Q

Previsão do tempo

14° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 22° C
14° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 23° C
14° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 30° C
  • Sunday 24° C

Caldas da Rainha recebeu duas provas da Volta a Portugal

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
As duas provas da Volta a Portugal de Cadetes e Feminina Sub-19 terminaram no passado domingo na Avenida 1o de Maio,nas Caldas da Rainha, tendo os ciclistas Hector Alvarez (Lucta/Grupo Sime) e Marta Carvalho (Extremosul/HotelAlísios/Cenmais) conquistado a vitória. O dia começou com a última etapa da 14.a Volta a Portugal de Cadetes, que ligou Santarém […]
Os vencedores da 14.a Volta a Portugal de Cadetes (foto Rui Miguel)

As duas provas da Volta a Portugal de Cadetes e Feminina Sub-19 terminaram no passado domingo na Avenida 1o de Maio,
nas Caldas da Rainha, tendo os ciclistas Hector Alvarez (Lucta/Grupo Sime) e Marta Carvalho (Extremosul/Hotel
Alísios/Cenmais) conquistado a vitória.

O dia começou com a última etapa da 14.a Volta a Portugal de Cadetes, que ligou Santarém a Caldas da Rainha, num percurso de 80,6 quilómetros, e que teve o primeiro ataque em A-dos-Francos. O grupo de três corredores, composto por Vicent Juan (Lucta/Grupo Sime), João António e Pedro Cruz (ACD Milharado/DriveonHolidays/Mafra), ainda ganhou uma vantagem de cerca de 30 segundos para o pelotão. O trio acabaria por ser alcançado no início da subida para o primeiro prémio de montanha, colocado no Painho, ao quilómetro 44,5.
A fuga que decidiu a etapa deu-se pouco depois, cerca do quilómetro 46, logo após o prémio de montanha. A equipa do camisola amarela, Hector Alvarez, marcou novamente presença neste grupo, composto pela camisola branca, João Anunciação (Alenquer/G.D.M/Anipura), Andreu Lopez e Eric Ubeda (Lucta/Grupo Sime). Pouco depois seria a vez do líder da geral atacar no grupo e juntar-se ao trio que seguia em cabeça de corrida.
Depois de Eric Ubeda, já com dois colegas de equipa na frente, descair até ao pelotão, o trio rolou até à meta, com cerca de um minuto de vantagem sobre o grupo principal. Na chegada às Caldas da Rainha a vitória seria para Andreu López, que disputou ao sprint com João Anunciação. Hector Alvarez foi terceiro, celebrando a vitória do colega de equipa e a sua, na classificação geral individual.
Andreu López não podia estar mais satisfeito com o triunfo. “Esta foi a minha primeira vitória e estou muito feliz. Arranquei no prémio de montanha e graças ao meu companheiro de equipa que também veio comigo e a toda a equipa conseguimos ganhar a etapa. O meu objetivo era ajudar o Hector Alvarez, mas foi muito bom ter tido a oportunidade de lutar pela vitória na etapa”, sublinhou o atleta.
O corredor espanhol arrecadou ainda a camisola verde, dos pontos, e a camisola azul, da montanha. Na geral, João Anunciação ascendeu à segunda posição, terminando a 29 segundos do vencedor. Andreu López completou o pódio final, na terceira posição, a 57 segundos. A equipa Lucta/Grupo Sime esteve em grande destaque ao longo de toda a corrida, sendo coroada como a melhor formação em prova.
O grande vencedor da corrida, que estava satisfeito com “a vitória da equipa”, disse que “desde início sabia que íamos jogar ao ataque e colocámos logo dois corredores na frente para que pudesse ter essa referência. Conseguimos depois arrancar, chegar a eles e cortar a meta com o Andreu em primeiro lugar. Foi a primeira vez que fiz uma Volta a Portugal e estou muito orgulhoso por ter conseguido vencer. Dedico esta camisola amarela a toda a equipa, que trabalhou super bem desde o primeiro dia”.
No que tocou à segunda e última etapa da 1.a Volta a Portugal Feminina Sub-19, que teve um total de 55,6 quilómetros, levando as corredoras de A-dos-Francos, terra natal de João Almeida, até às Caldas da Rainha, deu a vitória à ciclista Marta Carvalho, tendo Mariana Líbano, da Velo Performance/JS Campinense, conseguido o segundo lugar na etapa.
Até ao final da etapa o pelotão acabaria por se fragmentar em dois, ficando as cinco corredoras em cabeça de corrida com 30 segundos de vantagem para o primeiro gruo intermédio e cerca de um minuto para o segundo.
Chegadas à reta final, Marta Carvalho tornou a destacar-se e a ser a mais forte ao sprint, com Mariana Líbano a passar a meta na segunda posição. Beatriz Guerra foi a terceira classificada e a melhor cadete na etapa.
Marta Carvalho afirmou que “tentei nunca perder de vista o pelotão e responder sempre bem aos ataques. Quando conseguimos formar uma fuga, em que fomos cinco corredoras, ganhámos alguma vantagem ao pelotão e viemos assim até ao final. Não esperava discutir novamente a vitória, porque não fazia ideia de como iria ser a etapa. Quando percebi que tinha a possibilidade de vencer dei o meu máximo e estou muito feliz por ter conseguido mais uma vitória”.
Com o segundo lugar nesta última etapa, Mariana Líbano assegurou a camisola amarela e ainda a camisola verde, dos pontos.

“Estou muito orgulhosa por ter ganho esta corrida. Queria vencer a prova desde o primeiro dia e felizmente conseguimos segurar a amarela até ao final. Defendemos sempre muito bem a liderança e por isso tenho de agradecer muito à minha equipa, que me ajudou sempre que eu precisei, trabalhou muito e esta camisola é de todas nós”, sublinhou a ciclista.
Daniela Simão foi a segunda da geral final, a 32 segundos de Mariana Líbano, arrecadando ainda a camisola branca, de melhor cadete na corrida. Marta Carvalho fechou o pódio final, na terceira posição, a 35 segundos da vencedora. A camisola da montanha ficou para Beatriz Guerra.
“A camisola branca era o meu principal objetivo desde o primeiro dia, onde consegui conquistar a liderança desta classificação no contrarrelógio, que é uma disciplina em que me sinto confortável. O meu objetivo para o resto das etapas era manter a branca e estou muito feliz por ter conseguido fazê-lo”, revelou Daniela Simão.

volta 2
Mariana Líbano conquistou a camisola amarela da 1.a Volta a Portugal Feminina Sub-19 (foto Rui Miguel)
(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Ribafria com dobradinha em Évora

Apesar de ter dado já como terminada a sua época de competição, a equipa de ciclismo do Centro Recreativo e Popular da Ribafria, na Benedita, acabou por deslocar-se no passado dia 1 à cidade de Évora, para participar no VI Circuito organizado pela União Desportiva do Alentejo.

ribafria