marques; Fisioterapeuta: Raquel Costa (Physioclem).

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Comissão Cívica do Hospital Termal homenageia Mário Gonçalves

A Comissão Cívica do Hospital Termal e Património Rainha D. Leonor prestou homenagem a Mário Gonçalves, através de um comunicado em que que sublinha ter sido “um profissional de excelência e um ser humano único, muito ponderado e sempre muito atento aos interesses dos caldenses”.