Q

Previsão do tempo

14° C
  • Tuesday 20° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 20° C
14° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 20° C
15° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 21° C

Tempo de recuperação de cirurgia para varizes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Quando se fala em intervenção cirúrgica para tratar as varizes, muitos dos pacientes têm medo de realizar o procedimento por causa de compromissos como o trabalho e a família. Por isso mesmo, uma das principais questões prende-se ao tempo de recuperação de cirurgia para varizes.

Quando se fala em intervenção cirúrgica para tratar as varizes, muitos dos pacientes têm medo de realizar o procedimento por causa de compromissos como o trabalho e a família. Por isso mesmo, uma das principais questões prende-se ao tempo de recuperação de cirurgia para varizes.

A par do tempo de recuperação existem receios, tais como, o desconforto ou dor no período pós-operatório.

Qual é o tempo de recuperação de cirurgia para varizes?

De um modo geral, a recuperação de uma cirurgia vascular é muito variável, contudo, para a cirurgia de varizes em particular não é longa, variando entre 1 a 15 dias, dependendo do tratamento realizado.

Outro aspeto que influencia o tempo de recuperação de uma cirurgia às varizes é o estado de saúde do paciente antes e após a cirurgia. No entanto, só o cirurgião vascular é que poderá definir o tempo de repouso adequado a cada caso.

Tempo de recuperação para cada tipo de cirurgia às varizes

Conforme foi dito, o tempo de recuperação de uma cirurgia depende, entre outros fatores, do procedimento escolhido. Afinal, alguns são mais invasivos que outros e, portanto, requerem cuidados diferentes.

Assim sendo, abaixo poderá ter uma noção do tempo de recuperação em função da técnica utilizada.

Tempo de recuperação de uma cirurgia convencional com o stripping de uma veia safena

O stripping de uma veia safena é o procedimento clássico da cirurgia de varizes. Na verdade, trata-se da remoção da veia safena interna e/ou externa que é feita através de duas incisões, uma na parte interna do joelho (ou tornozelo ântero-lateral) e outra na região da virilha. A veia safena pode então ser identificada e um fino fio de aço é inserido ao longo do interior da veia. Após o fio de aço e a veia serem laçados por um fio de seda, procede-se ao arrancamento da veia e do fio de aço simultaneamente.

Apesar de a descrição impressionar algumas pessoas, na verdade, é um procedimento realizado em ambulatório, ou seja, não é necessário o internamento do doente.

Este tipo de cirurgia requer habitualmente um tempo de recuperação de 7 a 15 dias no domicílio, contudo, permite (e é recomendado) realizar atividades ligeiras, tais como passear pela casa, logo no primeiro dia.

Ablação térmica da veia safena com radiofrequência ou laser

A energia térmica produzida pela radiofrequência e laser é atualmente utilizada para tratar varizes e é, portanto, o tratamento menos invasivo da veia safena interna e/ou externa (ou outra veia que reúna as características necessárias para o procedimento).

O procedimento não envolve a excisão cirúrgica da veia, pelo que o problema é resolvido fazendo uma pequena incisão na pele imediatamente abaixo do joelho, introduzido um cateter de radiofrequência ou laser ao longo da veia a ser tratada e, por fim, através da energia térmica que é produzida pela extremidade do cateter, é realizada a ablação da veia, obliterando-a. Tal como a técnica de stripping, esta intervenção é também realizada em ambulatório.

Devido às suas características, o tempo de recuperação para este tipo de intervenção é habitualmente mais curto entre 2 e 7 dias.

Microflebectomia

Este procedimento é ideal para tratar as varizes tronculares (as veias mais salientes que se observam no membro). A miniflebectomia pode ser implementada de forma isolada ou como um importante complemento ao stripping ou à ablação térmica das veias safenas. Como as incisões são pequenas (habitualmente entre 2-3mm), frequentemente não são necessários pontos.

Cuidados do pós-operatório

Tal como noutras cirurgias, o tempo de recuperação para a cirurgia às varizes depende não só da gravidade da doença e do estado de saúde do paciente, como também dos cuidados que doente tem no pós-operatório.

Conforme foi dito anteriormente, só um médico poderá avaliar cada caso, dando as indicações específicas para cada caso. No entanto, as recomendações no pós-operatório mais comuns são:

  • Deambular por curtos períodos e alternar com repouso e elevação dos membros;
  • Usar as meias de compressão elástica, de acordo com as indicações dadas pelo médico;
  • Evitar a exposição solar no período após a cirurgia, para que não surjam manchas na pele;
  • Sempre que se expor ao sol após o período recomendado pelo médico, utilizar protetor solar de fator de proteção elevado;
  • Praticar exercício físico respeitando as indicações médicas;
  • Uma vez que a pele ainda está sensível, não é recomendável fazer a depilação ou outros procedimentos estéticos no período pós-operatório imediato.
(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Kidicaldas incentiva o uso da bicicleta nas deslocações diárias

A 2ª edição do Kidicaldas aconteceu no passado sábado e contou com uma forte participação de crianças e adultos, nos mais variados tipos de bicicleta. Os otogenários Virgínia e Mário Tavares foram conduzidos num trishaw, com direito ao vento nos cabelos.

kidicaldas 1

Voluntariado para cortar planta invasora

Uma ação de voluntariado ambiental na praia da Lagoa de Óbidos, na Foz do Arelho, realiza-se no dia 8, das 10h às 13h, para cortar as plumas das ervas-das-pampas, espécie invasora, planta exótica invasora, originária da América do Sul, que provoca sérios danos nos ecossistemas uma vez que cresce vigorosamente formando aglomerados densos que dominam a vegetação herbácea e arbustiva, e cria barreiras à circulação da fauna e utiliza os recursos disponíveis para outras espécies. Além disso, provoca alergias e as folhas são cortantes.

planta

Idosos em almoço-convívio

Um almoço-convívio comemorativo no parque das bicicletas do Parque D. Carlos I, nas Caldas da Rainha, vai assinalar a 30 de setembro o Dia Internacional do Idoso.

woman gfb3103282 1920