Q

Previsão do tempo

16° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 22° C
17° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 22° C
17° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 21° C
  • Friday 24° C

Farmácia de Alvorninha encerra no final deste mês

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) enviou à Câmara das Caldas um comunicado dando conta do encerramento da Farmácia de Alvorninha no próximo dia 30.
Empresa pede segundo parecer à Câmara para manter farmácia aberta mais um ano

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) enviou à Câmara das Caldas um comunicado dando conta do encerramento da Farmácia de Alvorninha no próximo dia 30.

Em comunicado, Paulo Neto Freire, farmacêutico e sócio da empresa, Farmácia Neto, Lda, proprietária do alvará de farmácia instalado em Alvorninha, revelou que o encerramento é “consequência do número muito limitado de utentes que recorrem à farmácia nos últimos anos, tornando-a inviável economicamente”.

“Esta reduzida utilização da farmácia é motivada pela curta distância, apenas 2,4 quilómetros por estrada, entre as farmácias de Alvorninha e Vidais, sendo que esta última possui uma localização com melhores acessos e está presente na região há várias décadas e, por isso, há bastantes mais anos do que a farmácia de Alvorninha”, acrescenta a nota de imprensa.

O ofício do Infarmed surge após emissão, em abril, de um primeiro parecer, “desfavorável, por parte da Câmara das Caldas, ao pedido de transferência do alvará de farmácia localizado em Alvorninha para novas instalações situadas na zona sul da cidade de Caldas da Rainha, com o objetivo de suprir uma necessidade de serviços farmacêuticos e de saúde há muito reclamada pela população do Bairro Lisbonense, Avenal, São Cristóvão e Bairro das Morenas”.

Tendo em conta o encerramento da farmácia em Alvorninha, o Infarmed solicitará “um segundo parecer à Câmara e, caso este passe a ser favorável, a farmácia será mantida em funcionamento em Alvorninha durante mais um ano e, em junho de 2023, passará a existir em Alvorninha um PCS – Posto Complementar de Saúde com os seguintes serviços de saúde: colheitas de análises clínicas, marcação de consultas e exames médicos, pedidos de medicamentos e produtos de saúde com entrega ao domicílio, consulta farmacêutica e de acompanhamento farmacoterapêutico e serviços de enfermagem”.

“Em junho de 2023, existirá no Bairro Lisbonense uma moderna farmácia com FarmaDrive e diversos serviços de saúde”, adianta o comunicado. 

Segundo Paulo Neto Freire, está colocado na porta da farmácia um aviso dando conta do encerramento com uma palavra especial de apreço à Junta de Freguesia de Alvorninha que, quando questionada a este respeito, fez saber junto da Câmara Municipal de Caldas da Rainha o seguinte: “É preferível para a população ter um PCS no lugar da farmácia do que não ter nada”.

Está agendada uma sessão de esclarecimento para as 21h da próxima quinta-feira no salão nobre da Junta de Freguesia de Alvorninha.

Em declarações ao JORNAL DAS CALDAS, o presidente da Câmara das Caldas, Vitor Marques, disse que ainda não foi avaliado o pedido do segundo parecer.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Arrancaram obras na linha férrea entre Caldas e Torres

A Infraestruturas de Portugal deu início nesta terça-feira à empreitada de modernização do troço da Linha do Oeste entre Torres Vedras e Caldas da Rainha, após a assinatura do auto de consignação ter tido lugar na estação ferroviária de Caldas da Rainha, com a presença do ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos.

ferrovia

Patos desapareceram em A-dos-Francos

A Junta de Freguesia de A-dos-Francos colocou cinco patos no Rio Arnóia na passada segunda-feira, com o objetivo de ter “um local mais aprazível e bonito, que permita disfrutar da presença destes animais”, mas foi surpreendida no dia seguinte porque três desapareceram.

patos

OesteCim pretende aumentar a oferta formativa da região

A OesteCim - Comunidade Intermunicipal do Oeste, em parceria com a Universidade de Coimbra (UC), vai realizar um levantamento das necessidades formativas na região, ao abrigo do protocolo de colaboração assinado na passada quinta-feira, tendo como objetivo “a definição de novos cursos adaptados às necessidades dos territórios” e aumentar as competências de jovens e adultos.

protocolo1