Q

Previsão do tempo

22° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 32° C
22° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 33° C
23° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 36° C

Projetos caldenses recebem apoios do programa Garantir Cultura

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais (GEPAC) do Ministério da Cultura publicou uma listagem com todas os beneficiários do programa Garantir Cultura (entidades artísticas singulares e coletivas que prossigam atividades de natureza não comercial). Entre os projetos apoiados contam-se alguns das Caldas da Rainha.

O Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais (GEPAC) do Ministério da Cultura publicou uma listagem com todas os beneficiários do programa Garantir Cultura (entidades artísticas singulares e coletivas que prossigam atividades de natureza não comercial). Entre os projetos apoiados contam-se alguns das Caldas da Rainha.

Border Country, terceiro registo discográfico de Cave Story, banda de rock formada em 2013, nas Caldas da Rainha, é um deles. O apoio é no valor de 9.620€.

Será um registo de 10 a 12 temas inéditos da banda liderada por Gonçalo Formiga (voz, guitarra) e composta ainda por Ricardo Mendes (bateria), Pedro Zina (baixo) e José Sousa (sampler, sintetizador, guitarra).

Contará também com músicos convidados: Nádia Schilling (solo, Loopoolo) assina uma das canções em conjunto com Gonçalo Formiga, empresta a sua voz e tocará contrabaixo. Pedro Oliveira (Ghost Hunt) vai criar arranjos eletrónicos para alguns temas, Raquel Serra (Vaiapraia, Filipe Sambado) estará encarregue dos coros, produção das vozes e tocará flauta transversal. Manuel Simões, na guitarra, Nuno Monteiro (Memória de Peixe, Jasmim, Jorge Cruz) na masterização e João Pombeiro no grafismo são outros participantes.

O pianista Tiago Mileu é outro beneficiário, com um apoio de 10.000€. Interpreta ao piano obras de Chopin (1810-1849) – a integral dos 24 Prelúdios, as Sonatas e outras obras – filmadas no CCC (Centro Cultural e de Congressos) das Caldas da Rainha. Resulta deste projeto um filme com mais de duas horas de música clássica, e um concerto aberto à comunidade.

O Núcleo Electro-Estético, das Caldas da Rainha, viu contemplado o projeto Dreamatorium com 39.340€. Nesta proposta convidam-se oito artistas/coletivos para desenvolver um trabalho original. Dentro deste projeto existem dois eixos distintos, a saber, Gato Vermelho – criação e ciclo de instalação e performance; Cornea Attack – criação e exposição coletiva de videoarte. Todos os artistas, com percursos em áreas distintas, desde as artes visuais à dança, da sonoplastia à multimédia, refletem sobre temas como ecologia, diversidade, biografia e tecnologia, entre outros.

A Sociedade Filarmónica de Alvorninha, a comemorar o centenário, pretende promover a descentralização cultural, levando a sua música a lugares cada vez mais distantes e contribuindo para o combate à desertificação e ao envelhecimento da população através da atração de crianças e jovens para a sua banda. O projeto foi apoiado com 24.780€.

O Grémio Caldense de Cultura e Recreio foi distinguido com 39.665€ para a promoção do Faroeste – Encontro de Música de Câmara Contemporânea e Improvisada, organizado desde 2016. Para esta candidatura foi apresentada uma série de 10 concertos. As atividades acontecem principalmente em espaços institucionais e recintos improvisados nas Caldas da Rainha, nomeadamente na Capela do Espírito Santo, no Centro de Artes, no Silos – Contentor Criativo e no Centro Cultural e de Congressos. Quatro dos concertos inserem-se também no projeto maior A Quadrilogia dos Crafts, que reúne projetos de música com projetos de artesanato e crafts.

A Sociedade Instrução Musical Cultura e Recreio de A-dos-Francos foi contemplada com 9.110€ para um projeto que consiste num concerto no dia 5 de outubro, de forma a dinamizar a banda e levar um pouco de cultura à vila, estando integrados os ensaios de preparação do concerto.

Pela participação no evento Música e Monumentos, promovido pela CMP – Confederação Musical Portuguesa, e estreia de obra encomendada, a Banda Comércio e Indústria foi apoiada com 8.600€.

O Teatro da Rainha e o projeto “Garantir Pessoa – Eu devia agora sentir mãos impossíveis…” são apoiados com 40.000€. O projeto labora três objetos literários de Pessoa, As cartas de amor a Ofélia Queiroz, o Livro do desassossego e O Marinheiro. Consta de cinco atividades, sendo nuclear Na cama com Ofélia, peça escrita por Henrique Fialho a ser encenada por Fernando Mora Ramos.

As atividades são oficina de escrita a partir do arquivo digital do Livro do Desassossego, construído por Manuel Portela que a orientará, um jogo eletrónico de reescrita simulada de fragmentos do Desassossego por cada leitor/jogador, estreia de Na cama com Ofélia, conferência acerca das virtualidades criativas e literárias da edição digital do Livro do Desassossego, pronunciada por Manuel Portela, edição de Na cama com Ofélia com a editora Companhia das Ilhas, e leitura encenada de O Marinheiro.

Denominador comum desta sequência, a relação de Pessoa, aliás, dos seus heterónimos e do semi-heterónimo Bernardo Soares, com o feminino.

Filipe Feijão, com um projeto escultórico em gesso que reúne influências da escultura moderna, arquitetura clássica e cerâmica da Grécia antiga, em estrutura de madeira, é beneficiário do programa Garantir Cultura, recebendo 10.000€.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Secretário-geral do PSD foi à Expotur apoiar o partido local

O secretário-geral do PSD, Hugo Soares, esteve na passada quinta-feira na Expotur - Festa de Verão, em Caldas da Rainha,onde sublinhou que “viemos dar o nosso apoio ao PSD de Caldas da Rainha”, adiantando que “recuperar esta CâmaraMunicipal para o partido é também...

hugo soares

2500 pessoas em corrida de toiros mista

Mais de 2500 pessoas (mais de dois terços da lotação) assistiram na praça do Sítio da Nazaré, na noite do passado sábado, ao regresso a esta arena das corridas de toiros mistas, nas quais existem toureio a cavalo e toureio a pé.

sitio 1

Aluno da ESAD.CR quer promover música da região no Brasil

Marcelo Domingues, aluno de Gestão Cultural na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha, está desenvolver um projeto para o mestrado, procurando mapear a cena musical em todo distrito de Leiria, com o objetivo de conectar e exportar a música desta região internacionalmente, em especial para o Brasil. 

rimel